Últimas

Quarta-Feira, 07 de Março de 2007, 16h:56 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

SEGURANÇA PÚBLICA

MCCE visita órgãos e cobra providências

 Integrantes do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) cobraram nesta quarta, em três reuniões distintas, providências quanto às agressões sofridas pelo ex-sindicalista Gilmar Brunetto, o Gauchinho. Ele reclama que em 1º de fevereiro foi interceptado por seguranças e PMs momentos antes de chegar à Assembléia, onde pretendia fazer protesto durante a posse dos deputados.

    Primeiro, os membros do MCCE estiveram com o secretário de Justiça e Segurança Pública, Carlos Brito. Depois foram recebidos no Ministério Público pelo procurador-geral de Justiça do Estado, Paulo Prado. Por fim, foram à Assembléia, quando cobraram do presidente, deputado Sérgio Ricardo, apuração dos fatos.

     Gauchinho alega ter sido agredido e levado à delegacia sob acusação de distribuir panfletos apócrifos. Em verdade, trata-se de informativo do MCCE com reprodução de denúncias do Ministério Público Federal contra deputados por supostos atos de improbidade administrativa. Gauchinho, que integra o MCCE, afirma ter sido vítima de agressão por parte de dois seguranças da AL e de PMs.

      Membro da Mesa Diretora da Assembléia, o deputado petista Ademir Brunetto, considerado primo de Gauchinho, participou da reunião. Ele não quis assumiu o grau de parentesco com o ex-sindicalista. "Lamento o que aconteceu. Sou até amigo pessoal do Gauchinho. Apesar da gente ter o mesmo sobrenome, a gente não é parente", afirmou Brunetto. Antes das eleições, porém, o hoje deputado procurou Gauchinho para pedir votos e o chamou de primo.

      Em nota pública, o MCCE afirma que luta pela garantia de direitos humanos e pela ética na política, condena a agressão sofrida por Gauchinho e a violação do direito à liberdade de expressão e pede providências. Confira abaixo o documento na íntegra.

Nota pública 

"A propósito das agressões físicas sofridas no último 1º de fevereiro por militante do Comitê Estadual do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) do Mato Grosso, Gilmar Brunetto, em frente à sede do Sindicato da Empaer, em Cuiabá (MT), enquanto organizava material que seria distribuído durante uma manifestação na Assembléia Legislativa, o Comitê Nacional deste Movimento vem manifestar o seguinte:

O direito à mobilização e à organização é inerente às entidades e aos movimentos da sociedade civil, que reagem ao grave momento pelo qual passa a democracia brasileira com redobrado ímpeto de afirmar a dignidade da ação política e de ver alteradas as bases estruturais sobre as quais se assenta a corrupção eleitoral.

Todos têm o direito de refletir sobre a realidade social e política do Brasil e de dar publicidade às incongruências no uso do recurso público. Não é possível se admitir que cidadãos e cidadãs sejam amordaçados por dedicarem suas vidas à causa de ver a política fortalecida como instrumento de serviço ao bem comum, nunca como campo privilegiado para desonestos e desagregadores.

As ações de controle social realizadas pelo Comitê Estadual do MCCE do Mato Grosso são louváveis em todos os sentidos. O que se quer com isso é fiscalizar o orçamento público, denunciar responsáveis pelo abuso de poder e uso indevido da máquina administrativa e fazer valer a justiça. Tudo para garantir que haja ética na política sob todos os aspectos, bandeira máxima do MCCE.

As tentativas de intimidação que os militantes vêm sofrendo são um atentado não só à liberdade individual, mas à livre expressão e à democracia. Esperamos que as investigações apresentem resultados e que a Assembléia Legislativa saiba adotar as medidas necessárias para que se esclareçam os fatos, com a devida punição dos responsáveis pela violência ocorrida.

Não podemos admitir que protestos da sociedade civil sejam calados com violência, a exemplo do que ocorreu em Cuiabá. Temos que garantir a liberdade de manifestação e de se realizar controle social e administrativo por parte da sociedade civil, sob pena de comprometermos os direitos dos cidadãos e cidadãs e a própria democracia."

Comitê Nacional do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Prefeito coloca secretarias em alerta

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) colocou em estado de alerta a Defesa Civil e as secretarias municipais de Obras e Serviços Urbanos por causa da chuva torrencial que caiu neste sábado em Cuiabá. Em vários locais, inclusive na região central, como em frente à praça...

Jovem prefeito à reeleição e os Maia

gustavo melo 400 curtinha   Em Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), o mais jovem dos 141 prefeitos mato-grossenses - completa 36 anos no próximo 26 de junho -, está disposto a buscar a reeleição pelo PSB. Mas carrega forte desgaste. O que traz certo conforto para Gustavo é o fato de Maia Neto, que comandou o...

Suposta delação tira sono de Alencar

alencar soares 400 curtinha   A notícia de que o STJ já teria homolagada delação de Sérgio Ricardo caiu como uma bomba. Mesmo depois do ex-deputado e hoje conselheiro afastado do TCE vir a público desmenti-la, assegurando não ter motivos para fazer tal colaboração premiada, os efeitos...

SD também deseja Taques ao Senado

pedro taques 400 curtinha   Empolgado com resultado de uma pesquisa interna, na qual estaria bem pontuado, aparecendo entre os preferidos ao Senado, mesmo após deixar o cargo de governador bastante desgastado, Pedro Taques (foto) passou a flertar não só com o Cidadania, conduzido no Estado pelo seu ex-secretário Marco...

Presidente do TJ-MT assume Codepre

carlos alberto tj 400 curtinha   O presidente do TJ-MT Carlos Alberto (foto) foi eleito presidente do Colégio de Presidentes dos Tribunais de Justiça (Codepre) do país. O cargo alça o membro de MT à liderança de discussões nacionais importantes. Dentre as atribuições do colégio...

Brecha pra futuro cassado ir à Justiça

kero kero curtinha 400   Wilson Kero-Kero (foto), ex-SD (socialista) que foi para ex-PSL (direita), anunciou ida para Podemos, mas permanecerá no partido direitista, é o relator do processo de cassação do colega Abílio Júnior, na CCJ da Câmara de Cuiabá. Na Comissão de Ética o...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.