Últimas

Domingo, 27 de Dezembro de 2009, 12h:20 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

DENÚNCIA

Moradores de Cuiabá reclamam de falhas no Disk-Silêncio

   O serviço Disk-Silêncio, da Prefeitura de Cuiabá, está mesmo em silêncio. Moradores têm recorrido ao número anunciado pela assessoria do prefeito Wilson Santos (PSDB) para denunciar incômodos devido à poluição sonora, mas reclamam que não há resposta. A servidora Sandra Borges se mostra frustrada com as falhas do serviço, apesar do tucano divulgar o Disk-Silêncio como mais uma iniciativa inovadora e bem-sucedida da administração municipal.

   Moradora do bairro Poção, na região central, Sandra reclama que em duas ocasiões precisou recorrer ao Disk-Silêncio, mas em nenhuma delas obteve resposta. Sem conseguir dormir na madrugada de domingo devido a uma festa promovida pelo vizinho, Sandra conta que entrou em contato com os policiais militares. Eles informaram que o serviço é de competência da prefeitura. “Mas em todas as vezes que disquei para procurar ajuda, os dois celulares do Disk-Silêncio estavam desligados”.

   Por mês, o Disk-Silêncio recebe uma média de 160 ligações. O problema é que o serviço, segundo os moradores, não está mais funcionado depois das 24 horas, pois os fiscais não estariam recebendo adicional noturno e de insalubridade. O telefone 9982-3210 deveria funcionar todos os dias, mas sempre está desligado.

   A lei do silêncio prevê multa de até R$ 1,5 mil. O limite de barulho para áreas residenciais é de 55 decibéis durante o dia e 45 decibéis durante a noite. Em áreas diversificadas, o barulho pode chegar até 65 decibéis durante o dia e 55 à noite. Para fazer a aferição é necessário o acompanhamento de uma equipe do disque-silêncio, já que a polícia militar não conta com o equipamento necessário. (Andréa Haddad)

Postar um novo comentário

Comentários (20)

  • Fabio Prado | Quinta-Feira, 05 de Outubro de 2017, 11h29
    0
    0

    Não serve pra nada, liguei inumeras vezes entre os dias 01,02,03,04 e hoje 05/10/2017, não atendem o telefone, liguei no 190 disseram que mandariam uma viatura e estou aguardando a viatura a mais de 10 horas depois que liguei e nada, infelizmente este é o que se tem pagando seus impostos abusivos

  • Vladimir | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Artigo 42 da Lei de Contravenções Penais - Perturbação do Sossego Alheio.
    A PM tem por obrigação de atender as reclamações referente a barulho, distúrbios sonoros, etc... É LEI! Portanto, enquanto previsto em nosso Código a polícia tem obrigação de ir ao local e agir como autoridade, pedir que abaixe o volume e se não for obedecido, pode prender os responsáveis pelo distúrbio. É previsto pena e ou multa e se for reincidência, é previsto aumento na multa e na pena.
    A Equipe de Poluição Sonora do Município de Cuiabá é pequena, o efetivo da PM é muito maior, pode muito bem trabalhar em equipe, onde tanto a PM quanto os fiscais podem solicitar auxílio em caso de necessidade de força para apreenção ou detenção, assim como a PM pode pedir a comprovação efetiva da Poluição Sonora, que é comprovada por meio de decibelímetro.
    A PM tem muito mais responsabilidade sobre o caso que a Prefeitura. Esta última tem apenas função de auxiliar, é um serviço de apoio e não de ostenção ao crime de Poluição sonora e nem da contravenção. A Prefeitura serve de ajuda à PM.
    Mas os sábio que comentam a matéria ignoram a realidade e falam mal de quem veio para ajudar, quem realmente deve combater o problema.

  • Antonio Carlos Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • ZELIA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ESSSE NUMERO NIGUEM ATENDE SA PESSOAS CHEGA DE MADRUGADA COM O SOM A TODO VOLUME E DIZ TA TD BEM COM A CARA CHEIA DE PIGA .......................

  • maria miranda mendes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A responsabilidade pelo caos na poluição sonora em cuiabá denomina-se arquimedes neto. Nos cinco anos de governo do prefeito wilson santos, o disk-silêncio nunca parou, sempre houve negociação entre o secretário - leve levi, eden capistrano e osmário daltro - com os servidores, e estes nunca se negaram a trabalhar. outra questão é que o senhor arquimedes teve a proeza de substituir o coordenador da poluição sonora, fiscal ademir que vinha fazendo um excelente trabalho e que promovia um rodizio entre os demais fiscais, de modo que nunca paralisaram suas atividades. É claro que os fiscais tem o direito de receberem o adicional noturno, ninguém é contra isso, e até o prefeito já assinou documento que concorda com isso, no entanto, cabe ao secretário responsável pela área, que o secretário municipal de meio ambiente, o dever de intermediar crises entre a sociedade e as atribuições da secretaria, e não o prefeito que já se pronunciou favorável ao adicional noturno. O problema que se percebe na secretaria de meio ambiente e que é generalizado é que os fiscais e demais servidores não têm nenhuma confiança no atual secretário arquimedes, que parece ser muito imaturo e inseguro na tomada de decisões, e devido a isso não coube uma outra atitude por parte dos servidores do que uma paralisação parcial até que este secretário acorde e começe a fazer alguma coisa pela gestão ambiental em cuiabá.

  • jadr | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    disk- silencio não funciona e os fiscais ainda zomban de sua cara, quando voce liga lá

  • nhô só | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu também já liguei várias vezes para esse serviço, e NADA. NINGUÉM ME ATENDEU.
    Será que alguém recebe para aterder os contribuintes?

  • Benedita da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O disk silencio disque que funciona não tem plantao de fim de semana, o celular não atende o usuario, a atual ouvidora recebeu diversas reclamações des ineficiente serviço. Quando não estão atendendo ao Juvam em blitzs ou quando voce tem a sorte de ser atendido nem sempre eles chegam atempo. A PM era mais eficiente pois atendia rapido, mas agora não pode mais fazer este serviço, fica o cidadão entregue a sua sorte ou compra tampões para ouvidos. Faltam fiscais para atender toda a demanda de barulho desta gente mal educada que insiste em perturbar o sossego alhieo, neste ponto a capital, é bem mal educada basta andar nas ruas e ver, nem porta de hospital é respeitada veja o caso da Amecor .

  • marcos valentim | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    olha, uma noite dessas eu liguei no tal disk-silêncio e o fiscal disse em auto e claro som de que eu deveria reclamar para o secretário pois este era o responsável por não pagar o adicional noturno e os outros direitos que existiam antes dele.

  • Candida Batista | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Este é o modo PV de administrar. Medo de tomar descisões. Imaturo.
    Quando não usa as ações para promover, quem administra, usa o cargo para receber criticas, com fundamentos, pois não administra bem algo que encontrou estruturado e funcionando bem.

Briga eleitoral de parentes em General

renato vilela 400 general carneiro   A briga política, jurídica e eleitoral na pequena General Carneiro, de 14 mil habitantes, está acirrada e envolve, em palanques diferentes, grupos com vínculos familiares. São dois na disputa pela prefeitura. A ex-prefeita Magali Vilela desistiu de tentar de novo o teste das...

Ataques a EP e o revide dos amigos

fabinho 400 curtinha   O empresário Fábio Martins Defanti, o Fabinho Promoções (foto), que em 2016 disputou para vereador e perdeu, está sendo bombardeado de críticas em grupos de WhatsApp, inclusive pelos próprios amigos, por causa de comentários, gravados em dois vídeos, com um...

Luizão e 10 promessas em cartório

luizao 400   O empresário Luizão (foto), candidato a prefeito de Rondonópolis pelo Republicanos, registrou em cartório 10 comprimissos de gestão, garantindo, em caso de eleito, executá-los logo no primeiro mês de mandato. O primeiro deles é de zerar a fila de consultas, exames e cirurgias. E...

Ex-secretários de França sem mácula

roberto franca 400 curtinha   A assessoria jurídica da coligação de Roberto França (foto), que concorre à Prefeitura de Cuiabá pelo Patriota, classifica de mentirosa e irresponsável a notícia de que ex-secretários de França, da época em que comandou a Capital, de 1997 a...

Líderes de Lucas e apoios ao Senado

otaviano pivetta curtinha 400   As principais lideranças políticas da "República" de Lucas do Rio Verde estão divididas nos apoios sobre candidaturas ao Senado. O vice-governador Otaviano Pivetta (foto), recém-desfiliado do PDT, faz campanha pela coronel Rúbia Fernanda (Patriota), propagada como a candidata...

Reeleição difícil em Barra do Bugres

raimundo nonato 400   Aos 81 anos, o piauiense de Campo Maior, Raimundo Nonato (foto), busca renovar o mandato de prefeito de Barra do Bugres pelo DEM. Embora considerado carismático e populista, pioneiro no município e ajudado pela força da máquina pública, Nonato, que já foi prefeito nos anos 82 e 90,...

MAIS LIDAS