Últimas

Quinta-Feira, 10 de Julho de 2008, 08h:06 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

FISCALIZAÇÃO

MP prepara força-tarefa contra abuso na eleição

  O procurador-geral de Justiça do Estado, Paulo Prado, diz já ter organizado uma força-tarefa para combater os abusos nas eleições municipais. Definiu parcerias com os Ministérios Público Federal e Estadual e com as polícias Federal, Civil, Militar e Rodoviária. Assim, acha que os políticos serão fiscalizados para evitar abuso do poderio econômico e outras irregularidades, como prática de compra de votos.

   Prado diz que, além disso, a população pode recorrer aos telefones 0800-647-1700 e 0800-647-8191 para fazer denúncias, inclusive nos feriados e finais de semana. A ligação é gratuita. O procurado também pede que a sociedade participe denunciando. Conclama o eleitor a não vender voto e manda recado: Fiquem atentos e o Ministério Público não irá aliviar para ninguém”.

   Sobre a sensação de impunidade àqueles políticos que acabam comprando votos, o chefe do MPE-MT desafia:"Ninguém vai escapar". Ele acredita que os que tiveram o mandato cassado por compra de votos e que se mantêm no cargo por força de liminar ainda serão punidos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “O TSE vai cassar todos esses, para nunca mais voltar”.

  Os deputados Pedro Henry (PP), Gilmar Fabris (DEM) e Chica Nunes (PSDB) estão entre os cassados por compra de votos. Apesar disso, continuam nos postos por força de liminares obtidas junto ao TSE.

   O MPE programa para segunda (14), uma audiência pública com a sociedade em geral, partidos, com líderes políticos e imprensa para discorer sobre as eleições de 5 de outubro. “Iremos chamar toda a sociedade e vamos falar de forma simples, sem o juridiquês para que fique bem claro o papel de cada nestas eleições", ressalta. (Alline Marques)

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • janice aparecida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    tomara deus que a justiça eleitoral consiga combater esses politicos corrupitos e essa populaçao que adora vender seu voto, eu mesma se presenciar alguma compra-venda de votos vou ter prazer em denunciar os dois. acorda povo chega de baderna vamos começar a fazer um limpa em nossa cidade a começar em tirar fora esses politicos que nunca fazem nada em prol da populaçao, mas sim a favor deles próprios. vamos eleger pessoas capacitadas que tem proposta em fazer algo pela cidade e por nós, se não fizer o que promete podemos unir e tira-los do poder, tiraram o collor que foi presidente da repúbrica porque nao um simples vereador...

  • Wilson Falcão Moreira da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabens Dr.Paulo Prado, o Sr. tem mostrado muita dignidade nos cumprimento de tarefas, tem demonstrado muita honestidade e preocupação com as coisas públicas. Graças a Deus, hoje podemos relacionar nomes como o do senhor que têm o mesmo ideal, quisera que os demais responsaveis pelo cumprimento de suas obrigações procurassem aproximar de seus atos, para poderem obter resultados que venham beneficiar a população.
    É O ORGULHO DE SER MATOGROSSENSE.

  • Sandro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    TRE e MPE cassam e o TSE suspende a eficácia da decisão.
    Eu, leigo eleitor pergunto: onde está o incompetente ?
    É inconcebível continuarmos com esse faz-de-conta. Enquanto isso, o dinheiro público vai pelo ralo, tanto na corrupção que está sendo julgada quanto com os altos salários dos julgadores e quem perde? Respondo. Tão e somente o povo. Ouvimos muitas críticas no sentido que o Governo Federal tem quer reduzir gastos. Sugiro que comecem com o TRE. Prá que esse órgão? Nas eleições são os trabalhadores que pagam impostos que são obrigados a trabalhar de graça.
    Deixa os julgamentos apenas no TSE. Lá, pelo visto, eles concedem liminares até por telefone.

  • Roberto Douglas | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Duvido que o Ministério Público Estadual faça alguma coisa contra o Sr. Wilson Santos......Paulo Prado é da casa dele e . . . .

  • Túlio Fontes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Louvável a atitude do Exmo. Dr. Paulo Prado.
    Entretanto, é preciso uma força-tarefa especialmente para o nosso Município de Cáceres. É neste município onde o abuso de poder econômico, TVs em nome de candidatos (monopólio vedado pela CF), dentre outros ilícitos eleitorais, acontecem de forma escancarada. Aconteceu em 2004 e o MP sabe disso. Já começou neste ano. Se providências enérgicas não forem tomadas, URGENTEMENTE, o pleito eleitoral estará maculado e a vontade popular não prevalecerá.
    Túlio Fontes

  • Paulo Ricardo de Brito | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Quero vê quem vai controlar a Máquina de Wilson Santos.

  • Marcelo Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Olha gente coitado dos candidatos que não tem apoio do Governador Blairo Gafanhoto Maggi, o Ministério Público vai cai de pau neles. Creuuuuu

  • marli | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • ROBERTO ARAÚJO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    MOSTRE DR. PAULO PRADO QUE A JUSTIÇA É PARA TODOS. COMEÇANDO PELOS PODEROSOS. POR EXEMPLO, NÃO DEIXANDO AS PRIMEIRAS DAMAS FAZEREM ENTREGAR DE COBERTORES SÓ EM ÉPOCA DE POLÍTICA. SENDO QUE É UMA OBRIGAÇÃO, O DINHEIRO PÚBLICO DO SOCIAL É PARA ISSO. E QUE NÃO SEJA SÓ NO PERÍODO DE ELEIÇÃO...

  • Milton Ribeiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabens Dr. Paulo Prado, sei que o Sr.tem compromisso com a Justiça!.
    Agora, é fundamental que a sociedade saia do comodismo e denuncie os abusos.

    Essa corja que compra voto, compra a consciência do povo pobre e menos esclarecido, devem serem banidos da política!

    O ELEITOR SEM VERGONHA VENDE O VOTO E DEPOIS CRITICA O POLÍTICO, vender não significa somente receber R$. 50,00 ou R$. 30,00 não!, quem negocia de qualquer forma o voto, tambem é corrupto, tambem é um criminoso!

Efeito-Covid adia vinda de Michelle

michelle bolsonaro A primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, e a secretária da Mulher, Luciana Zamproni, resolveram transferir para abril a agenda de 11 de março que teria como convidada a secretária nacional de Mulheres, do Ministério dos Direitos Humanos, Cristiane Britto e a primeira-dama do Brasil Michelle...

Governador entre a cruz e a espada

mauro mendes curtinha   Às vésperas da pandemia completar 1 ano em MT, o Estado vive o seu pior momento e o governador Mauro Mendes (foto) enfrenta uma verdadeira prova de fogo: liderar ações coordenadas em todo o território mato-grossense para evitar que o Estado viva cenas parecidas com as de Manaus e de Estados...

Câmara volta a realizar 2 sessões

juca 400 curtinha   A Câmara de Cuiabá, sob a presidência do vereador Juca do Guaraná Filho (foto), volta a realizar duas sessões semanais, nas terças e quintas. Por conta da pandemia, as sessões serão remotas. A resolução foi aprovada por unanimidade pelos parlamentares que vinham...

Coronel linha dura morre ao 91 anos

Coronel Abid 400   Morreu   em Campo Grande (MS), aos 91 anos,  o coronel da PM aposentado Adib Massad (foto), considerado  um dos principais nomes  da Segurança Pública de Mato Grosso na década de 1970. À época, ainda com a patente de  tenente, foi comandante regional...

Mauro e vitórias na briga de decretos

orlando perri 400 curtinha   A estratégia do governador Mauro Mendes de articular com os Poderes a edição do decreto de toque de recolher vem dando frutos. O governo publicou decreto impondo toque de recolher das 21h às 5h, com fechamento do comércio às 19h. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro,...

Prefeito é intubado e pode ir para SP

Prefeito de Tapurah Carlos Alberto Capeletti   É grave o quadro de saúde do prefeito de Tapurah (432 km de Cuiabá), Carlos Alberto Capeletti (PSD). Após piora, ele precisou ser intubado nesta quinta (4). Foi internado na terça (2), após testar positivo para Covid-19, em uma UTI no Hospital 13 de Maio, em...