Últimas

Segunda-Feira, 19 de Maio de 2008, 09h:08 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

MEIO AMBIENTE

Ministro responde críticas feita por Blairo Maggi

O governador Blairo Maggi vai continuar tendo trabalho com o Ministério do Meio Ambiente. Apesar de ter influenciado na queda da ex-ministra Marina Silva, ele agora terá que enfrentar Carlo Minc, ambientalista radical. Antes mesmo de assumir o cargo já disparou críticas ao governador e em entrevista à Folha de S. Paulo rebateu os comentários de Maggi.

Após dizer que o governador de Mato Grosso, Blairo Maggi (PR), se pudesse, plantaria soja até nos Andes, Minc contemporizou. Ele afirmou que, assim como os ruralistas, os ambientalistas também têm que ter bom senso e algum limite. "Nós, os ambientalistas, os ecochatos de plantão, também temos que ter bom senso. Se os ambientalistas, sobretudo os mais puros e duros, se nós fôssemos muito fortes há 80 anos, provavelmente não haveria Pão de Açúcar e Corcovado, que foram feitos em costão rochoso. Acho que o limite deve ser para todos. Espero que com essa o Maggi continue não gostando muito de mim, mas pelo menos fique achando que eu sou menos maluco do que o que eu realmente sou", contesta Minc. (Alline Marques)

Clique aqui e leia a matéria completa, ou aqui para assinantes Folha.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Marcelo Arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tomara que no futuro o ministro Minc demonstre que tem competência para gerir o ministéiro do meio ambiente porque até agora tem demonstrado ser um falastrão pelos seguintes motivos:

    1 - Ele na primeira entrevista que deu em Paris na condição de futuro ministro entre outras besteiras falou mal do gopvernador Blairo Maggi ao afirmar que se pudesse o governador plantaria soja até nos Andes;
    2 - Disse também que só conhecia o Rio de Janeiro e não conhecia o Brasil;
    3 - Blairo foi coerente e respondeu que o futuro ministro não o conhecia e que ele (Blairo) plantava soja em suas terras legalmente constituidas e que não possuia terras nos Andes;
    4 - O Governador num ato estritamente constitucional que o cargo exige convidou o ministro para conhecer Mato Grosso e a amazônia, até mesmo num ato de cooperação ao governo Lula de quem Maggi sempre foi um leal;
    5 - Agora o ministro Minc dá uma nova entrevista dizendo que o governador Maggi não gosta dele, ora tudo tem limite ou ele (Minc) mostra serviço ou vai ser conhecido por uma passagem rápida pelo ministério e pela sua falácia.
    Antigamente para ser ministro se exigia muito mais do que ser falastrão, tinha que ter curriculum e educação, pena que as coisas mudaram neste sentido, e não foram para melhor.

  • Pedro Paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Só está faltando o Marcelo arruda falar quanto litros de leite ele está tirando por dia, vai ser leiteiro assim lá nos andes.

  • CASTELINHO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    CONCORDO PEDRO PAULO, TODOS ESTÃO VENDO QUE O INTERESSE DO GOVERNADOR É ECONÔMICO NÃO ESTANDO NEM AI PARA A BIO DIVERSIDADE DE MATOGROSSO E DO PLANETA. TEM QUE TER EQUILIBRIO SENÃO O ESTADO VAI VIRAR DESERTO.

  • jacyara | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não acredito que Blairo tem qualquer influencia na queda da ministra, realmente concordo que éla, a mesma Marina, tenha se cançado de não conseguir ver a luz no horizonte, com o governo lula lhe boicotando a todo tempo.
    Já C.Ming é um afago ao governador Sérgio Cabral, como o foi Pagot, a Blairo.

  • Antonio Etico R. Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pedro Paulo garanto a voce que Cargos é que tem no Governo, principalmente o de Defensor, mas garanto que de galanteador barato o Estado está cheio.
    Então o Marcelinho Arruda pode tirar o jumentinho da chuva, que para a turma do outro lado da ponte não temos nada. Marcelinho vai estudar para concurso da PM, mas cuidado, o critério é pesado, estão exigindo 24 dentes na boca, minimo=1.65, e máximo=25 anos, como sei que na Varja todos são Tucuras, não vai ser fácil.

Efeito-Covid adia vinda de Michelle

michelle bolsonaro A primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, e a secretária da Mulher, Luciana Zamproni, resolveram transferir para abril a agenda de 11 de março que teria como convidada a secretária nacional de Mulheres, do Ministério dos Direitos Humanos, Cristiane Britto e a primeira-dama do Brasil Michelle...

Governador entre a cruz e a espada

mauro mendes curtinha   Às vésperas da pandemia completar 1 ano em MT, o Estado vive o seu pior momento e o governador Mauro Mendes (foto) enfrenta uma verdadeira prova de fogo: liderar ações coordenadas em todo o território mato-grossense para evitar que o Estado viva cenas parecidas com as de Manaus e de Estados...

Câmara volta a realizar 2 sessões

juca 400 curtinha   A Câmara de Cuiabá, sob a presidência do vereador Juca do Guaraná Filho (foto), volta a realizar duas sessões semanais, nas terças e quintas. Por conta da pandemia, as sessões serão remotas. A resolução foi aprovada por unanimidade pelos parlamentares que vinham...

Coronel linha dura morre ao 91 anos

Coronel Abid 400   Morreu   em Campo Grande (MS), aos 91 anos,  o coronel da PM aposentado Adib Massad (foto), considerado  um dos principais nomes  da Segurança Pública de Mato Grosso na década de 1970. À época, ainda com a patente de  tenente, foi comandante regional...

Mauro e vitórias na briga de decretos

orlando perri 400 curtinha   A estratégia do governador Mauro Mendes de articular com os Poderes a edição do decreto de toque de recolher vem dando frutos. O governo publicou decreto impondo toque de recolher das 21h às 5h, com fechamento do comércio às 19h. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro,...

Prefeito é intubado e pode ir para SP

Prefeito de Tapurah Carlos Alberto Capeletti   É grave o quadro de saúde do prefeito de Tapurah (432 km de Cuiabá), Carlos Alberto Capeletti (PSD). Após piora, ele precisou ser intubado nesta quinta (4). Foi internado na terça (2), após testar positivo para Covid-19, em uma UTI no Hospital 13 de Maio, em...