Últimas

Quinta-Feira, 17 de Abril de 2008, 13h:19 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

MEIO AMBIENTE

MPE investiga o Grupo Camargo em Nortelândia


Empresa do Grupo Camargo é denunciada por crimes ambientais

 A empresa Arrossensal Agropecuária e Industrial S/A, do Grupo Camargo Corrêa, que explora uma área de 68 mil km em Nortelândia (a 240 km ao Médio-Norte de Cuiabá), está sob investigação do Ministério Público. É acusada de crimes ambientais. Em 2005, inaugurou uma Pequena Central Hidrelétrica (PCH Camargo Corrêa), que vem causando danos ambientais. O nível de vazão do rio Santana que corta a propriedade diminuiu, além de provocar mudança em seu curso por causa da extração de diamante, via Mineradora Morro Vermelho.

   Além disso, uma outra PCH está sendo construída por meio da empresa paranaense Firenze Energética Ltda, próximo ao local de captação de água que abastece parte dos municípios de Nortelândia e Arenápolis, e há outros projetos para novas PCHs.

  A representação conjunta protocolada no MP partiu de dois partidos (PT e PPS), do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST), do Movimento dos Atingidos por Barragens, do vereador Paulo Cesar da Silva e do ex-vereador, psicólogo e professor Juarez Falcão de Barros. Eles se mostram preocupados com os danos ambientais. Lembram que o Santana é afluente do rio Paraguai, formador do Pantanal Mato-Grossense, e das bacias do Prata e Amazônica.

   A denúncia levanta suspeita sobre a liberação aos dois empreendimentos do Relatório de Impacto Ambiental (EIA-Rima) e também dos licenciamentos expedidos pela secretaria estadual de Meio Ambiente. De acordo com a representação, o EIA-RIMA da PCH Camargo Corrêa na Sema falta o volume número 4, o que dificultou aos denunciantes a montagem completa de um dossiê sobre as supostas irregularidades.

   Em 2001, o então vereador e chefe do escritório regional de Saúde de Diamantino Juarez Falcão já denunciava o Grupo Camargo Corrêa quanto à implantação do Projeto de Desenvolvimento Agrícola por entender que haveria impacto ambiental e reflexo na saúde das populações urbana e rural que consomem água dos rios da região. "O projeto será implantado numa área de 12 mil ha de terras virgens, com vegetação original, exatamente nas nascentes dos rios Santana e Sumidouro", denunciou Juarez, num documento assinado à época por outros 9 ex-secretários municipais de saúde. O documenta alertava que a área seria desmatada, comprometendo o meio ambiente e principalmente a fauna e a flora.

   Oito anos depois, o MP de Nortelândia analisa as denúncias. Estuda abertura de inquérito civil público para verificar o grau de lesividade dos empreendimentos. A representação solicita que o MP analise os projetos, incluindo o EIA-Rima, licenças e autorizações emitidas pela Sema, Agência Nacional de Energia Elétrica, e pede também ao BNDES cópias dos contratos de financiamento e levantamento junto à Prefeitura de Nortelândia sobre recolhimento de ISSQN pela empresa resposável pela construção (barragem, lago e reflorestamento) da PCH, bem como de outras receitas tributárias.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • ronaldo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    olá romilsom,parabens sobre a matéria em realaçao a camargo correA,ESTE GRANDE LATIFUNDIO que tem contribuido para o empobrecimento da populaçao da regiao do médio norte.

  • José Francisco Alves | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Uma pena ver a cidade de nortelândia tão acabada, destruida, pela incompetência dos prefeitos municipais dos últimos 10 anos. Tá virando uma cidade fantasma, uma cidade onde quem só trabalha são alguns funcionários públicos, e também os recursos dos aposentados. No mais, não tem como ganhar um centavo, porque não tem emprego.
    Uma pena esses despreparados políticos manipularem essa gente humilde de nortelândia a troco de voto, ou para alguns, uma cerveja ou cachaça no bar do Nailton.
    E o pior: àqueles que contribuiram para acabar com nortelândia, ainda quererem retornar ao poder, para terminar de afundar ainda mais a cidade.
    Não souberam nem preservar o rio santana, outrora um dos rios mais bonitos do estado, e hoje, quase seco. Dói ver a cidade e seus recursos naturais acabados, deteriorados, sua população sem perspectivas de melhoria na qualidade de vida, os pobres desassistidos pela prefeitura (que só ajuda quem vota no prefeito, e ainda o poder público (que nada faz pela cidade)perseguir quem fala a verdade sobre a administração.
    Lá hoje é assim: ou vc fica quieto, ou tem que mudar, porque já não tem emprego, e algum que aparece (lá uma vez no ano), é dado para quem puxa-saco do prefeito e sua tropa. Uma Câmara ineficiente e inexpressiva, só se salvando uns 2 vereadores que ainda tem um pouco de dignidade.
    É a Nortelândia, acabada, destruída, e dilapidada pelos recentes governantes.
    À esse povo nortelandense dígno, eu digo: agora em outubro é hora de vocês escolherem alguém que realmente irá ter compromisso com a recuperação econômica do município: acredito que esses nomes que estão aí nenhum irá tirar a cidade da estagnação, pois eles só tem interesse próprio, de se erguer ou reerguerem economicamente suas vidas. Rezo a Deus que apareça um nome diferente que realmente seja merecedor de seus votos.
    Não os troque por uns tapinhas nas costas, uma dose de pinga ou um pouquinho de alimentação, pois isso é passageiro e depois sofrerão as consequências durante 4 anos.
    Nortelândia, amo você, e sinto saudades de quando morei aí e fui muito feliz, pois via prosperidade e felicidade na sua gente.

  • Francisvaldo Assunção | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Na verdade, primeiramente tenho que parabenizar os nobres e corajosos líderes políticos pela atitude, porém, infelizmente estamos enfrentando uma grande potência nacional, com boa influência nos poderes constituídos. Os poucos que ousaram “encarar” esse latifúndio, alertando sobre a necessidade de rever o tamanho da área ocupada pela fazenda, estão respondendo processo na comarca local (processo nº. 175/2006), sob a absurda alegação de que estavam incentivando a invasão de suas terras e, surpreendentemente, diante de uma reportagem editada em site local, a magistrada responsável pela comarca concedeu liminar proibindo qualquer movimentação sobre esse assunto, tal decisão foi tão despropositada, que não houve e não há nada que levasse a esse entendimento.

    A Fazenda Camargo Correa vem se transformando no câncer de Nortelândia, ocupando mais da metade do território do município e em contra partida gera pouco mais de 70 (setenta) empregos.

    Precisamos mudar, nos ajude MP!!!!

  • Cristiane Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Na minha opinião o que existe é briga política, os interesses do povo são colocados de lado. Incrível que em ano de eleição os que são da oposição começam a relembrar seus feitos e mostrar os possíveis erros dos outros. Quantos desses que denunciaram esta PCH vão sair candidato a algum cargo em Nortelandia ?
    Que o MP investigue os fatos, principalmente quanto a liberação da SEMA para construção destas PCHs.
    Concordo plenamente com os comentários do Sr. Jose Francisco Alves, não troque seu voto por um emprego, uma cesta básica ou dinheiro, vote realmente em candidatos que tenham projetos para melhorar a cidade e que tenha um passado idôneo.
    E isto vale para todos os eleitores do Brasil, não só de Nortelandia. Á reportagem já ouviu os proprietários destas PCHs ? e o Prefeito ?. Acho importante ouvir a versão deles.

Extremista vai ter que se explicar na PF

Marcelo Stachin 400   O barulhento militante de extrema-direita Marcelo Stachin (foto) tem perdido o palco desde que teve um pífio desempenho nas urnas e acabou com apenas 0,8% dos votos para prefeito de Sinop. Em sua busca incessante por aparecer, o bolsonarista, que é investigado pelo STF por espalhar fake news, decidiu ironizar e...

Prefeitos, MPE e afastamento do cargo

jose antonio borges 400 Prefeitos de MT que descumprirem as diretrizes do decreto estadual que impôs o toque de recolher em todo o território podem até mesmo ser afastados do cargo. O alerta é do procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges Pereira (foto), e reforçada pelo procurador Domingos...

Prefeito se rebela e é enquadrado

vander masson 400 curtinha O prefeito de Tangará da Serra Vander Masson (foto), do PSDB, bem que quis ser rebelde, mas acabou enquadrado pelo MPE. Vander fez um decreto mais ameno que o do governo do Estado, impondo toque de recolher a partir das 23h, mas teve de recuar após ser notificado pelo MPE. Nas redes sociais, para evitar desgaste com...

AL realiza lockdown de faz de contas

Funcionários da AL se mostram revoltados com o lockdown de “faz de contas” promovido por deputados. Isso porque, apesar de estar com as portas fechadas, funcionários estariam sendo obrigados a ir trabalhar e entrando por outras portas. Atendem parlamentares que preferem trabalhar presencialmente. Pelo menos 36 funcionários estariam infectados e os servidores temem que mais pessoas sejam contaminadas pelo coronavírus. O pânico ficou ainda maior...

EP na batalha por vacinas e insumos

emanuel pinheiro 400 O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (foto) entrega nesta segunda (8) PL para a aquisição de vacinas para combate à Covid-19, medicamentos, insumos e equipamentos. O documento foi elaborado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e será votado na Câmara. Esse é mais um movimento...

Fúrio volta à carga contra secretário

celio furio 400 curtinha Depois de se enganar ao abrir investigação contra o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo e ter de pedir desculpas, o promotor Célio Fúrio (foto) voltou à carga. Fúrio entrou na Justiça para que Gilberto seja condenado à perda da função...