Últimas

Sábado, 16 de Agosto de 2008, 18h:25 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

BARÃO DE MELGAÇO

Marcelo nega acusações e afirma ter propostas


Marcelo Ribeiro (PP), um dos 4 candidatos a prefeito de Barão

Foto: Humberto Frederico

   O ex-vereador por Cuiabá, Marcelo Ribeiro, candidato do PP à Prefeitura de Barão de Melgaço (a 121 km da Capital), disse neste sábado, em visita ao RDNews,  que Antonio Ribeiro Torres (PSB), um de seus adversários na corrida sucessória, cometeu injustiça ao acusá-lo sem provas de tentar comprar lideranças. Avisou que vai acioná-lo na Justiça. Para Marcelo, Torres, que ele classifica com um aventureiro, feriu a honra dos barãogarceses, ao disparar ataques e criar factóides.

   Na semana passada, Torres, com base em comentários, acusou Marcelo de oferecer R$ 10 mil para cooptar o vigilante Claudinho Brandão (PP), um dos candidatos a vereador, e também diz que havia rumores no município de que o ex-parlamentar teria "comprado" o vereador Lenierson da Silva Gonçalves, o Nelsinho do PT - saiba mais aqui. "Isso é mentira. Infelizmente estou sendo vítima de ataques violentos dos seus adversários. Barão não quer campanha de baixo nível", reagiu Marcelo Ribeiro.

   "O Ribeiro Torres deveria medir suas palavras, porque a população merece respeito". Marcelo é filho do ex-prefeito de Barão de Melgaço, João Batista, que comandou o município por dois mandatos. De acordo com o candidato do PP, seu adversário nunca procurou a Justiça para oficializar a acusação porque sabe que não é verdadeiro o que começou a espalhar. "Ele (Torres) alega que não procurou a Justiça porque esta é muito lenta. Acredito que se ele tem provas do que disse, deveria levar ao conhecimento da Justiça", desafia.

   O candidato do PP garante que a briga começou porque o vereador Nelsinho declarou apoio a ele (Marcelo), já que o parlamentar é irmão do seu candidato a vice Lino da Silva Gonçalves (PTB), contrariando decisão do próprio partido ao se juntar aos adversários. "Mesmo com esse negócio de fidelidade partidária, quando tem laços de sangue, é difícil não apoiar", destaca Marcelo, que ganha força política sob argumento de que é filho de família tradicional de Barão.

   Plataforma

   O candidato progressista destaca que caso seja eleito, pretende priorizar os setores da saúde, educação e turismo, além de promover o que chama de alternativa de renda aos moradores, com cursos "profissionalizantes e gratuitos". "Já fiz contatos com o Sebrae para oferecer à população cursos como de corte e costura, por exemplo, para que as mulheres possam ter uma renda própria".

   A sucessão em Barão de Melgaço envolve quatro candidaturas. Além de Marcelo Ribeiro, marido da deputada estadual Chica Nunes (PSDB), e de Antonio Ribeiro Torres, que morava em Rondonópolis, também está na corrida eleitoral o empresário Dário Orlando Pereira Júnior (PR) e Carlos Eduardo Silva (PMN). (Flávia Borges)

Postar um novo comentário

Comentários (24)

  • Jovalice Ramos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Oi Romilson que tal arrumar as cores do circulo de votação? O azul não aparece apesar de ter sido votado ok? É eu acho que a briga em Barão vai tá boa. Acredito que a vitória ficará com o Marcelo por ser filho de Barão,sua mãe a falecida D. Terezinha tinha um sonho de ver seu filho prefeito e acredito que agora ela de onde estiver ficara realizada. O que eu não aguento em politica é a tal da baixaria, as pessoas sem qualquer prova começam a macular a imagem do concorrente acho isso ridiculo mesmo. O candidato perde o meu voto se assim se comportar. Eu quero saber é da proposta de governo, origem do candidato etc. O Ribeiro Torres quer ganhar as eleições lá oferecendo churrasco e cerveja todo final de semana a todos os companheiros melgassenses, e como lá é mto carente de opção de lazer acaba sempre reunindo as pessoas que não tem onde ir comer e beber de graça em seu sobradinho. Eu sou filha de Barão e gostaria que o meu povo que lá reside não trocasse o seu voto por esses momentos e sim por melhor proposta p. a nossa cidade. Qdo me formar quero mto morar novamente lá, pois amo aquele lugar.Hj li que o Junior já não quer mais o apoio do Ibson, do Enio (vereador) e do seu pai Seu Chilú, e estes já estão com o Sr. Ribeiro Torres, que bela aquisição heim Ribeiro Torres, estes cidadãos irão ajudá-lo a ir p. o Bato-much, é o que meu pai diz, os tranqueiras por si só se juntam é só uma questão de tempo. E viva Barão minha terra do coração.Abraços Romilson.Publica tá?

  • admil | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ò fato e que fica muito dificil não acreditar em algo assim, afinal o que vem acontecendo na AL em relação a sua esposa,com acusação de notas frias, consequentemente fica deficil não acreditar que realmente não aconteceu, agora pra com nós, projeto de corte e costura para um municipio que está na merda? pera ai? isso é brinacadeira não?

  • Plinio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • ana maira dos santos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Nem Deus héi de deixar esse tal de Ribeiro Torres vencer as eleições em Barão pois isso acontecer ai sim é que a cidade vai se acabar.esse homem só pensa em farra, bebedeira, não tem nada de concreto p. oferecer ao povo de Barão.Nós que nascemos e criamos nesse municipio devemos zelar por ele e não deixar que nem um aventureiro venha até o municipio arrancar os votos se eleger prefeito e depois nos abandonar. Nós precisamos de alguém que conheça a nossa história de luta, de sofrimento por falta de estrada, de emprego, de universidade enfim de alguém que lute por melhores condições de qualidade de vida p. nós que temos familia e tradição nesta cidade tão esquecida que é Barão. O Ibson foi uma decepção p. todos nós de Barão, onde ele estiver com o seu grupo nós devemos passa bem longe dessa corja de safados e descomprometidos com as nossas causas. Só nós sabemos do que já passamos p. nos manter vivos dentro desse municipio. Espero que todos tenham o minimo de conciencia e votem com aquele que for melhor p. nós de Barão.

  • joana | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    gostaria de mais união e paz nesta eleição pois precisamos de proposta dos candidatos, estamos cansados de falsos politicos que dizem que ama Barão de MELGAÇO só em época de voto, precisamos analizar alguém que pelo menos fica em Barão. E analizar aqueles que traiu a diguinidade do povo se vendendo! devemos colocar vereadores novos com ideais novos, e desfazer daqueles que estão no poder só assim temos esperança de dias melhores para essa cidade.Precisamos ser vigilantes com aqueles que compra voto no dia da eleição, se pegar tem que ser cadeia neles!!!

  • Plínio Marques | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • CARLOS ROBERTO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    PROPOSTA EU NÃO SEI, MAS DINHEIRO ELE DEVE TER MUITO, AFINAL ELE É MARIDO DA MULHER DE SEIS MILHÕES DE REAIS.

  • lidio barbosa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    VAI EM FRENTE MARCELO,COM DEDICAÇÃO E DETERMINAÇÃO ,VC TEM MUITO A OFEREÇER PARA O POVO DE BARÃO DE MELGAÇO ,SUA TERRA NATAL ,SEI QUE PELO OQUE CONHEÇO DE VC ,JAMAIS DECEPCIONARIA ESTE POVO,SUCESSO E ATÉ A VITÓRIA EM 05 DE OUTUBRO!!!!!

  • Sandro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que Deus ilumine o povo de Barão. Ninguém merece ter no poder uma pessoa com indícios monumentais de irregularidades. O povo cuiabano foi desrepeitado por aqueles (Chica Nunes, Marido e Irmãos) que pregavam mudanças, que pregavam transparência, ética.

    Temos que pagar impostos dos mais caros no país, um IPTU que não se vê o retorno para a sociedade e lamentavelmente temos que assistir candidatos enganando a Justiça o MPE e agora o pobre do povo de Barão.

    Que Deus tenha piedade do povo de Barão. Esse candidato é de uma turma que não tem compromisso efetivo com a coletividade. Só no discurso depois que tá lá dentro é venha a nós e para o povo mais impostos, menos educação, menos saúde.

    Deus salve o povo de Barão!

  • admil | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    bem lembrado antonio taques, vc se lembra que na eleição passado quando em um carro de som o senhor neto (netão), que apoiava joão batista para prefeito chamou o senho tonho bota fogo de ladrão e mau caracter em frente da casa do tonho? desrespeitando como pessoa humana? e agora estão juntos todos de mãos dados, da pra acreditar?
    então eles não tem que falar nada, há marcelo cade chica? por não está fazendo campanha com vc?

Deputado ajudou a enterrar Binotti

neri 400 curtinha   O deputado federal Neri Geller (foto), que se acha um grande líder político, ajudou a enterrar nas urnas o projeto de reeleição do prefeito Luiz Binotti (PSD), derrotado à reeleição. Perdeu para o ex-vice-prefeito Miguel Vaz (Cidadania), que contou com apoio do ex-prefeito e atual...

Euclides "torra" R$ 8 mi na campanha

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado milionário Euclides Ribeiro (foto), que tem na carteira de clientes grandes produtores rurais, registra R$ 8,2 milhões de receitas e despesas de campanha ao Senado. Concorrendo pelo Avante, Euclides só chegou a 58.455 votos. Ficou em nono lugar, à frente apenas de Reinaldo...

Fávaro é quem mais gastou ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   O senador reeleito Carlos Fávaro (foto) foi o que mais gastou na campanha. Oficialmente, arrecadou R$ 11,7 milhões. As maiores contribuições financeiras vieram de empresários do agronegócio. Orcival Guimarães, dono de rede de empresas de implementos agrícolas, doou...

Beto deve repensar projeto a federal

beto farias 400 curtinha   A derrota nas urnas do seu afilhado político, vice-prefeito Wellington Marcos (DEM), que tentou o Executivo de Barra do Garças e ficou em segundo lugar, obtendo somente metade dos votos em relação aos atribuídos ao eleito Adilson Gonçalves, pode levar o prefeito Beto Farias (foto)...

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...