Últimas

Quarta-Feira, 06 de Janeiro de 2010, 15h:15 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Concurso

Mapeamento de candidatos por região vai evitar atropelos de última hora, diz Maia

   Após o fiasco da primeira tentativa de realização do que seria o maior concurso público do Brasil, uma verdadeira estratégia de guerra está sendo montada pelo Comitê de Acompanhamento para que nada dê errado na primeira, das três, etapas do concurso, que acontece em 31 de janeiro. O secretário-chefe da Casa Militar, coronel Alexander Maia, coordenador do Comitê, informou que a principal determinação é a questão do trânsito, segmento responsável por grande parte da reclamação dos candidatos no concurso de 22 de novembro. Um mapeamento do domicílio dos candidatos está sendo feito para evitar grandes deslocamentos.

   Na próxima segunda (11) o Comitê terá um mapa de quantos candidatos farão provas em cada região. Foram definidas cinco em Cuiabá (CPA, Centro, Verdão, Coxipó e Coxipó da Ponte) e três em Várzea Grande (Cristo Rei, Centro e Centro II). De posse deste mapa, adianta Maia, as empresas de ônibus, que já estão sendo contatadas, poderão planejar o número de veículos para cada local. Na Baixada Cuiabana, 40 mil candidatos farão a prova de nível fundamental.

   A elaboração das questões ainda não terminou. Conforme o coordenador, as questões estão sendo feitas na UFMT e, nos próximos dias, serão encaminhadas a São Paulo para serem impressas. Segundo ele, todo o processo de elaboração está sendo monitorado por câmeras e só há manipulação por pessoal autorizado. As imagens deste monitoramento, após o certame, ficarão disponíveis para análise do Ministério Público e da OAB. Por questão de segurança os nomes dos professores que elaboram as provas são mantidos em sigilo.

   Quanto às inscrições de candidatos a fiscal, o prazo ainda está aberto para servidores ou não, que receberão R$ 60 pelo trabalho. O recurso para pagamento desses últimos, diz Maia, sairá do orçamento de R$ 13 milhões que já foi pago à Unemat na primeira tentativa.

   Maia ressalta que os candidatos portadores de necessidades especiais (PNEs) devem entrar em contato com a coordenação do concurso o quanto antes para informar do que necessitam para fazer as provas. Quem também sofreu algum tipo de acidente de novembro até agora e terá dificuldades em fazer o concurso deve avisar a coordenação para que medidas que facilitem o exame sejam tomadas.

Calendário da primeira prova (janeiro)
6 – Às 18h termina prazo para os candidatos que não encontrarem o nome na lista do nível fundamental possam recorrer
11 a 15 – Capacitação dos coordenadores
15 a 20 – Divulgação dos locais da prova
31 – Realização das provas a partir das 13 horas
 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

DEM-Cuiabá projeta até 4 vereadores

beto 400 curtinha   O presinte da Provisória do DEM da Capital e secretário estadual de Governo, Alberto Machado, o Beto 2 a 1 (foto), está animado com as chapas do partido construídas para o embate eleitoral. Já conta com 38 pré-candidatos a vereador e avalia que todos são competitivos. Uma das...

Chapa de Pivetta faltando um nome

adilton sachetti curtinha 400   O empresário Otaviano Pivetta continua avaliando um nome para composição de sua chapa ao Senado na suplementar de 26 de abril para a vaga da cassada Selma Arruda. A primeira-suplência deve ficar mesmo com o ex-prefeito rondonopolitano e ex-deputado federal Adilton Sachetti (foto), do PRB....

Senado, disputa interna e PT rachado

verinha_curtinha   O PT, que recebe hoje as inscrições de pré-candidatos ao Senado, deve ter apenas um nome na disputa interna, o do deputado e presidente estadual da sigla Valdir Barranco. A ex-vereadora Enelinda, com dificuldade, corre contra o tempo para se viabilizar. Enquanto isso, membros de outras correntes menos...

Falta na votação da emenda impositiva

jose medeiros 400 curtinha   O deputado José Medeiros (foto), vice-líder do Governo Bolsonaro na Câmara e pré-candidato a senador na suplementar de 26 de abril, explica que não procede a informação de que teria votado favorável à PEC 34/19, que assegura o orçamento impositivo de...

Feliz da vida na base e com emendas

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto) já chegou com moral no Governo Mauro Mendes. Depois de um ano fazendo oposição ao Palácio Paiaguás, o deputado tucano se tornou governista de carteirinha. E começa a colher os dividendos. Uma de suas emendas de R$ 300 mil para ajudar na...

Voto a favor e agora contra Congresso

O pitbull do governo Bolsonaro, deputado federal José Medeiros (foto), está pegando carona num protesto, marcado para 15 de março, onde não deveria porque os seus atos não correspondem ao discurso, ao menos segundo sustentam seus adversários políticos. Contam que Medeiros foi um dos parlamentares que aprovaram o orçamento impositivo de R$ 30 bilhões, vetado pelo presidente. Eis que agora, ele próprio, defende a...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.