Últimas

Domingo, 22 de Julho de 2007, 08h:31 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

CONVENÇÃO DO PR

Márcia deve ser candidata a prefeita pelo PDT

A técnica Márcia Vandoni, presidente da  Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados (Ager-MT), pode confirmar sua filiação no PDT do eterno Leonel Brizola, falecido em 2004, já esta semana e entrar na disputa à Prefeitura de Cuiabá. Ela recebeu convite dos presidentes regional e municipal, Otaviano Pivetta e Mário Márcio Torres, respectivamente. Agora, os dirigentes e a "prefeitável" vão sentar para aprofundar as discussões. Márcia também vem sendo "assediada" por outros partidos, como DEM, PTB e PSB. Até agora resistiu.

     Mesmo sem partido, a presidente da Ager-MT é ligada ao grupo do governador Blairo Maggi. Esteve filiada no PPS até março deste ano. Se desfiliou assim que a turma da botina, hoje no PR, deixou a legenda socialista. Nas eleições gerais do ano passado, o nome de Márcia Vandoni, ligado à cuiabania, chegou a ser cogitado para compor a chapa de Maggi como vice. Devido a composições políticas com o PMDB, o escolhido foi Silval Barbosa.

     Ex-secretaria de Serviços Públicos de Cuiabá, Márcia Vandoni, que dirige a Ager desde março de 2005, se mostra empolgada com os convites para filiação. Prefere, no entanto, desconversar sobre o assunto. Teme um enfrentamento nas urnas porque seu nome não apresenta visibilidade eleitoral. Sua atuação é eminentemente técnica. Ela é filha de Rômulo Vandoni, ex-secretário de Agricultura do governo Frederico Campos e dono da ficha número 3 do PFL (hoje DEM).

       Pré-candidaturas

      A pré-disputa eleitoral rumo ao Palácio Alencastro aponta uma "inflação" de prefeitáveis, alguns até sem partido. São pelo menos 10 de olho nas urnas de 2008. O DEM tem o nome do ex-prefeito Anildo Lima Barros. O PSB fala no deputado federal Valtenir Pereira e os petistas, além das opções do deputado Carlos Abicalil e da senadora Serys Marly, tentam cooptar o médico Alencar Farina (PR) como opção de candidatura a prefeito.

    O PDT agora "namora" Márcia Vandoni, os tucanos apostam na reeleição do prefeito Wilson Santos e o PP acredita na filiação do hoje tucano Guilherme Maluf para, assim, lançá-lo candidato à sucessão municipal. O PMDB vê maior chance de êxito nas urnas com o deputado Walter Rabello e, o PR, com o presidente da Assembléia, Sérgio Ricardo. 

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Jorge Henrique Cardoso | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Acho que o nome da Marcia Vandoni seria uma ótima opção para Cuiabá. Além de ser mulher, cuiabana e competente, ela tem o mesmo perfil do governador Blairo Maggi. Ela deveria ser vice do candidato do governador. É preciso renovar a política, senão o povo vai ficar cada vez mais distante do processo político.

  • MIRANDA MUNIZ | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Prezado Romilson,
    Como você já noticiou nesse Portal, o Partido Comunista do Brasil - PCdoB, também buscará participar com candidatura própria na capital, inclusive já tendo indicação de 6 pré-candidatos: Professor e Cientista Político Manoel Motta; sindicalista Lane Costa; Jornalistas João Negrão e Kleber Lima; militante do movimento de juventude Aislan Galvão e engenheiro agrônomo, bacharel em direito e oficial de justiça federal Miranda Muniz. Dentro de 30 dias estaremos definindo um desses nomes, sem desprezar a possibilidade do aparecimento de outros nomes, inclusive de lideranças que vier a filiar no partido. Também estamos abertos para lideranças do movimento popular e personalidades democráticas que desejam disputar numa chapa de vereador do PCdoB.
    Romilson, parabéns pelo portal.

  • Viviane | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É de pessoas assim como Márcia Vandoni que precisamos numa prefeitura, onde a população já está "descrente". O atual prefeito, quando candidato à reeleição, disse que a tarifa de ônibus não aumentaria e aumentou. Márcia Vandoni não só conseguiu com que a tarifa de ônibus do intermunicipal Cuiabá - Várzea Grande fosse a mais barata como conseguiu trocar toda a frota do intermunicipal implantando um novo sistema de transporte coletivo entre as duas cidades, além da integração.

  • Raphael Delmanto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não sei se Márcia Vandoni consegue emplacar seu nome para a prefeitura, pois sei que o perfil que os partidos buscam é de pessoas populistas... só gostaria de registrar que seria uma excelente opção, uma técnica, com serviços relevantes prestados, um nome sem mácula, enfim algo dierente dos demais postulantes ao cargo.

    Seria uma lástima ter que escolher entre Walter Rabelo, Sérgio Ricardo, Wilson Santos e Carlos Abicalil... Cuiabá merece coisa melhor!!!!!!

  • Juliana | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Gostaria que a noticia acima não fosse apenas uma noticia, que a Drª Márcia Vandoni de fato se candidatasse mesmo a prefeita, não importando o partido, pois o que ela já fez tanto por Cuiabá, quanto por Várzea Grande equivale a milhares de tentativas de tantos outros.
    Eu votaria e faria campanha para ela sem pedir nada em troca, só para ver nossa cidade crescer. Pois é isso que ela faz, trabalha, produz, e além disso é séria, honesta. É disso que não só Cuiabá, como o Brasil todo clama!

  • Benedito | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Como usuário de transporte coletivo e morador de Várzea Grande pude sentir as melhoras nos ônibus, porque antes a gente andava e via de dentro o asfalto.

    Além de estar melhor a tarifa é menor do que de Cuiabá. Não conheço ela pessoalmente, mas mudaria meu título só pra votar nela.

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...

DEM, bate-cabeça e plano B frustrado

fabinho garcia 400 curtinha   O ex-deputado federal e empresário Fábio Garcia (foto) acabou deixando o DEM órfão de candidatura a prefeito da Capital. Numa conversa com o governador Mauro, seu padrinho político, Fabinho o assegurou que iria sim disputar o Palácio Alencastro, mesmo pedindo trégua por...

Mauro sofre 2 derrotas para Emanuel

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto), principal estrela do DEM em MT, acabou amargando duas derrotas em Cuiabá para o prefeito Emanuel, neste ano, embora não tenha sido candidato nas urnas. Em princípio, buscou candidatura própria com o seu partido, mas todos os nomes possíveis, como de Gilberto, Gallo,...

Três derrotas do marqueteiro Antero

antero de barros curtinha 400   O ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros (foto) não levou sorte nas campanhas eleitorais as quais coordenou nestas eleições. Em Lucas do Rio Verde, empurrou à reeleição o prefeito Luiz Binotti que, mesmo com o poder da máquina, perdeu para o...

Lideranças jogaram duro contra EP

carlos favaro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro teve uma reeleição sofrida em Cuiabá. Lutou contra os principais líderes políticos, que se juntaram em torno da candidatura de Abílio, uns publicamente, outros nos bastidores. O governador Mauro Mendes, por exemplo, jogou pesado para tentar derrotá-lo....

MAIS LIDAS