Últimas

Quinta-Feira, 08 de Maio de 2008, 12h:34 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

INVESTIGAÇÃO

MCCE acionará Maksuês por propaganda ilegal

  No afã de detonar o adversário Júlio Campos, o deputado Maksuês Leite (PP), em pronunciamento de quase 15 minutos durante a sessão ordinária desta quarta, fez propaganda extemporânea, o que contraria a Lei Eleitoral. Pré-candidato a prefeito de Várzea Grande, ele será acionado agora pelo Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) por propaganda ilegal. A representação pode complicar juridicamente a situação do progressista, que corre o risco até de vir a ter o registro de candidatura indeferido. Com o entusiasmo de quem estava em um palanque, o parlamentar aproveitou para expor suas promessas de campanha, criticar Júlio Campos, mas sem citar o nome, e ainda convocou o "traído" Wallace Guimarães (DEM) para vir a apóia-lo.

  “Como prefeito vou levar a UFMT para Várzea Grande. (...) Aliás, a educação será prioridade em meu governo. Já decidi que se tiver a honra de vencer as eleições vamos estabelecer o 14º e 15º salários para as 10 melhores escolas públicas do município. Como prefeito, vou lutar para a construção do hospital metropolitano do Cristo Rei”. Maksuês citou o projeto de sua autoria que propõe a construção de um parque ambiental para Várzea Grande.

    Na busca para ter o apoio do deputado Wallace, Maksuês se disse até um admirador do democrata. Em 2004, ambos concorreram a prefeito. Maksuês ficou em terceiro e último lugar. Estava, à época, no PDT. Wallace entrou na disputa pelo velho PFL faltando 30 dias para o pleito e perdeu para o hoje prefeito Murilo Domingos por uma diferença de 588 votos.

   Agora, quatro anos depois, Maksuês admite até ter combinado o rumo da campanha de ambos. Observa que tinha certeza de que Wallace seria seu adversário. “Espero começar a construir a minha campanha com a ajuda do meu partido, dos meus aliados, do povo de Várzea Grande e porque não do companheiro Wallace, a nova Várzea Grande. Peço claramente ao doutor Wallace (...) o seu apoio”, enfatiza. Convidou também o grupo do parlamentar para se juntar a ele na briga pela prefeitura. Wallace não estava presente à sessão.

  Críticas

   Sem citar o nome do adversário Júlio, Maksuês, da tribuna, disparou críticas. Disse que o DEM alterou de última hora os critérios de decisão para poder privilegiar o conselheiro aposentado do TCE em detrimento do nome de Wallace. Lembrou também que é o líder nas pesquisas de intenção de votoe. “Com a publicação dos dados no site do Ibope, fiquei ainda mais convicto que enfrentaria vossa excelência, (...) mas o critério novamente foi alterado. Com a decisão transferida ao diretório municipal, ficou mais fácil para eu compreender (...) quais os motivos que levaram o seu partido o tirarem da presidência do diretório municipal, no início do ano”, destaca. Maksuês disse ainda que irá enfrentar “tanques de guerra e montanhas de dinheiro” e pediu ao Ministério Público e a população para ajudá-lo na fiscalização.

   Voltou a descartar qualquer possibilidade de desistir de sua candidatura. “Não existe hipótese de retirar a minha candidatura. Reafirmo o que já disse à imprensa, só não serei candidato morto. Não abro mão, com meu sangue jovem, de ajudar a construir a Várzea Grande dos meus sonhos”, avisa. Destacou o apoio do PT, elogiou o presidente Lula por investir R$ 170 milhões em saneamento na cidade e previu costurar uma aliança com 13 partidos.

(Às 14h20) - Pronunciamento ainda será avaliado

   O pronunciamento do deputado estadual Maksuês Leite ainda será avaliado, disse o coordenador do MCCE, Antonio Cavalcante, o Ceará. Segundo ele, acabou de tomar conhecimento do pronunciamento do deputado e que, enquanto coordenador da entidade ainda não decidiu se move a ação. "É necessário obersar que os deputados têm a prerrogativa de usarem a tribuna resguardados pela liberdade de expressão, garantida na época da ditadura. Ele avalia que por outro lado, alguns usam a tribuna para se promover", diz Ceará.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • José Antônio de Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Causa-nos certa estranheza que o MCCE, que funciona dentro da OAB, ou apoiado por esta entidade, entre com representação contra o deputado Maksuês, por este ter proferido discurso na TRIBUNA DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA, falando de sua idéia de se prefeito de VG, levar para lá a UFMT. Esquece este arguto Movimento que todo parlamentar tem imunidade de opinião quando está na tribuna, senão não daria para nenhum parlamentar discutir democraticamente seus projetos e opiniões. Isso é constitucional e faz parte do aparato legal que sustente a nossa república e a nossa tão fortalecida democracia.

    Excesso de zelo ou falta de inteliência demais, cansa!

    É bom que o Ceará, o Gilmar e os outros parceiros do MCCE, se preocupem mais em verificar primeiro os aspctos legais das coisas, antes de sairem por aí, produzindo besterol.

  • Leonardo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não tenho nada a favor do dep. Maksuês Leite, que considero demagogo, populista e oportunista. Acho que ele utiliza a tv como palanque eletrônico para se promover.

    Mas questionar o direito de um parlamentar se manifestar da Tribuna representa tamanha idiotice e truculência que atribuo a posição dos membros do MCCE ao caráter totalitário das ideologias defendidas pelos seus membros.

    O MCCE é um movimento legítimo com representatividade nacional. Ocorre que tal movimento foi aparelhado em Mato Grosso por militantes políticos que utilizam a credibilidade da entidade para atingir adversários e desafetos e também agem com intuito de desmoralizar e avacalhar a democracia.

    Tanto é assim que seu principal expoente defende publicamente o voto nulo, numa clara demonstração de que não age movido pelos valores da sociedade democrática. Dia destes eles apresentaram um pacote de denúncias contra vários pré-candidatos e políticos que estariam utilizando a máquina pública ou concessões públicas para se promover, mas se esqueceram (que coisa!) de incluir na lista a presidente do Sintep, patroa do Ceará, que usa e abusa em se aparecer num programa na mesma rede tv do maksuês, roberto frança e outros políticos.

    Então fica assim: vale denunciar políticos de centro e de direita. Vale tbm para alguns da esquerda, como Abicalil e Alexandre César, por serem desafetos dos patrões do MCCE. Me fazem lembrar um velho político mineiro que dizia assim: amigo meu não tem rabo, mas inimigo, se não tiver eu ponho.

    Acho que eles também agem assim porque a imprensa dá muito espaço e colher de chá para esses militantes profissionais e desocupados por convicção.

  • Katia Negreiros | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Diariamente vejo o programa de Maksuês Leite. Acredito que seja bem intecionado, mas vale ressaltar que a propaganda que faz no referido programa, é muitas vezes exagerada. Como todo político brasileiro, traz toda a brasa para sua sardinha, e sempre dizendo que não está ali para criticar o trabalho de ninguém, mas está somente vendo o lado da população. Assim como diz na reportagem, ele se empolga e faz duras críticas ao atual governo varzeagrandense. Será que quando estiver no Poder Municipal não fará a mesma coisa que ele tanto critica? E qual a razão para se mostrar somente os Bairros de VG e porque não mostrar também os de Cuiabá? Nota-se que tanto ele quanto um de seus repórters, que acredito sairá candidato a Vereador por aquele município, são muitas vezes cruéis e ainda dizem não estar levando para o lado pessoal ou da política. Gostaria muito que o referido Deputado fosse eleito somente para ver se ao estar com a máquina na mão não irá se distanciar da população. Vale ressaltar que não sou e nem gosto de política, pelo motivo mais simples: NÃO ACREDITO EM POLÍTICO! NÃO ACREDITO EM CANDIDATOS QUE USAM SINDICATOS, ASSOCIAÇÕES E A MÍDIA PARA SE PROMOVER.

  • Ediomar Limper | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Até que enfim o MCCE parece que começa agir com lisura nas suas denuncias ao TRE-MT,pois até hoje só vi essa ONG a denununciar politicos de posição centrista e governista,essa denuncia contra o Macksues é mais que justa e tardia,pois o Walter Rabello ,tambem do PP do Riva e Pedro Henry já saiu do ar da TV SBT canal l2,ha mais de 20 dias graças a decissão da competente juiza Maria Aparecida Ribeiro,da zona eleitoral de Cuiabá. E lamentavelmente até hoje o MPE e o Juiz Eleitoral de V.Grande ou o proprio Tribunal Regional Eleitoral de MT, continua cego,surdo e mudo com relação a pátifaria radio-televisiva que o Macksues Leite vem realizando diariamente na TV Rondon,canal 5 e Cuiabana FM, com o seu politiqueiro programa Comando Geral, além disso ele todos
    ps finais de semana ele corrempe os pobres nos bairros de V.Grande, com o tal Ação Geral, que não passa de um programa social para comprar voto antecipado dos eleitores humildes, com distribuição de leite, remedio, carteira de motorista, carteira de identidade, corte de cabelos etc; Será possivel que o TRE não vai ver uma coisa dessa, cade a sua equipe de fiscais contra a corrupção eleitoral. Será que V.grande, não pertence a MT,.Acorda Dr.Leonidas e Dr.Manoel Ornellas, o TRE não pode ser conivente com isso.

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...

Promotor recebe medalha do Exército

Mauro Zaque curtinha   O promotor de Justiça Mauro Zaque (foto) foi condecorado com a medalha do Exército Brasileiro na manhã desta segunda (19), no dia da instituição. A solenidade é considerada a segunda maior do Exército Brasileiro, foi reservada por conta da pandemia e contou com a...

Sema reabre os parques em Cuiabá

mauren lazzaretti sema 400   Fechados desde 1º de abril, em obediência às regras de decreto municipal, que suspendiam as atividades coletivas, os parques estaduais urbanos de Cuiabá reabrem nesta segunda (19) para utilização pelo público. Será possível acessar as tradicionais trilhas...

Pilha em Jayme pra disputar o Governo

jayme campos 400   Mesmo sabendo que Jayme Campos (foto) não entra em disputa onde percebe dificuldades para vencê-la e militando no mesmo partido de Mauro Mendes, o DEM, algumas lideranças políticas têm instigado o senador a se lançar ao governo estadual. Para tentar convencer Jayme, lançam...

Scheila assume APDM e cita projetos

scheila pedroso 400   Esposa do prefeito sinopense Roberto Dorner, Scheila Pedroso (foto), primeira-dama e secretária municipal de Assistência Social, passa a tocar, pelos próximos dois anos, a Associação para o Desenvolvimento Social dos Municípios de MT (APDM/MT). Ela promete juntar força com os...