Últimas

Sábado, 29 de Novembro de 2008, 12h:20 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

CÁCERES

MPE pede a cassação de Henry em 3 processos

Prefeito é acusado de fazer 380 contratações em plena campanha, de usar a Folha Cacerense para autopromoção e de veicular propaganda ilegalmente

   O cerco começa a se fechar contra o prefeito reeleito de Cáceres Ricardo Henry (PP). Às vésperas da diplomação e a menos de um mês da nova posse, o irmão do deputado federal Pedro Henry passa a enfrentar mais um pedido de cassação movido pelo Ministério Público Eleitoral. A procuradora regional eleitoral Léa Batista de Oliveira se manifestou favorável à cassação do registro. O processo tramita no Tribunal Regional Eleitoral. Henry tem quase 20 processos, todos com pedido de cassação. O MP já se manifestou favorável em nove delas.

  Este processo sob número 1.157 apura a contratação temporária de 380 eleitores no período proibido pela legislação eleitoral. Segundo o parecer da procuradora Léa, “dada a proximidade com o dia da eleição, centenas de pessoas foram contratadas pelo candidato Ricardo Luiz Henry para, sem qualquer critério objetivo e legal, exercerem cargos públicos junto à Prefeitura de Cáceres, em detrimento de inúmeras outras já classificadas em concurso público, para os mesmos cargos, contrariando os relevantes princípios constitucionais e administrativos da legalidade, impessoalidade, moralidade e eficiência, buscando angariar o maior número de votos possíveis”.

  Já no processo 1.164, que investiga a utilização indevida da Folha Cacerense em favor da candidatura de Henry, a procuradora afirma que o candidato utilizou o  jornal para se enaltecer perante o seu eleitorado, elencando as suas obras e melhorias realizadas na cidade. Desta forma, o MPE classifica como "indevido" o uso dos meios de comunicação social e acrescenta que foram comercializados cerca de mil exemplares do jornal, cujas matérias repercutiram no âmbito familiar dos consumidores e da própria comunidade do município. O terceiro processo, de número 1.076, apura a veiculação indevida de propaganda institucional.

  Ricardo Henry se reelegeu com 45,9% dos votos válidos (21.343 votos). Derrotou nas urnas o ex-prefeito Túlio Fontes, que obteve 44,8% dos votos válidos (20.821 votos). A diferença foi de 522 votos. Se Henry for cassado, Túlio vira prefeito. (Patrícia Sanches)


Prefeito reeleito Ricardo Henry corre risco de ser cassado

Postar um novo comentário

Comentários (37)

  • Magalhães | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Será que se Elogiar, vai preso ???? Mais vamos respeitar essa Dona e linda,sou um dos fã dela.

  • Quidou | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    para Mário QUIDÁ e outros arquitetos da armação, e desempregados....


    vc está jubilando na universidade, e não aprendeu nada com isso, então para de perder tempo e ir trabalhar, e ao resto dos desempregados vão pescar para não passarem fome, ao invéz de ficarem masacrando os que trabalham..

  • Paulo de Carvalho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Nilson de Moraes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Paulo Magalhães | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Romilson, agora vou pegar leve, pra ver se sai publicado. Cáceres clama por Justiça, e isso só acontecerá com a cassação de Ricardo Henry. Agiuardemos o TRE, que na primeira instância nada acontece, a não ser que, daqui pra frente, com telhas, cheques, ameaças, etc..., o juiz casse alguém que nãp o Mário Quida.

  • alziro sanches | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Patrícia
    Observo que você melhorou muito, elaborando um texto consistente e mais profundo. Já tinha falado que a pressa muitas vezes não deixa observar erros de língua. Basta você controlar sua ansiedade e conseguirá grandes textos. Porque você tem vontade, disposição e coragem para o trabalho jornalístico.
    Tenho acessado regularmente o site, que tem ajudado a entender um pouco da política no Mato Grosso, hoje um dos mais importantes estados brasileiros, verdadeiro celeiro do mundo.
    Na minha opinião o site ganhou com sua presença. E com certeza vai crescer cada vez mais.
    Alziro Sanches

  • Fabio Correa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Gotaria de saber se essa PROCURADORA DR. LÉA BATISTA vai ter a mesma CORAGEM e DETERMINAÇÃO no processo que o vereador DR. Ludio Cabral move contra o Prefeito eleito Wilson Santos que tambem contratou um monte de gente na area de Saúde no periodo eleitoral sem concurso publico e já ouviram varias testemunhas e até agora nada ????? SERÁ QUE ELA VAI CASSAR O WILSON TAMBEM ???????

  • Paulo Cesar Sodré Neto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Depois que viram que o caso das telhas é flagrantemente uma montagem mal feita, agora se movem em outros processos não menos absurdos.
    Tulio Fontes, para de gritaria, vc perdeu e a lei não vai ser recriada apenas para atender seus anseios.
    O MP pode pedir mil vezes a cassação, isso não significa que a mesma aconteça, a justiça não é feita pelo MP, para de ficar plantando noticias e vai trabalhar, se é que vc sabe fazer isso.
    CÁCERES NÃO QUER TULIO FONTES, entendeu, MP???

  • Marineide Garcia Fontes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se fosse facil assim, o MP ja teria cassado todos os prefeitos eleitos e reeleitos de MT.
    O Ricardo foi eleito pela vontade do povo de Cáceres, não é a opinião de uma promotora Cuiabana que vai mudar os rumos da nossa querida princesinha do paraguai.
    Dª a Srª poderia vir conhecer Cáceres e aproveitar pra comer um pintado nos nossos restaurantes, conversar com o povo e depois emitir pareceres. não julgar, sentenciar e executar sem saber o que realmente o povo pensa.
    Se a Srª não sabe, o Tulio é antipatizado por todos aqui, a Sra mewsmo viu que o caso das telhas foi uma armação inventada pelo Marino Fontes (tio do tulio) em companhia do Kish e usando como peça da organização criminosa um deliquente com varias passagens e condenações.
    JUSTIÇA não se faz com oba oba.

  • André Nonato Venceslau | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Mário quidá, vai trabalhar...
    Tulio, vai trabalhar....
    Kish vai cassar o que fazer...
    Vc estão enlameando o nome da nossa cidade em todo o estado de MT.
    Na UNEMAT ninguem da ouvido ao que o Mario Quidá fala, alias ele fala só bobagens.
    MP não queira virar estrela, vcs aão funcionários publicos como qualquer outro, muito bem pagos com nosso suado trabalho.

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

3 candidatos competitivos em Sinop

roberto dorner 400   Apesar da "inflação" de candidatos a prefeito de Sinop, com cinco no páreo, a disputa tende a se acirrar mesmo entre o empresário Roberto Dorner (foto), do Republicanos e apoiado pela prefeita Rosana Martinelli (PL), o ex-prefeito e deputado Juarez Costa, que atraiu 10 partidos para o palanque, e o...

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.