Últimas

Sexta-Feira, 23 de Março de 2007, 01h:20 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

ARTICULAÇÃO

Minha vaga não está à venda, diz conselheiro

  Spinelli se aposenta até meados de 2008, mas torce para compulsória ser ampliada para 75 anos    

    Prestes a completar 70 anos de idade, o conselheiro Ubiratan Spinelli afirma que conquistou 'lugar ao sol', torce para a aposentaria compulsória se ampliar para 75 anos e dispara em direção àqueles que já começam a se articular de olho em sua cadeira: "Minha vaga não está à venda e nem vou sair por agora. Quem estiver contando com isso vai ter de esperar".

    Ex-deputado, Tom Spinelli recorre à frase do ex-presidente da República e hoje senador Fernando Collor dee Mello (PTB-AL), que, sob pressão por causa das denúncias de corrupção, costumava repetir: 'O tempo é o senhor da razão'.  O conselheiro completa 70 anos em junho do próximo ano, condição que o empurra para a inatividade.

   O conselheiro, que ganha cerca de R$ 22 mil mensais e usufrui de uma série de privilégios, garante que não foi procurado por nenhum pretenso candidato ao cargo vitalício. Na sua avaliação, a cadeira de conselheiro (são sete ao todo) é concorrida porque "é um bom assento e todos querem conquistar um lugar ao sol". Oberva que a 'costura' precisa ter aval do governador, mesmo se tratando de vaga a ser indicada pela Assembléia Legislativa.

   Spinelli observa que, com o concurso público prestes a ser realizado para criação de vagas no Ministério Público de Contas, membros do Ministério Público passarão a ter direito também à disputa por cadeira de conselheiro. "Tudo vai depender de quem vai ser governador na época, pode ser o Blairo ou pode ser, por exemplo, Jaime Campos", comentou o conselheiro, para quem o governador tem poder muito forte na hora da definição de conselheiro do TCE.

   O conselheiro observa ainda que tramita um projeto no Congresso Nacional prevendo ampliação do direito à aposentadoria de 70 para 75 para ocupantes de cargos, como de conselheiro do Tribunal. Diz ter esperança desse projeto virar lei e entrar logo em vigor para, assim, permanecer ao menos mais três anos na ativa.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Opositores ganham força em Barra

adilson gon�alves 400 curtinha   Grupos de oposição estão ganhando "musculatura" em Barra do Garças, numa expectativa otimista de derrotar o candidato apoiado pelo prefeito Beto Farias (MDB), o atual vice Wellington Marcos, que está filiado ao DEM. Wellington é considerado nome "pesado"...

Cuiabá já conta com 10 "prefeitáveis"

paulo grando 400 curtinha novo   Dez partidos já possuem um ou mais pré-candidatos a prefeito de Cuiabá. E a "inflação" de nomes tende a aumentar empurrada pela necessidade de sobrevivência dessas legendas, que, lançando nome à majoritária, ajudam seus candidatos a vereador na busca por...

Apoio de Bolsonaro é aposta de França

roberto franca 400 curtinha   Roberto França (foto) segue cheio de esperanças do apoio de Bolsonaro a seu nome como pré-candidato a prefeito de Cuiabá. Entre o sim e o não, preferiu seguir o calendário eleitoral e se afastar da apresentação do seu tradicional programa de TV Resumo do Dia, de...

Adin contra nomeação em Cáceres

angelo audicom 400 curtinha   Presidida por Ângelo Silva de Oliveira (foto), a Audicom-MT, entidade que congrega auditores e controladores internos dos municípios do Estado, ingressou com Adin no Tribunal de Justiça, pleiteando liminar para, assim como ocorreu em Rondonópolis, também derrubar uma lei em vigor...

Viúva de Adriano disputa em Cáceres

anelise silva 400 curtinha   Anelise Silva (foto), viúva do ex-reitor da Unemat e ex-deputado Adriano Silva, lançou pré-candidatura à prefeita de Cáceres pelo DEM do governador Mauro. Ela enfatiza que sofre a dor da perda e que decidiu entrar no páreo para dar continuidade ao projeto de Adriano de...

Vereador tenta barra compra de cestas

diego guimaraes 400 curtinha   O vereador pela Capital, Diego Guimarães (foto), denunciou junto à Ouvidoria do TCE o que definiu como irregular a aquisição, com dispensa de licitação, de cinco mil cestas básicas de alimentos pela secretaria municipal de Assistência Social e Desenvolvimento...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.