Últimas

Sexta-Feira, 27 de Novembro de 2009, 08h:22 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

EDUCAÇÃO

Mesmo sob críticas, reitor aliado de Henry conduz a Unemat

  O reitor da Universidade do Estado (Unemat), Taisir Mahmudo Karim, vive um verdadeiro inferno astral. Sua gestão, que só termina em outubro de 2010, é marcada por denúncias de supostos atos de improbidade e deve enfrentar mais desgaste ainda se a Assembleia aprovar o pedido de CPI proposto nesta quinta pelo deputado Percival Muniz. Mesmo sob bombardeio e pedidos de afastamento, principalmente agora com as falhas na organização e na estrutura logística do maior concurso público do país que acabou adiado para o próximo ano, Taisir segue firme num posto para o qual foi reeleito em 2006 com 78% dos votos da comunidade acadêmica.

  Fernando Ordakowski

Deputado Pedro Henry, cacique da Grande Cáceres, é padrinho político do reitor da Unemat Taisir Karim

    Há pedidos formais e relação de supostas irregularidades protocolados na Casa Civil do governo Blairo Maggi para tentar derrubar o reitor. O Palácio Paiaguás entende que não pode interferir numa instituição que tem autonomia administrativa, apesar de integrar a estrutura da máquina estadual e estar vinculada à secretaria de Ciência e Tecnologia. Taisir tem como padrinho político o deputado federal Pedro Henry, um dos caciques da Grande Cáceres (Oeste), onde está a sede da Unemat. Henry faz propaganda como o parlamentar que mais viabiliza recursos à instituição. É forte aliado de Maggi. Muitos políticos "batem" em Taisir para atingir Henry, que deve concorrer à reeleição.

    A Unemat passa pela pior crise desde sua fundação. Alguns cursos estão sem laboratório. Falta incentivo à pesquisa. Os estudantes entendem que a instituição, da maneira precanizada que está sendo conduzida, não cumpre seu papel social. O curioso é que a instituição conta com um orçamento considerável. Nada menos que R$ 95 milhões dos R$ 104 milhões do orçamento são destinados ao pagamento dos 900 professores e 450 servidores. A faixa salarial dos docentes varia de R$ 6 mil a R$ 10 mil.

     Hoje com cerca de 16 mil alunos, a Unemat tem sua sede em Cáceres e está presente com campis em 10 municípios, sendo eles Alta Floresta, Alto Araguaia, Tangará da Serra, Sinop, Barra do Bugres, Juara, Luciara, Colíder, Nova Xavantina e Pontes e Lacerda. A nova eleição na Unemat acontece em julho do próximo ano. Como Taisir já foi reeleito, não poderá disputar novo pleito. Cada mandato tem a duração de 4 anos. Podem concorrer professores efetivos que já tenham feito doutorado. Votam todos os estudantes, professores e funcionários.

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • CONSUELO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Romilson, creio que a matéria esteja com um equívoco quanto ao título de doutor para concorrer ao cargo de Reitor da Unemat.
    Isso foi aprovado no Congresso de 2008, mas foi sorrateiramente modificado pelo Consuni para assim garantir a candidatura do candidato da situação, Adriano. É assim que esse grupo age dentro desta universidade. Focando apenas em seus interesses ao ponto do Pedro Henry ir a imprensa dizer que ele irá conduzir o processo eleitoral da Unemat. Talvez tenha dito isso (09/11/09 - Clube FM), porque como ele mesmo diz: o Taisir é um p.... louca e não será capaz de fazer as cosisas como o PH precisa que seja feito. Ou poderá ser para continuar a mandar milhões p/ Unemat e depois fazer com eles o que bem quiser, como tem sido até agora. Pasme Romilson, mas o Ginásio de Esportes da Vila Olímpica de Cáceres, após 07 anos de contrução, ainda não foi entregue a Comunidade Acadêmica, lá quando parece que vai teminar, eles dão um jeito de fazer desabar o teto, uma estrutura ou uma parede para conseguir um novo aditivo e continuar a mesma lenga. Mas tudo bem, pois foi assim que Cáceres cresceu seja pelas novas vilas contruìdas ou pelas padarias melhor estruturadas e aberturas de mais loterias e contrutoras>

  • CARINA TEIXEIRA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    FORA TAISIR! VOCÊ É UMA VERGONHA!

  • marcos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    meu deus!!!!!!!! padrinho da unemat o PH não pode não deve usa uma coisa que é publica pra batisa de afilha porque ele tinha que pergunta pra todos matogrosences si a seitaria ele como padrinho isso é mais uma forma de si apodera do bem publico .(isso é uma vergonha) os caserence si em vergonha de um tipo de politico que quer ser padrinho só porque conceguiu umas emenda palarmentar pra unemat ele esta sendo pago pra isso não esta fasendo favor pra niguem .só si for pro reitor........

  • ZÉZIM DA SAD | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Bruno | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A UNEMAT como no geral apresenta sérios problemas.
    Acredito não ser fato isolado apenas aqui no Campus de Cáceres, mas também dos demais. Em situação didática, o papel a que se destina a Universidade Pública não está sendo cumprido. Está servindo tão somente para formação dos professores efetivos. Estes já ganham como EFETIVOS, se aprimoram em MESTRADOS E DOUTORADOS, ganhando para isso, e acrescidos no salário o equivalente pós-formação.
    Além de verbas destinadas para pesquisas, nessa situação o DOCENTE recebe durante todo processo de pesquisa. É um excelente negócio para os DOCENTES, pois a safra de aprovados no vestibular é constante.
    Sendo assim a UNEMAT somente e tão somente está servindo aos mesmos. Não satisfeitos ainda, a ACOMODAÇÃO dos DOCENTES é enorme, a falta de postura e compromisso com os ACADÊMICOS, a didática deficiente, manipulação da matéria e notas, ou seja, ACADÊMICOS, SE VIREM!!!
    Quando o DOCENTE não se sai bem em sala, o que é feito? O DOCENTE aprova (empurra) o DICENTE para o semestre seguinte, afinal o DOCENTE tem que apresentar um aproveitamento mínimo da sua didática, medido por aprovações dos DICENTES por semestre.
    Então os DICENTES estão ali para cumprir tabela dos DOCENTES, sem aproveitamento e formação de qualidade.
    AUSÊNCIA DE ACOMPANHAMENTO DA ASSESSORIA PEDAGÓGICA OU CHEFES DE DEPARTAMENTOS DE CURSOS, CITANDO COMO EXEMPLO O MSc. Rhycardo Luiz Monteiro, CHEFE DO DEPTº DE COMPUTAÇÃO e PROFESSOR DE ALGORITMO, este não consegue aproveitamento de sua matéria de modo algum, sua aulas são um verdadeiro engodo.
    Os DOCENTES ganham bem, afinal são formados para isto (GANHAR BEM), MAS NÃO É FEITO O REPASSE CULTURAL, O RETORNO DESTE INVESTIMENTO PAGO POR NÓS, AOS DICENTES!!! OBSERVEM QUE A UNEMAT RECEBE REPASSES DIRETOS DO ESTADO E A FATIA EM%, É BEM GENEROSA!!!

  • BENEDITO MATOS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    esse retrato na situação dificil que encontra nossa cidade que esta nas maos desses.... que governa nossa cidade e reitoria da unemat

  • Ricardo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Imaginem o tamanho dop rabo preso que o maggi tem com o Henry!!!! Depois de comprovada tanta incompetencia do Taisir, ond e a UNEMAT não é capaz de realizar um concurso e ele ainda fica no cargo.


    IMAGINEM O RESTO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Orlandir Cavalcante | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Caro Bruno,
    Voce está cobertinho de razão, ouvimos sempre dizer que as aulas na UNEMAT são semelhantes a um ensino medio evoluido, pode ser verdade, mas conheço dignos e eficientes professores sejam eles mestres, doutores ou especilializados, e te digo, não são poucos não!
    Voce questiona a graduação dos mesmos e é verdade que temos professores na UNEMAT que com especialização dão de dez a zero em alguns doutores e mestres!mAs temos mestres e doutores singulares por lá!
    Voce deixa transparecer de forma sutil que os professsores ganham bem, pode até ser verdade, mas está aquém dos patamares de paises inclusive da Argentina, ´so para citar um exemplo.
    Assim, voce desvia o foco, o problema não está nos professores, e sim na estrutura que foi criada, e quando questiona se a ingerencia de Pedro Henry na administração da UNEMAT, o texto esta corretissimo.
    Trata se deu um aparelhamento politico partidário, despossuido de uma proposta de poder enaquanto realização politica.
    A UNEAMT para estes politicos é uma esfera de pode, de barganha pura e simplesmente. Assim a qualidade vai caindo e isto a comunidade academica vem sentindo nos ultimos anos em varios cursos.
    Mire suas criticas aos causadores deste incomodo pois na verdade tanto os professores quanto os academicos são frutos desta estrutura. Como as instancia de deliberação vem, nos ultimos anos sendo desrespeitadas para dar lugar ás reinvindicações do deputado Henry, a universidade engessou se.....

  • Camila Cristhine | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse reitor comcara de bobo da corte e tristão não engana ninguém. Tenho certeza que a lista dos aprovados nos concursos já estão prontas!

  • Antonio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O cacique Henry, até agora não se pronunciou com relaçào as atitudes dos seus indios.
    Será por conivência?
    Enquanto isso ..............

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

Vice que morreu na praia em Tangará

renato gouveia 400 curtinha   Assim que percebeu que não seria escolhido pelo prefeito Fabio Junqueira (MDB) como o candidato governista na briga pela Prefeitura de Tangará da Serra, ainda em junho, o vice-prefeito Renato Gouveia (foto), do PV, correu para os braços do tucano Vander Masson. Levou com ele uma chapa de 21...

Câmara chama secretária para vaga

chico 2000 curtinha   Após a destituição de Ralf Leite (MDB) da vaga de Chico 2000 (foto), licenciado, por força de decisão judicial, a Câmara de Cuiabá convocou a primeira suplente Luciana Zamproni (MDB) para assumir mandato temporário no Legislativo, menos de 30 dias. Ela atua como...

PTB perdeu uns, mas ganhou outros

emanuelzinho 400   Em Várzea Grande, enquanto alguns militantes do PTB, puxados pelo secretário jaymista Silvio Fidelis foram para os braços do candidato a prefeito Kalil Baracat (MDB), que tem Hazama (DEM) de vice, militantes de outras legendas decidiram abraçar a candidatura do petebista Emanuelzinho (foto). São...

PT de Cuiabá passivo; ROO, autêntico

kleber amorim 400 curtinha   O PT de Rondonópolis se organizou melhor, mobilizou a militância, se tornando mais autêntico do que o núcleo petista de Cuiabá. Para se ter ideia, o partido, numa posição de coragem e levando preocupação ao prefeito Zé do Pátio, que tinha...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.