Últimas

Sábado, 23 de Fevereiro de 2008, 09h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

JUDICIÁRIO

Mendes assume a presidência do STF em abril

Em entrevista ao RDNews, ministro mato-grossense promete empenho para acelerar a reforma do Judiciário, elogia a regra da fidelidade partidária e os avanços com a informatização do processo eleitoral e condena quem usa a mídia como trampolim político

   Aos 53 anos, o ministro mato-grossense Gilmar Mendes assume em 23 de abril a presidência do Supremo Tribunal Federal. O acordo já está fechado entre os demais membros da Côrte. Será uma eleição meramente formal, uma vez que é eleito o ministro mais antigo. Ele foi nomeado ministro do Supremo Tribunal Federal em junho de 2002 e, dois anos depois, foi ministro efetivo do Tribunal Superior Eleitoral. É autor de diversos livros e inúmeros artigos na área do Direito Constitucional.

   Mendes apresenta perfil diferente da atual presidente, ministra Ellen Gracie, que é discreta e sempre preferiu não se envolver em polêmicas. O mato-grossense apresenta personalidade forte, posições críticas em relação ao trabalho da Polícia Federal e da atuação do Ministério Público. Nesta sexta (22), em Cuiabá, Gilmar Mendes ministrou uma palestra como parte da programação do curso de pós-graduação em Direito Eleitoral, oferecido pela Escola Judiciária do Tribunal Regional Eleitoral.

    Em entrevista ao RDNews, durante o intervalo do curso, o ministro afirmou que não pretende mudar seu perfil, mas vai emitir suas opiniões em conformidade com a Côrte. “O presidente do STF nada mais é do que o porta-voz da Côrte. Emite opiniões sobre temas institucionais. Temos que debatê-los intensamente”, declarou. “Na presidência vou dar continuidade na reforma do Judiciário e tentar avançar na celeridade da prestação jurisdicional”, completa.

    Segundo o ministro, a Justiça Eleitoral é a que mais tem apresentado avanços. Entende que há evolução contínua. "Não tem muitas reclamações da Justiça Eleitoral”. O processo eleitoral informatizado é uma das conquistas citadas por Mendes, indicado ministro pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso. Também cita a preocupação com a redução de gastos com propaganda eleitoral. “Dificilmente nós vamos chegar a não ter cartazes na rua, como nos Estados Unidos. Mas a Justiça vem fazendo sua evolução contínua para reduzir as possibilidades de cooptação."

   Outro exemplo considerado por ele é a regra da fidelidade partidária. Acha a decisão correta. "Tem sido censurada porque possui uma determinação. Mas acredito que a resolução é provisória, até que passe o quadro de omissão. O TSE não insejava a perda de mandato e, sim, a disciplina”, argumentou.

   Irmão do prefeito de Diamantino, Chico Mendes, o ministro mato-grossense também condenou aqueles que usam espaço na mídia para angariar votos e se saírem bem nas urnas, mas pondera que a Justiça é quem oferece a brecha. “Os próprios partidos buscam desenvolver um celeiro de produtores de votos. Mas há uma relação ambígua no fato dos partidos estarem pautados no quociente eleitoral. A questão é saber, qual o tempo adequado em que os apresentadores de televisão e outros comunicadores devem se afastar”, diz Mendes para, em seguida, completa: "Em todas os cargos temos figuras públicas que se beneficiam da notoriedade. A nível nacional temos o Clodovil”, exemplifica. (Simone Alves)

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Milton Ribeiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Felicidades ao Excelentissimo Dr. Gilmar, que Deus o ajude a enfrentar e mudar essa morosidade do Poder Judiciario, é inadmissível que processos tramitem até por 8, 10, 13 anos no STJ, e outras instancias.

  • milton Ribeiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ficamos Felizes pelo Dr. Gilmar, Mato Grosso mais uma vez se faz presente em grandes cargos da República, que Deus o ajude na sua gestao, que Deus ilumine sua cabeça para que processos nao tramitem mais 10, 15 anos pelo STJ, STF, etc...

CAA-MT fará vacinação contra H1N1

ittalo leite 400 caixa de assistencia   A Caixa de Assistência dos Advogados de Mato Grosso (CAA/MT), presidida por Ittalo Leite (foto), já deu início à Campanha de Vacinação Contra a gripe H1N1. Serão disponibilizadas seis mil doses da vacina para imunização contra a Influenza A e B,...

Governo compra 103 motos para PM

O governo estadual vai entregar nos próximos dias 103 motocicletas à Polícia Militar. Isso deveria ter ocorrido nesta segunda, mas foi adiado e ainda sem data definida. As motos serão utilizadas pelas equipes de policiais da Companhia Raio de Moto-Patrulhamento, Força Tática e pelo policiamento ordinário na Região Metropolitana de Cuiabá e em vários outros municípios. No primeiro lote, o governador Mauro...

Ex-prefeito, contratos e multa do TCE

jeovan faria 400   O ex-prefeito de Campinápolis, Jeovan Faria (foto), vai ter de pagar uma multa equivalente a 10 UPFs/MT, o que corresponde hoje a R$ 1,8 mil, como punição por contratação de pessoal por tempo determinado sem atender à necessidade temporária de excepcional interesse público....

Decon investiga "fura-fila" da vacina

O delegado Rogério Ferreira, da Especializada do Consumidor (Decon), instaurou o que se chama de Auto de Investigação Preliminar para apurar possíveis irregularidades no cumprimento da ordem de vacinação contra a Covid-19 dentro dos critérios estabelecidos pela Prefeitura de Cuiabá. Na prática, busca investigar possíveis situações de “fura-fila” e outras circunstâncias ilegais. Rogério...

Um assessor parlamentar no TCE-MT

carlos brito 400   Carlos Brito (foto), que já ocupou diversos mandatos eletivos, será nomeado assessor parlamentar do TCE, cargo ligado diretamente à presidência. Ali, em sintonia com o gabinete do presidente Maluf, terá a missão de regulamentar o processo de solicitação da Assembleia...

Covid mata 20º pastor da Assembleia

aparecido domingues pastor cidao 400   Morreu neste sábado mais um pastor da Assembleia de Deus em consequência da Covid-19. Aparecido Francisco Domingues, o Cidão (foto), que era vice-presidente em Paranaíta, é o 20º pastor da Igreja em Mato Grosso a vir a óbito, após ser infectado pelo novo...