Últimas

Segunda-Feira, 25 de Maio de 2009, 07h:20 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

EDUCAÇÃO

Mesmo sob protestos, reitor comanda Unemat até 2010

 Fernando Ordakowski
Clique na imagem para ampliação

 O reitor da Universidade do Estado (Unemat), Taisir Mahmudo Karim, vive um verdadeiro inferno astral. Entra no seu último ano de mandato e enfrenta uma onda de protestos, denúncias e pedidos de afastamento. Mesmo sob forte pressão, Taisir deve ser mantido no cargo por mais um ano, quando será realizado novo pleito. Na última quinta (21), estudantes e professores protocolaram junto à Casa Civil, sob Eumar Novacki, um documento pedindo o afastamento do reitor. Eles apresentaram um relatório que aponta 29 irregularidades na gestão, dentre elas atraso na implantação do novo estatuto da instituição, elaboração ilegal de um calendário escolar com quatro meses a menos de aulas, sucateamento da infraestrutura em alguns campis, criação de um curso sem o cumprimento dos trâmites internos e ate existência de funcionários fantasmas no quadro - saiba mais aqui.

Reitor diz que professor da
Unemat ganha de R$ 6 mil a
R$ 10 mil; piso é o mais alto do
país das instituições estaduais

   Taisir não se entrega. ”Isso tudo não passa de uma manobra politiqueira de um pequeno grupo”, rechaça o reitor. Segundo ele, a presidente da Associação dos Docentes da Unemat (Adunemat), professora Maria Ivonete de Souza, encabeça o movimento, que pretende desacreditar sua administração para ocupar o poder. “Em vez de me deixar trabalhar, ficam tumultuando. Criam situações já de olho nas eleições do novo reitor e majoritárias que acontecem em 2010”, reagir Taisir.

   Segundo ele, a Unemat passa por dificuldades financeiras que teriam começado após a  oficialização do novo Plano de Cargos, Carreiras e Salários dos Servidores. Atualmente, R$ 95 milhões dos R$ 104 milhões do orçamento previstos para este ano são destinados ao pagamento dos 900 professores e 450 servidores. A faixa salarial dos docentes varia de R$ 6 mil a R$ 10 mil. “Entre as instituições públicas estaduais, a Unemat é a que melhor paga os funcionários. Assumimos o compromisso de apertar os cintos por dois anos. Agora ficam me culpando pelo orçamento enxuto”, pontua.

"Isso tudo não passa de uma manobra
politiqueira de um pequeno grupo", diz reitor

    Fundada em 1978 e hoje com cerca de 16 mil alunos, a Unemat tem sua sede em Cáceres e está presente com campis em nove municípios, sendo eles Alta Floresta, Alto Araguaia, Tangará da Serra, Sinop, Barra do Bugres, Juara, Luciara, Nova Xavantina e Pontes e Lacerda. Para o reitor, o maior conflito está em Sinop. “Aqui em Cáceres tudo funciona bem. Em Xavantina e Tangará da Serra não tenho problemas. Agora em Sinop até aluno resolve entrar de greve”, dispara Taisir, numa referência aos dois mil discentes que deflagraram greve na última terça (19). Os alunos cobram a instalação imediata do Conselho Curador, revogação do novo calendário e contratação de funcionários para a biblioteca, que estaria sob ameaça de fechamento.

  A nova eleição na Unemat, vinculada à secretaria estadual de Ciência e Tecnologia, acontece em julho do próximo ano. Como Taisir já foi reeleito, não poderá disputar novo pleito. Cada mandato tem a duração de 4 anos. Podem concorrer professores efetivos que já tenham feito doutorado. Votam todos os estudantes, professores e funcionários. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • antonio carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    esse emilson é um grande fanfarrão msm !!! como o congresso foi feito na calada da noite ??? os estudantes e a adunemat gritaram aos 4 ventos para a realização dele ??? não souberam se organizar, agora é tarde..... e além disso, claro q um técnico ou professor de carreira tem muito mais capacidade de escolher um reitor q um bando de alunos ....fanfarrão !!!

  • Murilo Mendonça | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Teria o Taisir sido apadrinhado por algum Abicalil da vida (leia-se por algum petista)?
    Se não, por que o dito Taisir fora reeleito? Não tinha ninguém melhorzinho?
    É bom que se diga: reeleger alguém é pedir encrenca, sempre!

  • Bugrão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É muito simples para retirar o Sr. Taisir.....É só juntar provas de má gestão (principalmente dos recursos públicos) protocolar no MP, que este tomará as medidas para retirada do reitor. Enquanto sociedade, não acredito nem no Sr. Taisir, nem no sindicato....Dá impressão de apenas briga politica-eleitoral, nenhum dos dois está preocupado com a UNEMAT. Apena com o seu mundinho mediocre....Tá na hora de vcs crescerem e passarem a respeitar os estudantes, os técnicos, os professores, enfim.... a sociedade de mato grosso. Não destruam mais ainda a UNEMAT, com as briguinhas mediocres de vcs....façam o possivel para justificarem os salários que recebem....transformarem a unemat em um mar de lama fétida não vai levar a nada, ou melhor, só vai levar à destruição desta instituição. Parem com essa putaria (com todo repeito às putas)!!!!! Respeitem o dinheiro do contribuinte

  • Marcos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Em Cáceres está tudo bem??
    ora sr magrinífico reitor..
    tudo bem só se for na sua mansão
    pq até papel está faltando..
    toma vergonha.. a Unemat está quebrada, mesmo com o aumento orçamentário.. a culpa é dessa sua equipe de incompetentes.
    Taisir, pede pra sair!!

  • Denizalde Pereira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Antonio Teixeira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Na última quinta (21), estudantes e professores protocolaram junto à Casa Civil, sob Eumar Novacki, um documento pedindo o afastamento do reitor. Eles apresentaram um relatório que aponta 29 irregularidades na gestão
    Como, não entendi Mesmo sob protestos, reitor comanda Unemat até 2010 a RDNEWS,
    site tão combativo, que gosta de atormentar a vida dos cidadãos com denùncias, fazer uma afirmação dessa e dar espaço para defesa do acusado. Mais uma para ONG Moral e MCCE. Vamos lá gente, trabalhe!!!!!

  • Mossueto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0



    A turma do PT tem uma ala radical que so sabem criticar, quando colocam a responsabilidade em suas mãos, não sabem o que fazer, parecem animais de perseguição, quando a sua presa o encara, não sabem com reagir, e esquecem que hoje estão não poder, tem telhado de vidro, e pensam que estão na oposição, e pior, estão despolitizados que não sabem nem onde recorrer para que o seu grito faça eco, o que o secretário chefe da casa civil pode fazer contra o magnifico, que tem um mandato dado pela comunidade academica, pelo corpo docente e pelo quadro de funcionários da instituição, não seria o caso de recorrer ao MPE? Só que para isso teriam que ter provas concretas capaz de derruba-lo, mas ao inves disso, ficam fazendo essa politica suja, só para fazer barulho e não dar em nada, pois falar; acusar é muito facil, agora chegar na frente de um juiz e exigir os seus direitos mostrando provas, ai a coisa muda de figura, a cadeira de reitor a partir de 2010, esta vaga para quem quiser, e tiver qualificação; liderança politica e uma proposta convincente, ao inves de estarem fazendo demagogia, tratem de montar um bom plano de administração para a instituição, procurem um nome capaz de conduzi-los a vitoria e pronto, o reitor não é candidato a reeleição, por que tanto medo?

    Mossueto
    academico do curso de computação

  • paulo curso historia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Gostaria de saber dos senhores professores do curso de historia, especificamente o Sr. Acy Montequi e Dommingos Savio, qdo vão comecar a trabalhar, ou seja, lecionar no curso de historia. Parem de ficar criticando quem esta procurando trabalhar, mostre em sala de aula que tem condicão de lecionar.
    Basta a essa turminha de pesquecadores, Acy e Dommingos Savio.

  • José Rodolfo F. de Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Gostaria de saber sr. Reitor como vossa magnificencia chegou a esta conclusão, de que o nosso movimento legitimo e democrático é um movimento politiqueiro vindo somente do Nortão ?
    Gostaria que o sr. desse esclarecimento ao povo deste Estado sobre a atual situação da nossa Universidade ? De que com os atuais gestores não existe diálogo, de que tudo aqui, é feito na base de medidas despóticas, com um autoritarismo que nos lembra a ditatura militar, e o ancien regime europeu de absolutismo ? O porque de tudo nesta Universidade somente funcionar na base da pressão, de greves e de mobilização ? Creio que este veiculo comunicativo dará espaço aos que foram citados pelo sr. Reitor para que se defendam, pois, vejo-o com muita credibilidade e transparencia, ou será que mudou ? Será que continuará a publicar matérias sem o minimo de respaldo e verdade, fazendo mais politicagem do que mostrando a verdadeira política que acontece em nosso Estado?...

  • Denizalde Pereira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O reitor da UNEMAT é um grande cara-de-pau. Ou lhe faltam argumentos para dar uma resposta qualquer um pouquinho melhor do que essa cantilhena abjeta e repetitiva, ou pressupõe uma sociedade completamente imbecil. Vejamos!
    Uma Câmara de Vereadores quase inteira, representantes de vários partidos, inclusive vereadores do mesmo partido de Pedro Henry, Chico Daltro, José Riva, desloca-se a Cuiabá para acompanhar a severa crise (financeira, institucional e principalmente moral) da UNEMAT; por 3 anos, professores, técnicos, estudantes, de todos os campi realizam verdadeiras romarias para defender a UNEMAT dos sucessivos golpes e desmandos da reiTORIA; a reiTORIA se sustenta somente em fóruns anti-democráticos (sepultados pelo II COngresso Universitário) com membros constituídos na velha política a la Robertão (Roberto Cardoso Alves, dono da frase é dando que se recebe); uma Comissão da AL, a mesma que construiu junto com a Comunidade da UNEMAT incrementos orcamentários e os PCCS de professores e técnicos, que, concretamente, viabilizam a Universidade no campo do Ensino-Pesquisa-Extensão, encaminha para a AL pedido de afastamento por crime de responsabilidade; diversos deputados de vários partidos se manifestam favorável por uma CPI, por considerarem insuportável a falta de transparência na gestão da UNEMAT; por fim, o Presidente da AL, o Deputado José Riva, considerado um dos principais padrinhos políticos do reiTOR, declara na Câmara de Vereadores de Sinop a situação do reitor é insustentável (VER em http://www.youtube.com/watch?v=SkBeKuQYjko). Poderíamos listar mais mil situações como estas, mas penso que já seja o suficiente. Agora, perguntamos? Que tamanho poder tem uma simples professora, presidenta de um simples sindicato, suposta líder de um simples grupinho de algumas poucas unidades de pessoas? Qual foi? O sujeito está sugerindo o quê? Que seríamos ignóbeis

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...

França elegível; CNJ desatualizado

roberto franca 400 curtinha   O advogado Rodrigo Cirineu, que assumiu a assessoria jurídica da campanha a prefeito de Cuiabá de Roberto França (foto), assegura que o ex-prefeito está elegível. Explica que o cadastro de inelegibilidades do Conselho Nacional de Justiça, constantando ainda o nome de...