Últimas

Segunda-Feira, 17 de Março de 2008, 15h:45 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

VÁRZEA GRANDE

MCCE denuncia Júlio de novo por propaganda

  O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) ingressou com mais uma representação eleitoral junto ao Ministério Público contra o pré-candidato a prefeito de Várzea Grande, Júlio Campos (DEM). Acusa o democrata de promover propaganda eleitoral extemporânea, ou seja, fora do período permitido pela legislação, e ainda de utilizar caixa 2.

  Segundo a representação, aliados de Júlio Campos, que disputa com Wallace Guimarães o direito à candidatura à sucessão municipal pelo DEM, estiveram distribuindo, na sexta (15), milhares de exemplares do jornal Folha do Estado, no terminal de ônibus de André Maggi. “O representado abordava as pessoas, entregava o jornal, dava o recado, tudo nas dependências do terminal André Maggi, um local público, onde é proibida a propaganda eleitoral”, diz trecho da representação.

   Anexa à representação está um DVD com imagens da entrega dos jornais, além de um exemplar do impresso com a manchete destacando o resultado de uma pesquisa eleitoral em que o conselheiro aposentado do TCE figura entre o mais cotado à sucessão do prefeito Murilo Domingos (PR).

    Caso seja confirmada a propaganda fora de época, Júlio Campos terá que pagar uma multa que varia entre R$ 21,2 mil a R$ 53,2 mil. Ele ainda corre o risco de ter o registro de candidatura indeferido. Esta já é a segunda representação do MCCE, coordenado por Antonio Cavalcanti, o Ceará, contra o pré-candidato. No mês passado, o Movimento acusou Júlio Campos de promover um jantar em uma churrascaria, que se transformou “num enorme comício". (Simone Alves)

  • Clique aqui e confira a nova representação contra Júlio Campos.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Estanislau Rodovalho da Costa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Entre os tres pré-candidatos que disputam para sairem candidatos a Prefeito de VG,existe uma enorme diferença de um deles. Não se pode colocar no mesmo patamar o ex-governador Julio Campos com os outros.Estes ainda não disseram a que vieram como deputados e, querer igualá-los a quem já foi governador, senador, dep. federal e conselheiro,é não saber distinguir àgua do vinho.Portanto não há o que se discutir. Vai ganhar o melhor.É Júlio!!!!!

  • vilson nery | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A teor de alguns comentários já publicados, a turma do DEM (Deixa eu Mamar)é maior que se imagina. Mas a inclusão destes (por ora, DEsMamados)em suspeitas folhas de pagamento (na prefeitura de VG) está ficando cada dia mais difícil, graças ao controle externo da sociedade e de instituições como o MP.

    O MCCE não tolera qualquer tipo de propaganda extemporânea, uma das causas do "caixa dois" e da corrupção eleitoral. TODOS os pré-candidatos em campanha na linda Varzea Grande já foram objeto de representação perante o Juízo Eleitoral e o MP. E a julgar por recentes condenações, podemos ficar essperançosos.

    Por derradeiro, assim como o MCCE não se esconde, importante seria que alguns comentários publicados trouxessem a (verdadeira) identidade de quem os expressou, a fim de serem questionados sobre o teor, algumas vezes raivoso e calunioso, de saus afirmações. É possível também comprendermos por que computadores de órgãos públicos (do Esatdo de das Prefeituras) são usados para esse fim, durante o horário de expediente.



    Vilson Nery

  • Ronan Vítor | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Várzea Grande já foi uma cidade, hoje é um distrito, graças as experiências...
    Coloque numa listagem tudo de bom que Várzea Grande tem, e já teve e procure saber quem fez, acredito que menos de 5 % tenha sido feito e conquistado em adm. de prefeitos que naum foram do PFL (hoje DEM).Digo mais, os Campos amam VG e nunca deixarão que oportunistas, que nunca fizeram nda em Várzea Grande, nem quando foram eleitos pra fazer. Várzea Grande quer, progresso e responsabilidade.
    Chega de demagogos, que fazem pilantropia, dando leite, o povo quer a vara de pescar, naum o peixe...

  • Francisco ALMEIDA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Interessante essa denuncia o MCCE,de propriedade do vulgo cidadão CEARÁ, contra a divulgação de uma pesquisa realizada´pelo jornal FOLHA DO ESTADO,publicada e registrada no TRE-mt, que dá uma vantagem de l2 por cento de vantagem para o candidato do PP, sr.MACKSUES sobre os dois provaveis pré candidato do DEM, dr.WALLACE E dr.JULIO. Pois pelo que entendo então quem tinha de ser denunciado e punido é o candidato do PP sr. Macksues que esta na frente e ganha dos dois candidatos do DEM. vá plantar banana seo CEARÁ,voce e seu MCCE tem que denunciar esses deputadinhos-locutores e apresentadores de TV, que usam e abusam da nossa paciente todos os dias fazendo demogogias.

  • KASSIRA MATTOS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    quero parabenizar o FRANCISCO que alertou a nos leitores do RDNEWS, que o grande beneficiado com a divulgação dessa pesquisa do PRODATA/Folha do Estado publicada na semana passada, foi o candidato Macksues Leite do PP, que saiu em primeiro lugar, com l2 pontos a frente do JULIO e do Wallace, mostrando a força da sua candidatura. Tanto é verdade que no seu programa de rádio,e da TV ele fez questão de divulgar esses dados, ainda se vangloriando de que se o DEM escolher o WALLACE perde,e o Julio idem...
    ENTÃO a distribuição de jornal com a pesquisa que foi registrada no TRE-MT no terminal Andre Maggi não tem crime nhenhum, quanto mais abuso de poder. O MCCE deve estar a serviço de alguem para pertubar o DEM da Varzea grande,ainda bem que o nosso TRE não vai cair no conto desse vigarista e desempregado chamado de CEARA´´,que de cearense nada tem, pois os nordestinos são muito trabalhadores ,coisa que nunca vi este cidadão fazer.

  • carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    esse Julio. Não sabe mais o que fazer pra angariar a simpatia da população. Só lhe digo Sr julio Campos: "depois que a máscara cai é dificil recupera-la"

De MT para USP; governo comemora

gabriel usp ribeiraozinho 400   O governador Mauro Mendes comemorou o fato do estudante Gabriel Rodrigues Ribeiro (foto), de 18 anos, morador de Ribeirãozinho, município mato-grossense com menos de três mil habitantes, ter conseguido ingresso no curso de medicina da USP, considerada a melhor universidade do país. Aos 18...

ICMS e R$ 150 mi a mais a municípios

rogerio gallo 400 curtinha   O secretário Rogério Gallo (foto), da Fazenda, assegura que o governo estadual já enviou para os municípios, no primeiro trimestre deste ano, R$ 150 milhões somente em ICMS arrecadado a mais do que estava previso na lei orçamentária. O valor é 8 vezes...

Fúrio, última ação no MPE e morte

celio furio 400   Célio Joubert Fúrio (foto), que morreu nesta sexta, aos 56 anos, vítima da Covid-19, foi um incansável combatente de atos de improbidade administrativa em MT e na defesa do patrimônio público. Integrava aos quadros do Ministério Público Estadual havia 29 anos. Ele atuou...

Uma petista das causas bolsonaristas

edna sampaio 400   A emblemática vereadora petista Edna Sampaio (foto) se mostra a cada dia defensora das pautas bolsonaristas. Na Câmara de Cuiabá se aliou e vota combinado com os direitistas e conservadores tenente Paccola (Cidadania) e Michelly (DEM). No episódio em que a colega parlamentar fez uma "sarrada"...

Esperança do Procon por candidatura

gisela simona 400   Quem pensa que Gisela Simona (foto), aquela que perdeu para prefeita de Cuiabá e se queimou politicamente ao se aliar a Abílio no segundo turno, não se movimenta politicamente com interesse nas eleições de 2022 está redondamente enganado. Ela tenta, por tudo, reassumir a...

Sorriso tenta aval para conceder RGA

estevam calvo 400   A Prefeitura de Sorriso quer pagar RGA aos servidores, mas não encontrou até agora respaldo legal para assim proceder, considerando a Lei Complementar 173/2020 que, no contexto da pandemia, proíbe reajuste no salário de servidores federais, estaduais e municipais até 31 de dezembro deste...