Últimas

Quarta-Feira, 05 de Março de 2008, 08h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

EMBATE JURÍDICO

MP aciona Chica, que pode ser cassada 2 vezes

    Um outro processo por compra de votos contra a deputada Chica Nunes (PSDB) pode levá-la à perda do mandato pelo segunda vez. Ela já foi cassada, mas uma liminar no Tribunal Superior Eleitoral a segura na cadeira na Assembléia. A nova representação caminha, porém, a passos de tartaruga. Uma audiência para ouvir uma testemunha-chave, o policial militar José Roberto Muniz, estava marcada para a sexta (7) e foi adiada devido a uma viagem do relator do processo, juiz-membro do TRE, João Celestino Correia da Costa. A oitiva será remarcada na próxima semana.

   A Justiça Eleitoral também encontra dificuldades para intimar acusados e testemunhas. A representação formulada pelo Ministério Público Eleitoral acusa Chica de ter praticado captação ilícita de votos em Barão de Melgaço, na campanha de 2006, quando ela se elegeu com 27,648 votos. Conforme a denúncia, em 1º de outubro, dia das eleições gerais, Benedito João da Penha, supostamente um cabo eleitoral, foi preso em flagrante comprando votos em favor da então candidata. Ao ser interrogado pela polícia, Benedito confessou o crime e ainda acusou o ex-prefeito de Barão de Melgaço, João Batista Rodrigues Alves, de ser o articulador. Em depoimento, Benedito afirmou que por cada voto comprado ele recebeu R$ 30 e mais R$ 200 pelos serviços. O dinheiro foi repassado pelo ex-gestor.

   Durante a ação policial, um caderno de anotações, 302 “santinhos” da acusada e os R$ 200 foram apreendidos. Também chamado a depor, João Batista não foi encontrado pelos oficiais de Justiça. A representação ressalta que a não-participação direta da deputada no crime não a isenta da responsabilidade e pensar o contrário é alienação. “Longe disso, apenas confirma o que normalmente acontece em casos similares. De fato, a captação de sufrágio é, quase na totalidade dos casos, executada por cabos eleitorais. O candidato nunca se envolve diretamente na negociata, até porque isso despertaria muito mais atenção das autoridades públicas”, diz trecho da representação.

   Também está sendo analisada outra “face” da compra de votos: a hipótese de gasto ilícito de recursos. “(...) Captação de sufrágio (compra de votos) e gastos ilícitos de sufrágio são duas faces de uma única medalha”, completa a denúncia do MPE.

   Chica será julgada de novo com base no Artigo 41 da Lei 9.504/97, que dispõe sobre a cassação imediata do registro ou do diploma em decorrência da captação ilícita de sufrágio. A condenação, porém, não gera declaração de inelegibilidade.

   Estratégia

   Mesmo cassada no final do ano passado, a parlamentar usa as brechas da lei para se manter no posto. Uma liminar do TSE permite a ex-presidente da Câmara Municipal de Cuiabá a continuar legislando na AL. Ganha R$ 12,5 mil, mais subsídio de R$ 8 mil, um veículo Corolla à disposição, pode ter até 14 assessores, mais R$ 15 mil a título de indenização e outras despesas custeadas pelo erário. (Simone Alves)

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • CIDA OLINTO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    PARA MIM ESSA SENHORA REPRESENTA TUDO O QUE A POLÍTICA BRASILEIRA TEM DE PIOR. ESPERAMOS QUE A JUSTIÇA SEJA FEITA E A VERDADE ESCLARECIDA.

  • Antonio Cavalcante Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vamos Rir Um Pouco




    Num comício em Barão do Melgaço, dizia a deputada Chica Nunes: - Queridos cidadãos e cidadãs, durante todo o meu mandato, coloquei a minha honestidade acima de qualquer interesse político. Vocês são minhas testemunhas que desta bolsa - e mostrava a bolsa para os ouvintes - nunca saiu um centavo para comprar votos nesse município. Neste instante alguém grita: - Tá de bolsa nova hein deputada?

  • valmir molina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E PENSAR QUE ESTA MULHER É UMA REPRESENTANTE DO POVO MATOGROSSENSE,E PRINCIPALMENTE CUIABANO.ATÉ QUANDO OS PÉSSIMOS POLÍTICOS FICARAM IMPUNES.PRESTA ATENÇÃO CUIABANADA,ELA VAI TENTAR ELEGER ALGUÉM DA FAMÍLIA VEREADOR DA CAPITAL.

  • Juliana Dias | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É essa a outra face da nossa Justiça permitir que corruptos se mantenham no cargo.

  • Pedro Pereira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sempre achei que a Chica era uma deputada até atuante, mas depois da cassação e do escandalo nas contas da Câmara de Cuiabá, fica provado onde é o lugaR que ela atuou bem e com detreza...no orçamento. Meu voto pra vc Chica Nunca Mais

  • ANGELINA SOUZA,ESTUDANTE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    TEM UM MONTE DE FEMINISTA QUE DIZ QUE O NÚMERO DE MULHERES NA POLÍTICA DEVE AUMENTAR, POIS ELAS SÃO MAIS "HONESTAS", "SÉRIAS", "DEDICADAS"... TUDO BEM, NÃO VOU SER EU QUE DISCORADEREI. MAS O QUE DIZER DIANTE DE FIGURAS COMO ESSA DEPUTADA???

  • Odeth Anunciação | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Dia 08 de março é o dia internacional da mulher e pela ética, pela moral, pelos bons custumes que toda mulher tem o discernimento de desenvolver em primerio lugar e principalmente por nossa honra, proponho que a "mulher e cidadã" Chica Nunes, renuncia o mandato cassado, porque é muito humilhante andar por aí e ficar na boca do povo. Tá vendo aquela ali, meteu a mão no erário, esta sendo acusada de corrupção, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, associação ao crime, compra de votos.
    MULHER, ISSO NÃO VALE A PENA.
    VAZA DAÍ.

  • wagner | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Isso que chamamos de "persiguição política"..... vem um atrás do outro...mas a lei é soberana então o TSE que decidirá o futuro desta Deputada, pois aqui no TRE a forças maiores que a própria "LEI"...
    OBS AOS SUPLENTES: TERÃO QUE FAZER POLÍTICA COM HONESTIDADE, ÉTICA, COERÊNCIA.. VCS NÃO TEM O MÉRITO DE SEREM DEPUTADOS. ENTÃO ESPEREM ATÉ 2010 E SE EELLEEGGAAMM.
    ABRAÇOS

  • alencar dalbian | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Chica caçada...qua...qua...qua...ela manda tanto quanto Riva na ALMT, Pagot no Executivo e Lessa nos Desembargadores.

  • zezinho da vila operaria | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    caro romilson, aqui em nossa cidade, a policia esta usado os carros oficiais para frequentar, bares, restaurantes e ate faculdade. aqui no cesur tem duas viaturas da sejusp - unidade prisional que entra as 18:50 e sai as 22:30 as vezes ainda da uma passada no pagodinho da esquina.
    sera que esta viatura nao esta fazendo falta nesse horario para as unidades.

    nesta cidade ninguem toma providencia pra nada, apenas se cobram impostos e muitas promessas.

2 da AL em chapas distintas à AMM

nininho 400   Dois deputados estaduais estão divididos em chapas de honra da eleição da AMM, que acontece no próximo dia 15. O curioso é que Ondanir Bortolini, o Nininho (foto), filiado ao PSD e hoje presidente de honra da entidade comandada pelo segundo mandato consecutivo por Neurilan Fraga (PL), caiu fora da...

Trentini perde de novo para Pitucha

roland trentini 400 curtinha   Na queda-de-braço nos bastidores, o ex-prefeito por três mandatos de Alto Garças, Roland Trentini (foto), perdeu de novo para o rival político histórico, o também ex-prefeito Júnior Pitucha. Ambos, que já protagonizaram disputas acirradas, tensas e...

2 maiores líderes sob crise partidária

mauro mendes 400 curtinha   Os dois maiores chefes de Executivos em MT hoje enfrentam problemas partidários internamente. O governador Mauro Mendes (foto), mesmo sendo a principal estrela do DEM no Estado, não está confortável dentro do partido por causa de conflitos com os irmãos Júlio e Jayme Campos....

MM e deputados derrotados do MDB

carlos bezerra 400 curtinha   Por coincidência, deputados do MDB que tiveram seus candidatos derrotados nas urnas estão de afagos com o governador Mauro. E até convidaram-no para deixar o DEM e migrar para o MDB, numa articulação do cacicão do partido, o federal Carlos Bezerra (foto), que puxou a corda da...

Os Maia fincam força no Legislativo

silvio maia 400   O ex-prefeito por quatro vezes de Alto Araguaia, Maia Neto, perdeu nas urnas na majoritária, mas ganhou na proporcional. De um lado, a irmã Martha Maia, seu braço-direito durante todos os mandatos, foi derrotada à prefeita por Gustavo Melo, que se reelegeu. Por outro, Maia Neto viu dois dos seus...

Reeleito, Gustavo derruba o clã Maia

gustavo melo 400   O jovem prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), de 36 anos, manteve mesmo o "apertado" favoritismo, conforme mostrou na reta final a pesquisa do instituto Analisando, e derrotou o clã Maia. Venceu por 962 votos de diferença. Filiado ao PSB, Gustavo chegou a 4.805, enquanto Martha Maia (PP) registrou 3.840...