Últimas

Sábado, 06 de Setembro de 2008, 18h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

DESCONTRAÇÃO

Mato-grossense, Vanessa faz sucesso no Brasil

  A cantora mato-grossense Vanessa da Mata, natural de Alto Garças (a 365 km de Cuiabá), desde criança ouvia de tudo, de Luiz Gonzaga a Tom Jobim, de Milton Nascimento a Orlando Silva. Na adolescência, mudou-se para São Paulo e começou a cantar em bandas no estilo raggae. Neste período, ainda dividia seu tempo entre as carreiras de jogadora de basquete e de modelo. Já adulta, sua voz começava a chamar atenção.

  Em 2002, Vanessa lançou seu primeiro CD. Entre os sucessos deste disco Nossa Canção" (trilha sonora da novela Celebridade), "Não me Deixe só" - que estourou nas pistas com remix de Ramilson Maia - e "Onde Ir" (trilha da novela Esperança).

  O segundo disco, Essa Boneca Tem Manual, foi lançado em 2004. Além de suas próprias canções – como "Ai, Ai, Ai..." (tema da novela Belíssima, "Ainda Bem" (tema da novela Pé na Jaca) e "Não Chore, Homem" - Vanessa regravou "Eu Sou Neguinha" de Caetano Veloso (versão que integrou a trilha da novela A Lua me Disse) e "História de Uma Gata" de Saltimbancos de Chico Buarque.

  Sim, o terceiro disco, lançado em 28 de maio de 2007.O álbum foi gravado entre a Jamaica e o Brasil. Das 13 faixas, cinco têm a participação de Sly & Robbie, dois ícones da música jamaicana. Em 2008, a música Amado, do mesmo álbum, é o tema principal da nova novela da Rede Globo, A Favorita.

  Clique no play e confira a parceria com Charlie Brown Jr.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Clau | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vanessa!!!
    É exemplo para todos nós q um sonho pode ser tornar uma realidade...

  • Clau | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vanessa!!!
    É exemplo para todos nós q um sonho pode ser tornar uma realidade...

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.