Últimas

Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2007, 01h:59 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

Mendes posterga candidatura; Éder avança

   O presidente da Federação das Indústrias do Estado (Fiemt), empresário Mauro Mendes (PPS), voltou a dizer, em entrevista ao programa Terceiro Mundo, da TV Record Canal 10, nesta terça à noite, que pode disputar a Prefeitura de Cuiabá, mas se recusa a colocar o assunto na pauta nesse momento. Para ele, articular candidatura faltando praticamente dois anos para as eleições representa 'política fora de hora'. Perguntado sobre o fato do presidente da MT Fomento, Éder de Moraes, do mesmo grupo político do governador Maggi, já estar trabalhando a pré-campanha ao Palácio Alencastro, Mendes despistou: "Respeito a liberdade de cada um".

     Éder de Moraes, que assistiu a entrevista com Mauro Mendes, reafirmou que é pré-candidato a prefeito da Capital. "Um projeto dessa envergadura não se constrói no afogadilho e tampouco no atropelo. Tem etapas que precisam ser vencidas. A vida é um exercício político e não existe vida fora de hora". Ele disse que está construindo espaço de forma consistente e tem a humildade de procurar as lideranças politicas da Baixada Cuiabá para debater o projeto.

   Num recado indireto a Mauro Mendes, eventual concorrente interno, Éder dispara: "O que talvez não esteja bem assimilado é que estou construindo minha candidatura através do alicerce e não pelo telhado. Essa construção leva tempo. Sou homem decidido. Tomo minhas decisões e assumo as consequências delas. Não fico escondendo o jogo da sociedade para ser canndidato de última hora".

     O presidente da MT Fomento assegura que sua pré-candidatura já tem apoio de 15 entidades e garante levar consigo para o partido que se filiará ao menos 5 mil pessoas. Observa que a tendência é acompanhar o destino partidário de Maggi e aderir ao PR. Ele se considera 'fato novo na política'. "Vou disputar espaço para prefeito. Acho que tenho esse direito como qualquer cidadão", destaca Éder, que tem mantido conversações com os deputados federais Homero Pereira e Wellington Fagundes, com o governador Maggi, com o secretário de Educação, Luiz Pagot, com o vereador Helny de Paula e com o ex-deputado Emanuel Pinheiro.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Os virtuais candidatos a governador

ygor moura 400   Mesmo que timidamente, alguns começam a externar, em privado, o desejar de disputar o governo estadual por um bloco de oposição, contrapondo o projeto de reeleição de Mauro Mendes. O empresário Ygor Moura (foto), da rede de clínicas de depilação Espaçolaser,...

Nomes "de fora" pra deputado federal

valtenir pereira 400   Enquantos os oito deputados da bancada federal de MT (Barbudo, Medeiros, Leonardo, Rosa Neide, Juarez, Bezerra, Emanuelzinho e Neri) vão em busca da reeleição, na esperança de continuarem em Brasilia por mais quatro anos, outros líderes correm por fora, dispostos a também entrar na...

Todos federais vão tentar a reeleição

carlos bezerra 400   Todos os oito deputados federais mato-grossenses estão trabalhando projeto de reeleição. Mas um resolveu espalhar, em paralelo, a ideia de tentar o Senado: Neri Geller (PP). Sabe-se, porém, que a jogada do deputado de Lucas do Rio Verde e que já foi ministro da Agricultura não passa de...

Mil cestas básicas vão para músicos

alberto machado 400   O secretário estadual de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, o Beto 2 a 1 (foto), está comemorando a decisão do governador Mauro Mendes e da primeira-dama Virginia Mendes, que desenvolve ações sociais de forma voluntária, de disponibilizar mil cestas básicas para...

Assembleia cede espaço pra vacinação

Eduardo Botelho _ 400   O prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro procurou e encontrou apoio da Assembleia para ampliar locais de vacinação da população contra Covid-19. Em reunião nesta sexta entre o prefeito e os deputados Eduardo Botelho (foto), Paulo Araújo e João José, que preside a...

VG fatura com os clientes da Capital

Com o feriado em Cuiabá nesta quinta (8), por força do aniversário de 302 de emancipação político-administrativa, o movimento no comércio migrou para a vizinha Várzea Grande, segundo maior município do Estado. Em alguns trechos, especialmente na região central, registrou-se congestiomanento no trânsito praticamente o dia todo. Em tempos de pandemia e com horário de funcionamento reduzido, lojistas e comerciantes...