Últimas

Segunda-Feira, 18 de Junho de 2007, 21h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

LEGISLATIVO

Mesmo acuado pelo PT, Lúdio não se opõe a Lutero

Vereador se recusa a assinar abaixo-assinados pela cassação e fica isolado, inclusive do grupo da Câmara mais à esquerda

    O vereador por Cuiabá, médico Lúdio Cabral, se vê acuado tanto pelo seu partido, o PT, quanto por um grupo minoritário na Câmara mais à esquerda. Mesmo sob pressão partidária, ele se recusou a assinar o pedido protocolado pelo PT na Câmara em defesa da cassação do mandato do vereador Lutero Ponce (PP), presidente do legislativo cuiabano. Internamente, crescem as críticas à postura de Lúdio. Ele está sendo carimbado como protetor da Mesa Diretora, o que vem causando revolta à militância.

    Em reunião interna, a Executiva Municipal do PT, sob Jairo Rocha, decidiu que fará um abaixo-assinados junto aos filiados para que a bancada na Câmara Municipal tome posição firme em defesa do impeachment de Lutero, a quem o PT culpa por cometer supostos atos de improbidade na gestão de Chica Nunes (PSDB), quando o vereador era primeiro-secretário da Mesa. Lutero, atual presidente, nega qualquer irregularidade e diz conduzir a Câmara com transparência.

     Enelinda Scala foi a primeira a assinar o documento. Procurado pela irmã Cléofa, religiosa e ex-chefe de gabinete no primeiro mandato de Enelinda, Lúdio Cabral apresentou resistência. Disse que iria avaliar para, depois, tomar uma posição quanto ao pedido de cassação do presidente do legislativo. Ele votou pela eleição de Lutero. Agora, a Executiva vai se reunir para avaliar a postura do vereador.

      Isolado

      Na Câmara Municipal, Lúdio Cabral, aliado dos deputados Carlos Abicalil (federal) e Alexandre Cesar (estadual), também se vê isolado. Tentou assumir para si uma bandeira em defesa da redução da tarifa do transporte coletivo e acabou se "queimando" diante de outros defensores da mesma causa, como Luiz Poção (sem partido) e Domingos Sávio (PMDB). Ocorre que o bloco havia decidido atuar em conjunto.

     Esperto, o vereador petista procurou o promotor de Justiça, Alexandre Guedes e, após receber orientação jurídica, ingressou com ação sozinho. Isso deixou os demais vereadores magoados. Agora, Lúdio enfrenta dois problemas: a desconfiaça dos petistas e o isolamento do bloco esquerdista na Câmara Municipal.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • elaine | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    voce agora só deve continuar mostrando o seu trabalho para mostrar para esse partido ao qual voce estar, que voce não tem nada a temer, e que vai continuar mostrando o que voce sabe fazer de melhor é de lutar por nos que somos da classe menos favorecida que existe em cuiabá, um forte abraço amigo.

  • gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Com base nos votos dos Conselheiros Valter e Antonio Joaquim confirmando as denuncias do MCCE das irregularidades gravissimas na Camara Municipal de Cuiaba,esperamos do Ver.Ludio que alem de defender a criação da CPI,reavalie a suas declarações afirmando que os Vereadores não tem mais oque fazer referente as denuncias.Te cuide Ver.com o recheio do BOLO

Despesas e o uso eleitoreiro de CPI

marcelo bussiki 400 curtinha   Buscando visibilidade pela reeleição em ano eleitoral, alguns vereadores da Capital, vergonhosamente, usaram e abusaram de dinheiro público para promoção pessoal na esteira da CPI do Paletó. A tendência é do relatório paralelo que pede afastamento do...

Sorriso incentiva 40 projetos culturais

ari lafin 400 curtinha   A seis meses de concluir o mandato, o prefeito de Sorriso, Ari Lafin (foto), estabeleceu, dentro do Plano Municipal de Cultura, o "PROMIC - Festival da Cultura 2020" para contemplar 40 projetos cujos valores somam R$ 340 mil, envolvendo artes visuais, artes cênicas, cultura popular, música, audiovisual,...

Quase R$ 2 mi para o Lucas Protegida

binotti 400 curtinha   A Prefeitura de Lucas do Rio Verde, sob Luiz Binotti (foto), contratou, por R$ 1,9 milhão, um consórcio formado pela Rocha Comércio de Equipamentos, que ficará com a maior "fatia" de R$ 1,4 milhão, e a Airplates Tecnologia da Comunicação, com R$ 521,7 mil, para desevolver o...

Silêncio sobre operação e elo com MBL

ulysses moraes 400 curtinha   O deputado de primeiro mandato Ulysses Moraes (foto), que deixou o DC e se filiou ao PSL, coordenador em Mato Grosso do Movimento Brasil Livre (MBL) e chamado por muitos de paladino da moralidade, mesmo sendo bastante ativo nas redes sociais, não usou a internet para comentar a operação da...

Nomes do DEM para vereador de VG

pablo 400 curtinha   O DEM do casal Jayme-Lucimar, senador e prefeita, respectivamente, é dono da maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com sete dos 21 vereadores. Destes, cinco já estão trabalhando projeto de reeleição, sendo eles Gisa Barros, que era do PSB; Valdemir Bernadino, o Nana; Pedro...

Flerte com candidato de outro partido

selma arruda 400 curtinha   Apesar de estar filiada ao Podemos, a ex-senadora Selma Arruda, que teve o mandato cassado por crimes eleitorais e deixou a cadeira neste ano, continua flertando com o pedetista, empresário e vice-governador Otaviano Pivetta, que não demonstra mais tanto ânimo para continuar com o projeto de disputa...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.