Últimas

Quinta-Feira, 22 de Março de 2007, 11h:01 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

INFRAESTRUTURA

Membros do Conselho do Fethab são substituídos

    Mudanças nas diretorias de entidades e também de alguns secretários motivaram o governo a recompor o quadro do Conselho Diretor do Fundo Estadual de Transportes e Habitação (Fethab). Como representante da secretaria de Desenvolvimento Rural, por exemplo, entra o secretário Neldo Egon Weirich, no lugar do seu antecessor Cloves Vettorato. Da Casa Civil participa João Malheiros. Antes era Luiz Pagot, hoje secretário de Estado de Educação.

     A Federação das Indústrias (Fiemt) é representada no Conselho pelo seu presidente Mauro Mendes, que substitui Nereu Pasini. Rui Carlos Ottoni Prado substitui Edson Ricardo de Andrade como a voz da Federação da Agricultura (Famato) junto às ações do Fethab.

    A Associação Mato-Grossense dos Produtores de Algodão tem dois repesentantes: Sérgio de Marco e Gilson Pinesso. Antes eram José Pupin e João Ribas Pessa. Da Federação das Empresas de Transportes Rodoviários de Passageiros participa Carlos Alberto da Silva Corso no lugar de João de Campos Palma.

   O Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Estado (Crea-MT) entra no Conselho é tem como representante o seu presidente Tarciso Bassan. Ele integra a administração do prefeito várzea-grandense Murilo Domingos como superintendente de Trânsito e Transportes Urbanos.

   Criado em 2000, no governo Dante de Oliveira, o Fethab se transformou na principal fonte de recursos do Estado para investimentos em obras, como construção de casas populares e estradas. Cabe ao Conselho dar aval sobre as ações governamentais. Na gestão Maggi, o Fundo passou a ampliar a tributação. Hoje, cobra imposto sobre frete de soja, algodão, óleo diesel, madeira, gás natural e gado em pé. No ano passado, arrecadou R$ 274,9 milhões.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Contrato para tocar eventos do TCE

O presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Guilherme Maluf, fechou um contrato anual com a Infortouch Agência e Comunicação, Eventos e Produtos Alimentícios, aproveitando ata de registro de preços  do Tribunal de Justiça de MT, com adesão-carona num processo de 2019. A empresa vai faturar R$ 376,9 mil para atender demandas do TCE em toda logística de eventos, envolvendo as etapas de planejamento,...

Ação de promotor e volta de restrições

Adalberto Ferreira   O promotor de Justiça Adalberto Ferreira garante que prefeito de Juscimeira Moisés dos Santos não havia editado nenhum decreto endurecendo as regras de restrições à pandemia do coronavírus antes do MPE propor ação na Justiça. Ao falar sobre nota publicada...

Oséas agora está nas mãos de Abílio

oseas machado 400 curtinha   Oséas Machado (foto) conseguiu derrubar Abílio Júnior, a quem denunciou por quebra de decoro parlamentar, e assumiu a cadeira deste na Câmara da Capital. Agora, o cassado se articula para dar o troco. O problema é que ambos estão no PSC. Oséas quer buscar a...

Decreto "anula" o MPE em Juscimeira

moises 400 juscimeira curtinha   Em Juscimeira, o promotor de Justiça Adalberto Ferreira recorreu à Justiça de forma desnecessária. Pleiteou e conseguiu uma liminar para suspender um decreto do prefeito Moisés dos Santos que, segundo a ação, havia reduzido as medidas de isolamento social, permitindo...

Kero-Kero quer levar Abílio para Pode

wilson kero kero 400 curtinha   Na contagam regressiva do prazo para o troca-troca partidário - vence em 3 de abril para quem pretende ser candidato em outubro deste ano -, o vereador Wilson Kero-Kero (foto), do PSL e um dos opositores à gestão Emanuel Pinheiro em Cuiabá, está fortalecendo o Podemos. E se...

ECSP explica confusão com Marcrean

marcrean 400 curtinha   A Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP) emitiu nota sobre a suposta “carteirada” do vereador Marcrean Santos (foto) no HMC. Ele foi pivô de confusão e um vídeo viralizou nas redes sociais. Segundo a ECSP, o parlamentar foi até o local pedir informações...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.