Últimas

Quinta-Feira, 09 de Agosto de 2007, 19h:20 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

MEIO AMBIENTE

MP discute impacto ambiental de Dardanelos

   A polêmica em torno da construção da hidrelétrica de Dardanelos, em Aripuanã (1000 km ao Norte de Cuiabá), que se arrasta na Justiça desde 2005, será tema de audiência pública na Assembléia Legislativa nesta sexta (10), às 15h. O promotor da Vara de Defesa do Meio Ambiente de Cuiabá, Gerson Barbosa, que preside a audiência, apresentará o Relatório de Impacto Ambiental (Rima) das linhas de transmissão do aproveitamento hidrelétrico. 

    O fato é que sem a liberação para edificar as linhas de transmissão, a hidrelétrica não poderá ser construída. Esse é mais um problema para o secretário de Meio Ambiente, Luís Henrique Daldegan, se preocupar. Ocorre que em 2005, a equipe técnica da Sema deu parecer favorável à construção, mesmo apresentando 24 ressalvas. Com isso, o Conselho, formado por 27 membros, aprovou a concessão e emitiu licença de instalação para o empreendimento, com prazo de validade de dois anos.

   Mas, como sete ações do MP ainda tramitam nas justiças estadual e federal, uma liminar foi expedida para interromper o empreendimento até que vários  questionamentos sejam respondidos. Segundo o promotor, o relatório deixa dúvidas. “O estudo  precisa  responder a muitos questionamentos, muitas dúvidas estão no ar. Por exemplo, é preciso saber se a usina pode ser ali e que consequências pode acarretar”, destaca Gerson Barbosa, em entrevista ao RDNews. (Simone Alves com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Celino teodoro de Melo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ronilson, quem tem que provar são eles. Não é verdade que ele demitiu o Sirio Pinheiro, por trabalhar para o Estado e para a Rede Cemat. O Waldir Teiss, é secretário e também recebe do Grupo Amaggi. Todos sabem disso. O que eu disse eu tenho provas com relação à mim eu tenho provas. tenho e-mail, enviado ao Depto Pessoal, solicitando explicações com respeito à minha demissão e ninguem me respondeu. Você pode fazer uma pesquisa aqui na fábrica do Grupo Amaggi, que todos dirão o que afirmo no e-mail anterior. Tem mais tenho e-mails, respondidos pelo diretores do Grupo onde os mesmos passam por cima de Lei Federal, sem o menor constrangimento. Tudo esta documentado. Não são acusações sem provas.

2 abstenções e briga pela 4ª Secretaria

silvio favero 400   Dois deputados se abstiveram na eleição da Mesa Diretora da Assembleia desta terça cujo votação foi secreta. Nos bastidores, os comentários são de que as abstenções foram de Sílvio Fávero (foto), que se lançou à disputa e, sequer, teve...

Petista, incoerência e voto contrário

ludio cabral 400   O petista Lúdio Cabral (foto), daqueles parlamentares do morde e assopra, na tentativa de marcar posição, expõe cada vez mais suas incoerências em votação na Assembleia. Na sessão que antecedeu a eleição para a nova Mesa Diretora, provocada pela decisão...

Projeto sobre VI na Saúde está na AL

gilberto figueiredo 400 curtinha   Já está na Assembleia, para votação dos deputados, o projeto do governo que garante retomada do pagamento da verba indenizatória aos profissionais da Saúde que atuam na linha de frente do combate à Covid-19 nas unidades hospitalares, ambulatoriais e...

2 desembargadores vão para TRE-MT

carlos alberto tj 400 curtinha   O Pleno do Tribunal de Justiça define, na quinta (25), em votação secreta e por videoconferência, dois desembargadores que comporão os quadros de comando do TRE-MT pelos próximos dois anos. O ex-presidente do TJ, Carlos Alberto Alves da Rocha (foto), é um dos inscritos...

Primeira-dama pede retorno de auxílio

marcia_pinheiro_curtinha400 Primeira-dama de Cuiabá Márcia Pinheiro (foto), em visita à sede do Rdnews e entrevista ao Rdtv, pede que a bancada federal de MT se mobilize e vote favorável ao retorno do pagamento do auxílio emergencial às famílias em situação de vulnerabilidade. Márcia...

Retorno, um novo tempo e inocência

jose carlos novelli 400 curtinha   Os conselheiros José Carlos Novelli (foto) e Antonio Joaquim participaram nesta terça da primeira sessão do Pleno do TRE, após três anos e seis meses afastados por determinação da Justiça, com base em denúncias sem provas de que cinco conselheiros...