Últimas

Domingo, 08 de Julho de 2007, 17h:38 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

ARTICULAÇÃO

Maluf deve deixar Saúde e trocar PSDB pelo PP

Prefeito cuiabano Wilson Santos e o secretário de Saúde, Guilherme Maluf

   O secretário de Saúde de Cuiabá, Guilherme Maluf, ameaça entregar a pasta esta semana se o prefeito Wilson Santos não aceitar uma nova proposta que ele apresentará com vistas a atender os servidores dentro do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS). Maluf vai mais longe. Admite até deixar o PSDB de Santos e migrar para o PP do deputado estadual José Riva. Mesmo em constante diálogo, o clima entre o secretário e o prefeito é de racha. As divergências estão longe de caminhar para uma convergência.

   De um lado, Maluf conseguiu avançar nas discussões com a categoria mas, de outro, esbarrada na resistência do prefeito por causa do impacto na folha salarial. Teme ficar desmoralizado e, por isso, já sinalizou para o próprio prefeito que não tem apego ao cargo, podendo entregá-lo a qualquer momento.

    Guilherme Maluf revelou neste domingo que na terça (10) apresentará uma nova proposta para o prefeito no sentido de contemplar os servidores da Saúde. Quer assegurar reajuste salarial e também a continuidade do pagamento do prêmio, que é feito hoje com repasse do governo estadual. Ele adianta que será condição sine quo non para continuar na pasta. "Estou confiante de que o prefeito Wilson Santos vai aceitar a minha proposta", destaca o secretário, para quem o PCCs precisa mudar porque do jeito que está traz muita confusão.

   Maluf revelou que na sexta (6) esteve reunido com técnicos da secretaria de Finanças, quando foi discutido impacto financeiro na folha com as mudanças previstas no sentido de atender a reivindicação dos servidores da Saúde. "Existe um pré-acordo e só falta o aval do prefeito". Ele preferiu não entrar em detalhes.

    Caso deixe a secretaria, o ex-vereador por Cuiabá Guilherme Maluf volta a ocupar a cadeira de deputado estadual, garantida nas urnas do ano passado com 23.189 votos. Nesse caso, perde a chance de continuar legislando o primeiro suplente do PSDB, Carlos Avalone, hoje no cargo.

   Novo partido

   Perguntado sobre rumores de que deixará o PSDB para se filiar ao Partido Progressista, Guilherme Maluf disse que "de fato, existe essa possibilidade". Ele explica que recebeu convite da direção do PP e está avaliando a idéia. "Pedi alguns dias para decidir". Nos bastidores, Maluf tem comentado para os amigos que no PP e com a força do primeiro-secretário da Assembléia, deputado José Riva, terá condições até de pleitear à sucessão na Capital no próximo ano. Seria também opção para vice, tanto da chapa do atual prefeito Santos quanto do presidente da Assembléia,  deputado Sérgio Ricardo (PR), pré-candidato do governador Blairo Maggi ao Palácio Alencastro.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Luiz Carlos de Arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É sempre assim, acha que é facil, que pode resolver todos os problemas mas quando assume demonstra a incapacidade, e depois quer ser prefeito, há tenha paciencia, nós moradores de Cuiaba merecemos pessoas mais capacitadas, se não consegue resolver os problemas da sec. municipal de saude, vai conseguir resolver os problemas de Cuiabá??? Fica nessa novela com esse prefeito incompetente por causa desse pccs, tem mais coisas para serem resolvidas, pareçe-me que o secretário tá é fugindo do pau. Os dois são farinha do mesmo saco (prefeito e secretário)..

  • Antonio Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sai logo Maluf, senão vc estará queimado pra sempre com a cuiabania nesse desgoverno do senhor Wilson Santos.

Nomes do DEM para vereador de VG

pablo 400 curtinha   O DEM do casal Jayme-Lucimar, senador e prefeita, respectivamente, é dono da maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com sete dos 21 vereadores. Destes, cinco já estão trabalhando projeto de reeleição, sendo eles Gisa Barros, que era do PSB; Valdemir Bernadino, o Nana; Pedro...

Flerte com candidato de outro partido

selma arruda 400 curtinha   Apesar de estar filiada ao Podemos, a ex-senadora Selma Arruda, que teve o mandato cassado por crimes eleitorais e deixou a cadeira neste ano, continua flertando com o pedetista, empresário e vice-governador Otaviano Pivetta, que não demonstra mais tanto ânimo para continuar com o projeto de disputa...

Joelson e as traições política e familiar

joelson 400   Dos 23 vereadores pela Capital que vão à reeleição, o que mais deve enfrentar dificuldades para obter êxito nas urnas é o sargento Joelson (foto), que aproveitou a janela de março e trocou o PSC pelo Solidariedade. Primeiro, por causa da atuação pífia. Trata-se de um...

Calistro, dúvida à reeleição e Sumaia

sumaia leite 400 curtinha   Jânio Calistro, reeleito para o 2º mandato de vereador em 2016 e como o mais votado em Várzea Grande, com 3.658 votos pelo PSD, se mudou para o DEM dos Campos, mas ainda avalia se vai encarar o teste das urnas deste ano. Ele se mostra um tanto baqueado, após ficar preso por três meses. E...

Grupos convergem para Emanuelzinho

emanuelzinho 400   O jovem deputado federal Emanuelzinho (foto) está cada vez mais empolgado com a possibilidade de disputar a Prefeitura de Várzea Grande. Até se mudou da Capital para a cidade vizinha, onde montou apartamento no Edifício Maktub. Uma das revelações políticas do PTB, Emanuelzinho tem...

Câmara de ROO e pasta de Controle

orestes miraglia 400 curtinha   A Câmara de Rondonópolis deu de ombros para uma decisão do Tribunal de Justiça e, em primeira votação, aprovou mensagem do prefeito Zé do Pátio, criando a secretaria de Transparência Pública e Controle Interno (SETRACI) em...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.