Últimas

Terça-Feira, 21 de Agosto de 2007, 11h:31 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

MEIO AMBIENTE

Ministra recorda Curupira, elogia Sema e Maggi

Ministra Marina Silva, ao lado do governador Maggi e do presidente da AL, Sérgio Ricardo. Foto: Widson Maradona

   A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, lembrou nesta terça (21), em Cuiabá, durante abertura do seminário "Instrumentos Econômicos para a Gestão Ambiental Rural na Amazônia: Desafios e Oportunidades", que a luta pela sustentabilidade econômica, social, ética, política e cultural deve ser encampados por todos. "Tem aqueles anunciadores da boa-nova, pregando no deserto, aqueles que começaram ao meio-dia e aqueles que estão começando agora. Todos são igualmente importantes porque o resultado será a preservação de 22% das espécies vivas neste planeta, da maior florestal tropical do planeta, da maior reserva de água doce do planeta e com um processo produtivo virtuoso", disse a ministra.

  Marina lembrou da Operação Curupira, desencadeada em julho de 2005, envolvendo Ibama, Polícia Federal e o Ministério Público Federal, e fez elogios ao governador Blairo Maggi, que estava sentado do seu lado, e ao ex-secretário de Estado de Meio Ambiente, Marcos Machado. À época foi desarticulada uma rede que atuava na derrubada e no comércio ilegal de madeira. Diversas pessoas foram presas, entre elas Moacir Pires, então presidente da extinta Fundação Estadual do Meio Ambiente (Fema, hoje secretaria do Meio Ambiente).

    A ministra disse que no dia da Operação Curupira telefonou para Maggi. "Não foi fácil o telefonema. Mas eu disse: ´vou ligar´. É assim que eu faço com os governadores. E para minha agradável surpresa ele (Maggi) me atendeu e disse: ´ministra, eu quero que a senhora me dê um mês para a gente ir aí conversar'. Passou um mês, e ele foi lá com o doutor Marcos Machando, criando uma secretaria de Meio Ambiente", enfatizou.

    Marina Silva disse que às vezes recebe críticas ferozes, mas, mesmo assim, enfrenta os obstáculos como estímulos para completar a obra de um Brasil sustentável em todos os níveis. Segundo ela, o seminário conduzido pelo Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama), que estará reunido na Assembléia Legislativa nesta terça e quarta, vai contribuir para que o Brasil, de fato, assuma a responsabilidade da sustentabilidade econômica, ambiental, social, cultural e política.

Postar um novo comentário

Comentários (17)

  • bruno carlos de arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O discurso do atual secretário, para quem não o conhece, pode enganar muito bem. Conforme o ambiente e o interlocutor muda o discurso rapidinho. A única falha do ex-secretário Marcos foi não ter conduzido um substituto a sua altura. Como já disse a imprensa e vários deputados da CPI, TÁ FALTANDO GESTÃO NA SEMA.

  • antenor pereira de arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    OLha, participei hoje cedo da abertura do seminário na Assembléia, e deu para perceber o discurso fraquinho do secretário. Foi tão fraquinho que não despertou ninguém para aplaudi-lo. Foi constrangedor.

  • jorge alberto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Palavras, comentarios, puxão de saco todo papel aguenta, quero que pergunte ao governador quem vai fiscalizar esses programa defendido pelo governador. A SEMA não tem pessoal competente para isso, a policia ambiental que tinha poder de policia para fazer isso, o governador risco do estado de mt.

  • aristóteles potter | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A história vai julgar o Dr. Marcos Machado como o melhor secretário de meio ambiente que passou pela estrutura governamental deste Estado. Não é justo comparar o atual secretário com ele, o atual têm muito que aprender, inclusive o respeito que os técnicos da Sema têm pelo secretário Marcos, pois só foi naquela época que eles se sentiram valorizados.

  • Patrícia Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Realmente o Sr. Marcos Machado deixou saudades.......
    Um secretário de muito respeito entre os servidores e principalmente um homem de palavra. A SEMA perdeu com a sua saída.

  • patricia manfrini | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sou testemunha que a ministra marina silva elogiou várias vezes o ex-secretário marcos machado e o governador. Notei a cara sisuda do atual secretário, que cochichava o tempo tempo com o deputado dilceu dalbosco, aquele mesmo da CPI. Na platéia o deputado Riva conversava com o promotor de justiça domingos sávio, parecia tentar persuadi-lo a ser mais manso na aplicação da legislação ambiental e mais tolerância com o setor madeireiro. Serão os próximos passos da CPI que vão defenir os reflexos da conversa desta manhã.

  • Franklin Sugo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Realmente existe um abismo entre o Dr. Marcos Machado e o atual secretário. Principalmente em relação à confiança, o outro passava segurança, credibilidade e inspirava a confiança nos servidores da Sema. Desenvolver a confiança exige esforço e comunicação. De certa forma, o Dr. Marcos é considerado agressivo. Mas porque é franco, honesto e direto, e não hesita em dizer a verdade, quer seja uma boa ou má notícia. E aí está a diferença, ele é afirmativo. E pessoas afirmativas não violam o direito dos outros, pois mantêm um comportamento respeitoso.Muitos podem se esquecer, mas o Dr. Marcos Machado fez um compromisso com os técnicos de carreira da Sema, e o cumpriu. Ele teve a coragem moral de fazer a coisa certa, independentemente de relações de amizade ou outras alianças, mesmo que a sua conduta o tornasse impopular ou implicasse risco pessoal.Os últimos acontecimentos confirmam o que digo. A Sema tinha tudo para ser um modelo de gestão ambiental no país.
    E não venham dizer que é por falta de estrutura; o que falta é gestão. Nenhum órgão, por maior estrutura física e tecnólogica que possua se estabelece a não ser por "PESSOAS"; um dos maiores, senão, o maior patrimônio de uma empresa, seja pública ou privada, são as pessoas que ali trabalham. Agora ficam os servidores de carreira tentando reestruturar o que o atual secretário desestruturou em tão pouco tempo.Isso é andar na contra mão da História!

  • joao | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É GOVERNADOR MARCOS MACHADO SIM É UM HOMEM COMPETENTE, TRAGA ELE DE VOLTA PRA SEMA, PARA ARRUMAR ESSA BAGUNÇA QUE O DALDEGAN E ESSE ADJUNTO BATHILDE ANDA FAZENDO...

    TEMOS FÉ NO SENHOR GOVERNADOR TRAGA MARCOS MACHADO DE VOLTA JÁ!!!

  • carlos alberto de moraes brito | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Como engenheiro e empresário sou testemunha que a sema era muito organizada e eficiente no período do Dr. Marcos Machado. Nossos projetos eram até reprovados, no entanto, todos eram recebidos pelo secretário mesmo para dizer Não, pois o adjunto vivia viajando ou tinha outros compromissos. Eu não entendo como o secretário Marcos não indicou um técnico do quadro de sua confiança, pois a sua equipe de assessores, superintendentes e coordenadores eram muito solicitos e competentes, gente que suava a camisa, transpareciam muita dedicação e amor ao órgão, coisa que hoje eu não vejo, pelo contrário, entro naquela sema, e sinto as pessoas desmotivadas, com medo e com muitas críticas aos atuais gestores. O governador deveria saber o que está acontecendo lá dentro, pois não acredito que ele seja conivente com isto, não é a forma dele administrar a máquina pública.

  • Ricardo dos Santos Dalagnol | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

Reeleição consagradora e base forte

leonardo bortolini leo 400 curtinha   Em Primavera do Leste, o prefeito Léo Bortolin (foto) mostrou nas urnas ser mesmo um líder político emergente da região. Ele assumiu o Executivo, após vencer a eleição suplementar em novembro de 2017, com 69% dos votos válidos. Agora foi à...

Vereador eleito diz não apoiar Abílio

eduardo magalhaes 400 curtinha   Release produzido pela campanha de Abílio Júnior anuncia que 13 dos 25 vereadores eleitos e/ou reeleitos estão apoiando o candidato do Podemos neste segundo turno em Cuiabá. E incluiu na lista Eduardo Magalhães (foto), do Republicanos. Mas o próprio Magalhães,...

Ibope mostra acirramento Abílio x EP

abilio junior 400 curtinha   O primeiro resultado da pesquisa Ibope deste segundo turno, revelado hoje pela TVCA, apontando Abílio (foto) com 48% e Emanuel com 40% das intenções de voto, empatados tecnicamente dentro da margem de erro de 4 pontos percentuais para mais ou para menos, é uma mostra do quanto está...

Ricardo atuando pela reeleição de EP

ricardo adriane 400 curtinha   O ex-vereador Ricardo Adriane (foto), um dos dirigentes do Republicanos da Capital e do quadro de assessores do presidente da Assembleia, deputado Eduardo Botelho, está fazendo campanha pela reeleição do prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro. Numa reunião ampliada, Ricardo deixou claro que...

Única petista eleita define apoio a EP

edna sampaio 400 curtinha   Única vereadora eleita pelo PT na Capital, a professora Edna Sampaio (foto) resolveu declarar apoio à reeleição do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB). E mandou mensagens aos servidores públicos, que passarão a ter a petista como espécie de porta-voz na Câmara Municipal....

Batista agora aparece pra pedir voto

joao batista 400 curtinha   Único deputado do Pros com assento na Assembleia e presidente estadual do partido, João Batista (foto) resolveu aparecer nestas eleições em Cuiabá, mas no segundo turno. No primeiro, foi escondido pela candidata do Pros, Gisela Simona, que ficou em terceiro lugar. Nos bastidores,...