Últimas

Domingo, 03 de Fevereiro de 2008, 06h:40 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

LEGISLATIVO

Mesmo cassado, Fabris recebe salário da AL

* Democrata perdeu mandato há 3 meses por compra de votos na campanha de 2006

* Mesa é notificada pelo TRE e alega que o deputado está licenciado e com problemas de saúde

* Neste período de licença, parlamentarjá recebeu R$ 100 mil de salário

   Mesmo com mandato cassado há três meses, Gilmar Fabris (DEM) continua recebendo salário mensal de R$ 13 mil como deputado estadual. Hoje ele está na condição de "licenciado". O presidente da Assembléia, Sérgio Ricardo (PR), já foi notificado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) quanto a perda do mandato de Fabris. Não o "desgrudou" da vaga ainda, porém, sob alegação de que se encontra de licença para tratamento de saúde.

   Enquanto isso, Fabris permanece com direito a todos os privilégios de quem está na ativa: "gordo" salário, um veículo Corolla à disposição, assessores, R$ 30 mil de verba de gabinete, mais R$ 15 mil a título de indenização e outras despesas custeadas pelo erário.

    Fabris voltou a Assembléia após 20.057 votos. Com menos de dois meses de mandato, resolveu sair de licença para prestigiar o suplente Roberto França (sem partido). Depois foram mais duas licenças. No final do ano, uma representação do Ministério Público acabou culminando na cassação do seu mandato por compra de votos. O TRE descobriu que havia em Poxoréo, onde iniciou o processo, até caderneta com relação de eleitores e valores a serem pagos por voto pela coordenação da campanha de Fabris. Ele recorreu da decisão, mas não obteve êxito, assim como o deputado federal Pedro Henry (PP) e a estadual Chica Nunes (PSDB), que também foram cassados, mas estão nos cargos por força de uma liminar obtida no TSE.

  Somados o que Fabris já recebeu desde quando entrou de licença para cuidar do problema de obesidade, em março do ano passado, já se vão R$ 100 mil de salário pagos a ele pela Assembléia.

   Questionado sobre o assunto, o presidente da AL disse que "não há problema no fato de Fabris não ter saído oficialmente do mandato porque o suplente (França) já está ocupando o cargo, independente de qualquer coisa". (Pollyana Araújo)

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • cidadão desesperançado | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa AL não é a casa do povo é um clube de ação entre amigos

  • Rogério | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    POUCA VERGONHA!!!

  • Agnaldo da Silva Campos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É de conhecimento público que o Dep. Riva exerce sobre os seus pares teve inicio na dobradinha com o Dep. Gilmar Fabris. Foi no casamento RIVA/FABRIS que teve inicio a farra com o dinheiro público na AL/MT que perdura até com a anuência dos demais Deputados.
    A verdade que todos têm mendo do estrago que o Deputado Gilmar Fabris fará se cortarem os seus salários. Essa é a verdade dos fatos.

  • Jeovaldo Rosa Magalhães | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Como os Senhores veem, a diferencia do pobre e do rico, o pobre vai para o INSS, recer muito aquem de seu salario, agora o rico, não vai para o INSS, e ainda tem todas as regalias, Que é isso companheiro, o nosso denheiro e suado, cade o Ministerio Publico que não vê essa "depravasão" de escarnio com o nosso dinheiro. É com esse tipo de coisa que a saude vai mal. E muito cacique para roubar nos brasileiro. pelo amor de Deus alguem faz alguma coisa. Coloque o moço para receber do INSS, que ele sara rapidinho. Tem que ser como qualquer outro trabalhador. Com certeza nos temos que aprender votar, já botamos gente "pestiado" lá só dá nisso, mamando o nosso dinheiro sem escrupulo, nem dô ou piedade. Tudo a bem do meu bolço. Você quer ver ele sarar bonitinho, mande ele passar pela pericia do estado, com Maj Fernando Meier, no outro dia ele esta na rua trabalhando. E com um grande sorriso Kolgatte.Fui...

  • Ademar Adams | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E aí um tal de Sérgio Ricardo quer ser prefeito de Cuiabá...
    Um ação popular deve obrigar S.R. e Riva devolver tudo o que pagarem para esse Fabris. Ora de licença média... É sabdio que essa licenças médicas são tudo de araque!

  • JEOVALDO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Povo de Cuiabá e o "Homi" quer ser prefeito, com uma mentalidade dessas, Deus me livre, de tal perjuro, com certeza meu voto ele não terá. Vamos gastar o dinheiro e do povo mesmo não faz falta. O Srº saiu um belo representante Sergio Ricardo. Que papelão conivente com o acharcamento na vista de todos, esse é um assalto na cara de todo povo cuiabano. Temos que expugar esses mal representantes que se diz do povo. Ainda bem que já estamos em 2008, tempos da virada, porque quem tem de acertar a casa somos nos. Se for esperar pelas autoridades estamos frito, no olho do sacy, tomando na tarraqueta...e assim vai o caminhão do descaso. O pbre só toma no bagaço da laranja. Para não falar nome feio...Fui...

  • carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    AL PURA CASA DA MÃE JOANA, QUE VERGONHA.....

  • ALBUCASSIS RAMIRES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E DAÍ ? O QUE SE ESPERAR DE UMA ASSEMBLEIA COMANDADA PELA DUPLA SERGIO RICARDO E RIVA,QUE ACABAM DE APROVAR O BOSAIPO PARA O TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO.

    O FABRIS SEMPRE FEZ PARTE DA TURMA DO RIVA E BOSAIPO,RAZÃO PELA QUAL ELE VAI CONTINUAR SENDO BENEFICIADO PELOS SEUS COMPARSAS.

    COM A PALAVRA O MINISTERIO PUBLICO,QUE É O FISCAL DA SOCIEDADE, E O TRIBUNAL DE JUSTIÇA!!! SE É QUE EXISTE JUSTIÇA EM NOSSO ESTADO.

França elegível; CNJ desatualizado

roberto franca 400 curtinha   O advogado Rodrigo Cirineu, que assumiu a assessoria jurídica da campanha a prefeito de Cuiabá de Roberto França (foto), assegura que o ex-prefeito está elegível. Explica que o cadastro de inelegibilidades do Conselho Nacional de Justiça, constantando ainda o nome de...

Candidato da família Oliveira à Câmara

luluca 400 curtinha   O jovem advogado Luluca Ribeiro (foto) é uma das apostas do MDB por renovação na Câmara da Capital. Concorre a vereador e tende a "herdar" o espólio político da família Oliveira, dos tios Dante, ex-governador que morreu em 2006, e Thelma, prefeita de Chapada dos Guimarães....

Deputado tenta censura e sem êxito

xuxu 400 curtinha   Em duas tentativas, o deputado estadual Xuxu Dal Molin (foto), candidato a prefeito de Sorriso pelo PSC, tentou, sem êxito, censurar o portal Rdnews. Na 1ª Vara Cível da Comarca de Sorriso, Xuxu ingressou com pedidos de antecipação de tutela, pleiteando retirada do ar de matérias que...

Rei do Gado entra numa difícil disputa

mauricao 400 curtinha   O leiloeiro Maurição Tonhá (foto), chamado por muitos de "Rei do Gado", está de volta à disputa eleitoral. O pecuarista com bens avaliados em R$ 19 milhões é candidato pelo DEM a prefeito de Água Boa, muncípio já administrado por ele por dois mandatos. Em...

Ajudando a enterrar CPI do Paletó

luciana zamproni 400 curtinha   O Palácio Alencastro está convicto de que, assim como na primeira votação, o relatório da CPI do Paletó que propõe punição ao prefeito Emanuel e vai ser votado nesta terça, será arquivado pela maioria dos vereadores cuiabanos. O desfalque do...

8 candidaturas e Thelma com chances

thelma de oliveira 400 curtinha   Mesmo sem apoio de nenhum outro partido, a não ser do seu PSDB, enfrentando forte desgaste político e rejeição popular e ainda problemas de saúde, se recuperando de tratamento de câncer de mama, a prefeita Thelma de Oliveira (foto) ainda tem chances de...