Últimas

Segunda-Feira, 19 de Maio de 2008, 09h:08 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

MEIO AMBIENTE

Ministro responde críticas feita por Blairo Maggi

O governador Blairo Maggi vai continuar tendo trabalho com o Ministério do Meio Ambiente. Apesar de ter influenciado na queda da ex-ministra Marina Silva, ele agora terá que enfrentar Carlo Minc, ambientalista radical. Antes mesmo de assumir o cargo já disparou críticas ao governador e em entrevista à Folha de S. Paulo rebateu os comentários de Maggi.

Após dizer que o governador de Mato Grosso, Blairo Maggi (PR), se pudesse, plantaria soja até nos Andes, Minc contemporizou. Ele afirmou que, assim como os ruralistas, os ambientalistas também têm que ter bom senso e algum limite. "Nós, os ambientalistas, os ecochatos de plantão, também temos que ter bom senso. Se os ambientalistas, sobretudo os mais puros e duros, se nós fôssemos muito fortes há 80 anos, provavelmente não haveria Pão de Açúcar e Corcovado, que foram feitos em costão rochoso. Acho que o limite deve ser para todos. Espero que com essa o Maggi continue não gostando muito de mim, mas pelo menos fique achando que eu sou menos maluco do que o que eu realmente sou", contesta Minc. (Alline Marques)

Clique aqui e leia a matéria completa, ou aqui para assinantes Folha.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Marcelo Arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tomara que no futuro o ministro Minc demonstre que tem competência para gerir o ministéiro do meio ambiente porque até agora tem demonstrado ser um falastrão pelos seguintes motivos:

    1 - Ele na primeira entrevista que deu em Paris na condição de futuro ministro entre outras besteiras falou mal do gopvernador Blairo Maggi ao afirmar que se pudesse o governador plantaria soja até nos Andes;
    2 - Disse também que só conhecia o Rio de Janeiro e não conhecia o Brasil;
    3 - Blairo foi coerente e respondeu que o futuro ministro não o conhecia e que ele (Blairo) plantava soja em suas terras legalmente constituidas e que não possuia terras nos Andes;
    4 - O Governador num ato estritamente constitucional que o cargo exige convidou o ministro para conhecer Mato Grosso e a amazônia, até mesmo num ato de cooperação ao governo Lula de quem Maggi sempre foi um leal;
    5 - Agora o ministro Minc dá uma nova entrevista dizendo que o governador Maggi não gosta dele, ora tudo tem limite ou ele (Minc) mostra serviço ou vai ser conhecido por uma passagem rápida pelo ministério e pela sua falácia.
    Antigamente para ser ministro se exigia muito mais do que ser falastrão, tinha que ter curriculum e educação, pena que as coisas mudaram neste sentido, e não foram para melhor.

  • Pedro Paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Só está faltando o Marcelo arruda falar quanto litros de leite ele está tirando por dia, vai ser leiteiro assim lá nos andes.

  • CASTELINHO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    CONCORDO PEDRO PAULO, TODOS ESTÃO VENDO QUE O INTERESSE DO GOVERNADOR É ECONÔMICO NÃO ESTANDO NEM AI PARA A BIO DIVERSIDADE DE MATOGROSSO E DO PLANETA. TEM QUE TER EQUILIBRIO SENÃO O ESTADO VAI VIRAR DESERTO.

  • jacyara | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não acredito que Blairo tem qualquer influencia na queda da ministra, realmente concordo que éla, a mesma Marina, tenha se cançado de não conseguir ver a luz no horizonte, com o governo lula lhe boicotando a todo tempo.
    Já C.Ming é um afago ao governador Sérgio Cabral, como o foi Pagot, a Blairo.

  • Antonio Etico R. Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pedro Paulo garanto a voce que Cargos é que tem no Governo, principalmente o de Defensor, mas garanto que de galanteador barato o Estado está cheio.
    Então o Marcelinho Arruda pode tirar o jumentinho da chuva, que para a turma do outro lado da ponte não temos nada. Marcelinho vai estudar para concurso da PM, mas cuidado, o critério é pesado, estão exigindo 24 dentes na boca, minimo=1.65, e máximo=25 anos, como sei que na Varja todos são Tucuras, não vai ser fácil.

Ataques a EP e o revide dos amigos

fabinho 400 curtinha   O empresário Fábio Martins Defanti, o Fabinho Promoções (foto), que em 2016 disputou para vereador e perdeu, está sendo bombardeado de críticas em grupos de WhatsApp, inclusive pelos próprios amigos, por causa de comentários, gravados em dois vídeos, com um...

Luizão e 10 promessas em cartório

luizao 400   O empresário Luizão (foto), candidato a prefeito de Rondonópolis pelo Republicanos, registrou em cartório 10 comprimissos de gestão, garantindo, em caso de eleito, executá-los logo no primeiro mês de mandato. O primeiro deles é de zerar a fila de consultas, exames e cirurgias. E...

Ex-secretários de França sem mácula

roberto franca 400 curtinha   A assessoria jurídica da coligação de Roberto França (foto), que concorre à Prefeitura de Cuiabá pelo Patriota, classifica de mentirosa e irresponsável a notícia de que ex-secretários de França, da época em que comandou a Capital, de 1997 a...

Líderes de Lucas e apoios ao Senado

otaviano pivetta curtinha 400   As principais lideranças políticas da "República" de Lucas do Rio Verde estão divididas nos apoios sobre candidaturas ao Senado. O vice-governador Otaviano Pivetta (foto), recém-desfiliado do PDT, faz campanha pela coronel Rúbia Fernanda (Patriota), propagada como a candidata...

Reeleição difícil em Barra do Bugres

raimundo nonato 400   Aos 81 anos, o piauiense de Campo Maior, Raimundo Nonato (foto), busca renovar o mandato de prefeito de Barra do Bugres pelo DEM. Embora considerado carismático e populista, pioneiro no município e ajudado pela força da máquina pública, Nonato, que já foi prefeito nos anos 82 e 90,...

4 com as maiores chances ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   Todos os principais candidatos ao Senado, na suplementar de 15 de novembro, para eleger quem ocupará a cadeira da cassada Selma Arruda, estão trabalhando com tracking eleitoral, metodologia que consiste, basicamente, em realizar pesquisas de intenção de voto por telefone de forma...