Últimas

Segunda-Feira, 19 de Janeiro de 2009, 14h:45 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

RONDONÓPOLIS

Mariúva vê perseguição na transferência de PMs

  A vereadora Mariúva Valentim Chaves (PMDB) disse que os 63 policiais militares que serão transferidos de Rondonópolis para outros destacamentos estão sendo vítimas de perseguição política. Classifica essas mudanças de desrespeito para com a família miliciana. "Isso prejudicará os pais de família, com filhos em idade escolar e aqueles que investem na formação universitária".

  Sob a justificativa de que faltam PMs em outras cidades, principalmente nas regiões Norte e Sul do Estado, o comandante-geral da PM, coronel Campos Filho, anunciou, no último dia 5, a transferênciade 63 militares que atuam no 5º Batalhão. Será o segundo remanejamento em dois meses. Na primeira etapa foram transferidos outros 18 PMs. Os policiais chegaram a protocolar um pedido para que as transferências fossem canceladas, mas foi indeferido - saiba mais aqui.

   “Essa atitude do governo merece meu repúdio e o de toda a população. Não podemos nos calar diante de um fato como esse”, afirma a parlamentar do PMDB, mesmo partido do prefeito Zé do Pátio. Entre os que serão transferidos está o soldado PM Antonio Sérgio dos Santos, morador na avenida Castelo Branco, na Vila Operária. O PM colocou placas do então candidato Pátio em sua casa e não teria escondido seu apoio.

  Outro nome que aparece na lista de remanejados  é o da soldada PM Marta da Silva Nalini. Ela também apoiou Pátio e atualmente está cumprindo licença maternidade conforme boletim interno do 5º BPM. Marta ficará de licença até março deste ano e, mesmo fora das atividades, entrou na relação dos que serão transferidos.


Boletim da própria PM informa que soldada Marta da Silva está de licença por 120 dias e, mesmo assim, será transferida

    O soldado Marco Antônio Cassiano da Silva, irmão do novo secretário de Meio Ambiente de Rondonópolis, Lindomar Alves, também compõe a lista de policiais que deverão mudar da  cidade. Lindomar vê perseguisão política - saiba mais aqui. Por outro lado, o governo rebate afirmando que transferirá os PMs porque tem um alto déficit de policiais em seu quadro. Seria necessário a contratação imediata de 5,4 mil PMs - veja aqui. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • CRISTINA SOUZA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    OI ACHO QUE ESSES POLICIAIS,
    TEM MAIS QUE UNIR COM OS BANDIDOS,
    E PEGAR PROPINA MESMO,PORQUE O GOVERNADOR FAS SUGEIRAS COM ELES, E O SALARIO DELES É DE FOME,....ATÉ

  • Miguel Ananias Rosa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não vejo porque uma transferencia de cidade seria problema para os filhos em relação as escolas, uma vez que a transferencia está sendo no inicio do ano. Qual é o problema? O pior se fosse no meio do ano. Não vejo perseguição alguma, Srª Mariúva você está fazendo tempestade em copo dagua, você tá querendo aparecer, assim como outros correligionários seus.

  • wander | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    é por isso que os soldados e os que não são oficiais, ficam revoltados, e até pegam propina, e os oficiais fazem de gato e sapato dos seus subordinados..

  • MARCOS ROBERTO VIEIRA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ISSO É APENAS UMA ROTINA DA POLICIA MILITAR A VEREADORA ESTA QUERENDO SE APARECER NA MIDIA.
    EU ACREDITO QUE A POLICIA MILITAR TEM A CADA SEIS MESES OU NO MAXIMO UM ANO REALISAR ISSO EM TODOS OS MUNICIPIO POR QUE AQUI EM BARÃO DE MELGAÇO TEM POLICIAL QUE JÁ ESTA A MAIS DE 10 ANOS E COM O PASSAR DO TEMPO QUERENDO OU NÃO ELE PERDE O PODER DE AUTORIDADE E EM MUITAS DAS VEZES ALGUNS DELES PARTICIPAM DO TRAFICO DE DE DROGAS OU FAZEM VISTA GROSSA SOBRE AS PESSOAS QUE REALIZAM ESSE SERVIÇO OUTROS POLICIAIS TRANSPORTAM PEIXES ILEGAIS OU DÃO COBERTURA A TRAMBIQUEIROS DE PEIXES.
    TUDO ISSO JA FORAM COMPROVADOS PELO COMAMDO GERAL DA PM.
    EM RELAÇÃO AOS FILHOS QUALQUER ESCOLA TEM POR OBRIGAÇÃO A RECEBER ESSES ALUNOS EM QUALQUER PERIODO DO ANO ATRAVES DA LEI LDB 9394/96

  • Lindolfo Nunes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Acho q esta mesmo havendo persiguição pois, deste tema esta edil entende pois, é doutora em perseguir os trabalhadores da Saúde de Rondonopolis do limpador ao Mais graduado ...Ora vereadora primeiro pare de perseguir pra depois defender quem esta sendo perseguido.

  • Zeca da Colina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    -Mariuva tem toda razão.

    -Hoje,saiu uma listinha de funcionários do Estado,à disposição do Município,com a solicitação para retornarem às origens.

    -Não vou dizer em qual secretaria isto aconteceu.

    -Deixo para o RDNEWS investigar.

    -É a oposição burra funcionando.

    -Será que essa gente não entende que está prejudicando a cidade,o povo?

    -Não veem que cada vez perdem mais votos?

  • Edilson da silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Srs, Miguel Roasa e Marcos Roberto, é fácil voces com um par de neuronios falarem, náo ve perseguicao, pode até nao ter, porem rondonopolis precisa de mais policiais e nao tirar os que aqui estao, agora transferir, Pms que estao estudando fazendo curso superior realmente nao dá, eles tem o direito até por que é um direito constitucional: educacao, saúde e seguranca, e esse seu governadorzinho brinca de politico, e pergunto eu: Onde está o PM? Eu respondo esta lambendo nas maos da sua excelencia o rei da motor serra. Mas nos de rondonopolis daremos o troco em 2010, isso tenha certeza.
    Fico indignado com os outros vereadors do PR que ao inves de juntar forcas para que nenhum Policial seja transferido, fica ai batendo palmas e puxando o saco do governador, atras de carguinhos tenha no minimo vergonha na cara.
    Parabens vereadora Mariúva tamos solidarios com esses guerreiros que arriscam a vida para nos proteger, enquanto a cidade ta um caos na seguranca cada dia se ve nos jornais assalto arrombamento latrocinio e o governador quer tirar policiais daqui, cade o PM? Ate quando nos calaremos diante disso? Precisamos ser mais Patriota e lutar pelos nossos direitos.

  • JONAS MELO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Fico abismado com a falta de senso crítico nos comentários de leitores neófitos neste Blog. Antes de mais nada o CMT Geral da PMMT como Homem que desempenha uma função pública tem o dever de esclarecer a sociedade matogrossense quais foram os critérios estabelecidos para realizar o referido remanejamento. Principalmente, para os cidadãos que vivem nas cidades que cederam e as que receberão esses Políciais Militares.Não me parece certo e considero abuso de poder e uma arbitráriedade a transferência sem qualquer critério,pois, temos que lembrar que atrás de cada PM existe uma família, esposas e filhos que trabalham na iniciativa privada e não poderão ser transferids para outro emprego,ficando desempregados ou mesmo a situação dos filhos em idade escolar que perderão o vínculo afetivo com seus professores , colegas ou mesmo vizinhos. Devemos lembrar também que, o soldo dos PMs não é lá grande coisa, e a transferência para lugares onde o custo de vida é maior não serão compensados pela PMMT, caso haja aumento de despesas com por exemplo aluguel e transporte. A sociedade deve entender ainda que, o remanejamento implica gastos públicos,tais como despesas com translado, diárias e ajuda de custo os quais os PMs possuem direitos. Também me parece incompreensível o fato de ter um curso de formação de SD PM em andamento e outro para começar, não se sabendo o motivo de não lotá-los nas cidades onde o deficit é maior. Devemos lembrar ainda ao Governador Blairo Maggi que o efetivo da PMMT para 2010 deveria ser de mais de 20 mil Homens e que o Estado em 2009 possuem menos de 7 mil homens. Eis uns dos motivos da insegurança que vivemos no Estado, a economia que os governos estaduais fazem deixando de contratar o efetivo necessário para realizar a segurança. O efetivo e a estrutura operacional da PMMT e da Polícia Jud. Civil não acompanham o aumento populacional do Estado. Daí o caos!!!

  • Zeca | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa vereadora Mariúva deveria é procurar defesa para o processo de sua cassação, o que não está fácil, será cassada por compra de votos. Cada dia aperece mais testemunhas para incrimina-la.
    Deveria também ver o que é bom para Rondonópolis e não envolver com problemas de ordem estadual, inclusive policial que ela não entende nada. Então vereadora fique de fora deixa o comando comandar tá? Cuide de sua vida e seu processo.
    Briga junto com o Sispmur pelo nosso aumento salarial aí sim que é bom, pois sou servidor do município e pelo que estou vendo não teremos aumento. Voce criticava o Adilton e agora se cala.

  • marcos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    essa transferencia é mesmo pura perseguição, estão querendo desmontar a associação da familia miliciana, que é a mais atuante no estado, sempre brigando pelo direito dos praças.
    como um sugeito ai em cima tem a caopacidade de dizer que Policiais |Militares deveriam ser transferidos a cada seis meses, esse não pensa, isso gera custo, cada Policial transsferido tem direito a ajuda de custo e transporte para a mudança, alem de que que ser humano em sã conciencia se sujeitaria a ficar mudando de cidade a cada seis meses.
    o governador tem é que fazer alguma coisa efetiva pela segurança e não ficar com essas picuinhas.
    cade as viaturas novas, cade mais concursos que iriam sair até dia 15, isso eles não agilizam.

Colíder com 2 candidatos desgastados

jaiminho 400 curtinha   Em Colíder, duas figuras bastante desgastadas politicamente estão na disputa pelo Executivo, sendo o prefeito Noboru Tomiyoshi, que fechou aliança com apenas três partidos (DEM, PSD e SD), e o ex-prefeito Jaime Marques (foto), que concorre pelo PSC numa coligação que agrega DEM e...

PP com 25 a vereador projeta 3 vagas

orivaldo da farmacia 400 curtinha   O PP, da base aliada do prefeito Emanuel, conta com 25 candidatos a vereador pela Capital. Deve conquistar entre duas e três vagas. Os principais concorrentes são os já vereadores Orivaldo da Farmácia (foto), Marcrean Santos e Luis Cláudio, além do ex-vereador...

MPE vê prefeita de Torixoréu inelegível

ines 400 curtinha torixoreu   Para o Ministério Público Eleitoral, a prefeita de Torixoréu, Inês Mesquita Moraes Coelho (foto), que se lançou à reeleição pelo DEM, está inelegível. Numa ação de impugnação de registro de candidatura, o promotor...

Candidato amarga derrota na Justiça

adilson gon�alves 400 curtinha   O candidato a prefeito de Barra do Garças, delegado Adilson Gonçalves (foto), tentou, sem êxito na Justiça, censurar o Rdnews na publicação de matérias sobre o pleito eleitoral no município. Numa ação impetrada junto à...

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...