Últimas

Sexta-Feira, 29 de Junho de 2007, 18h:46 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

EMBATE JURÍDICO

MCCE reage e ataca os 3 petistas denunciados

      Integrantes do Movimento Cívico de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), que sempre levaram o carimbo de aliados do PT, agora resolveram agir com imparcialidade e, por conta disso, motivaram uma briga e embate jurídico interessante. Nesta quinta, o MCCE foi à Justiça Eleitoral denunciar os deputados petistas Carlos Abicalil e Alexandre Cesar e o vereador Lúdio Cabral. Acusaram os três de fazerem propaganda extemporânea e ainda de usarem indevidamente o ProUni para promoção pessoal.

   Abicalil, Alexandre e Lúdio, acostumados a atirar pedra, agora viraram vidraça. E não gostaram. Nesta sexta, em resposta, disseram que os integranrtes do  MCCE estão equivocados, foram irresponsáveis e maldosos ao denunciá-los sem fundamento. Agora, é a vez do MCCE reagir. Confira abaixo a nota na íntegra do líder do Movimento, Antônio Cavalcanti, o Ceará.

NOTA PÚBLICA

"Diante das declarações formuladas pelos políticos Carlos Abicalil, Alexandre César e Lúdio Cabral, classificando como irresponsável a denúncia do
Movimento de Combate a Corrupção Eleitoral (MCCE) contra suas respectivas campanhas extemporâneas, levadas a cabo através de representação junto ao
Tribunal Regional Eleitoral (TRE) na data de 28 de junho do corrente ano, vimos a público escalrecer que:

1)    A legislação que trata de período de campanha eleitoral é específico e claro, assim como a que impõe regras para o uso de símbolos oficiais. Ao afixar seus respectivos materiais de campanha e utilizar símbolos oficiais do Governo, os três políticos incorreram em grave crime eleitoral. Do contrário, devem provar na Justiça.

2)    O MCCE surgiu do interesse mútuo de ativistas interessados em um Brasil mais próspero e digno para os brasileiros, o que, começa, evidentemente, com uma organização política séria, respaldada na democracia,
na ética e na moral.

3)    Ao levar a denúncia contra os três políticos à Justiça Eleitoral, o MCCE cumpre com o seu papel para a qual surgiu, ascendendo na esperança de que a Justiça Eleitoral brasileira tome as providências, dentro do entendimento da legislação violada, contra aqueles que se arvoram do poder e usam apenas e tão somente em seu benefício.

4)  O MCCE, portanto, rechaça de maneira categórica que tenha agido de forma equivocada ou irresponsável. Muito pelo contrário. Consideramos que o Movimento agiu de maneira sensata e correta. Irresponsável seria não levar tamanha tortura contra as leis ao conhecimento das autoridades.

5)  Criado há sete anos, o MCCE em Mato Grosso reafirma neste momento seus propósitos. Mais experiente, queremos tranqüilizar a sociedade deste Estado e dizer que nenhum tipo de observação malfadada como feita pelos três políticos irá desmotivar seus integrantes da luta por um Estado ético e
democrático. Do alto da nossa isenção, seguiremos combatendo propagandas extemporâneas, como essa de agora; a exemplo dos anos anteriores, vamos
seguir denunciando as campanhas milionárias que, no final, ainda deixam saldos devedores contra empresas e também cabos eleitorais, e também os "caixa dois" de candidatos; bem como a tradicional e desgraçada compra de votos.

Diante do exposto, nos colocamos a disposição de quem quer que seja, especialmente da imprensa, para eventuais esclarecimentos."

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • LUCIO ALMEIDA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Espero que esse episodio nao seja uma farca, pois, esse pessoal das "denuncistas" geralmente sao pessoal do PT. Esse Ceara, sempres esta em reuniao com o pessoal do PT. Temos que acreditar, Mais abre o olho companheiro....

Recuo do DEM e agora no Republicano

gabriel guilherme 400 curtinha   O DEM terá de excluir da lista de pré-candidatos a vereador pela Capital o nome do jovem Gabriel Guilherme (foto), de 22 anos. Ele optou por se filiar ao Republicano. Lotado na Assembleia como assistente da Secretaria de Orçamento e Finanças e filho do ortopedista Paulo Fonseca...

Galvan vai deixar PDT e ir pra o PRTB

antonio galvan 400 curtinha   Embora não tenha perdido de vistas o Aliança pelo Brasil, partido que está sendo criado por Bolsonaro, Antonio Galvan (foto), presidente da Aprosoja e que acabou levado à frigideira dentro do PDT em meio ao embate por tentativa de candidatura ao Senado, se mostra disposto a ingressar no...

"Pátio igual gato, comendo e miando"

jose medeiros 400 curtinha   O deputado José Medeiros (Podemos), vice-líder do Governo Bolsonaro na Câmara, disse que o prefeito Zé do Pátio, de Rondonópolis, está parecendo gato, comendo e miando, pois recebe recursos federais, inclusive de programas habitacionais e, mesmo assim, ainda alardeia nos...

Adair lançará ex-vice em Alto Paraguai

adair 400 curtinha   O ex-prefeito de Alto Paraguai, advogado emedebista Adair José Alves Moreira (foto), não vai disputar novamente, apesar da insistência do seu grupo. A tendência é de apoiar o seu ex-vice Luiz Figueiredo, com quem administrou a cidade de 2013 a 2016. Luiz também é do MDB e...

Deputado bolsonarista critica prefeito

claudinei deputado curtinha 400   O deputado Claudinei Lopes (foto), morador em Rondonópolis, ficou na bronca com o discurso populista do prefeito Zé do Pátio, para quem o povo nordestino votou em massa no PT e que não tem conseguido construir mais casas populares porque, diferente dos governos petistas, o presidente...

Sem Senado e tudo pela Mesa da AL

max russi curtinha 400   Presidente regional do PSB-MT, o deputado Max Russi (foto) tem participado das discussões para definição de candidaturas ao Senado, na suplementar de abril, mas não mais como pré-candidato. Seu desafio é outro. A prioridade é a busca da reeleição como...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.