Últimas

Terça-Feira, 18 de Setembro de 2007, 20h:45 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

INVESTIGAÇÃO

MPE recorre ao TSE e pede cassação de Riva

    O procurador regional eleitoral Mário Lúcio de Avelar recorreu ao TSE contra a decisão doTribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, que julgou improcedente a representação contra o deputado reeleito para quarto manato, José Riva (PP), denunciado por supostamente ter utilizado funcionário público em benefício de sua campanha eleitoral, em 2006, durante horário de expediente.

    No recurso, o MPE pede a reforma da decisão e que o parlamentar progressista seja condenado a pagar multa e que tenha o diploma cassado. Segundo Avelar, a Ouvidoria do TRE recebeu denúncia de que o então candidato estava fazendo uso dos serviços de uma diretora de uma escola estadual, durante expediente normal de suas atividades, para reunir estudantes, servidores e pais de alunos em um encontro em benefício de sua candidatura.

     Em sua defesa, Riva nega crime eleitoral. Garante que não teve conhecimento de que seria realizada reunião política  em seu nome, com participação  de eleitores convocados pela diretora.

      Clique aqui e leia mais sobre o assunto.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Ademar Adams | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Pedro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ...ainda não estamos preparados para tanto!
    ....somos filho da complacencia !!!! dependentes da revolução! ...estes estão acima da lei!!! tem ai aguém capaz de dizer algo contra?...talve Arcanjo tenha que pagar pelo seu silêncio...

  • Lucia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não entendo como uma pessoa com tantos procesos continua numa boa...nada acontece, cade o MP, a justiça, a vegonha na cara. Falam muito, mas nada acontece. Até quando os velhos policos vão continuar mandando neste estado? Este é o nosso país.

  • Antonio Cavalcante Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    . Eu gostaria de estar errado. Eu gostaria que alguém me provasse que a democracia burguesa com o seu atual sistema eleitoral e todas as suas geringonças institucionais, garantisse ao povo uma vida digna com justiça social para todos. Mas infelizmente isto me parece uma grande ilusão.

    Quando vemos professores e até mesmo diretores de estabelecimento educacional, utilizarem as escolas para promover reuniões política ou comprarem votos para quem quer que seja, demonstra que nenhuma mudança poderá ocorrer nem daqui a mil anos

    Tudo nos leva a crê que nesse sistema burguês de se fazer política, os ditos cidadãos são apenas máquinas nas mãos dos exploradores. Vivendo lado a lado, assaltantes e assaltados, opressores e oprimidos como se tudo estivessem as mil maravilhas, e ainda governados por um bando de indivíduos que deveriam ser excluídos da vida publica, é a prova de que estamos irremediavelmente perdidos..

  • Celso Miranda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Rafael Damian | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Gostaria de responder ao amigo que perguntou cadê o MP...pois bem, amigo, o MP por intermédio do Promotoria do Patrimônio Público, tem incansavelmente processado este cidadão, mas tudo, tudo, esbarra na JUSTIÇA estadual, essa sim, é por ela que temos que perguntar. As varas da Fazenda Pública de MT, abarrotadas de processos, tratam os feitos contra o Riva da mesma forma como se fossem problemas relacionados ao IPTU, como se os rombos causados ao erário fossem os mesmos. Sabe qual a desculpa?..."eu tenho que tratar todos iguais perante a lei" diz o douto magistrado, afirmando que não pode passar os processos contra o Riva na frente e, desta forma, continuamos com aquele ar de impunidade que tanto impera nesse estado.

  • gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Com mais de 40 ações propostas pelo MP, pelo desvio de mais de R$ 65 milhões dos cofres da AL e varias denucias no TRE.O nobre ainda alega ser inocente.Todos sabem da influencia do mesmo junto ao TRE e TJ. Porem todos nos sabemos que a Justiça tarda, mas não falha, a Justiça que não falha é a Divina, la os milhões não valem nada.Que Deus ilumine nossos Juizes e Desembargadores para serem justos.

  • Antonio Carlos Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa cria de Dante, ja devia ter sido varrida da politica e estar trancafiado no presidio federal de catanduvas. PF neles.

PEC da Previdência na pauta nesta 5ª

dilmar dal bosco 400 curtinha   A polêmica e controversa PEC da Previdência, apresentada pelo governador Mauro, deve ser apreciada nesta quinta, em primeira votação, pelos deputados. O Executivo conseguiu os votos mínimos necessários para conseguir aprovação. Deputados da oposição...

Caminho bem consolidado à reeleição

leonardo 400 curtinha   Dos prefeitos que podem ir à reeleição de cidades pólos, o que encontra situação mais confortável é Leonardo Bortolini, o Léo (foto), de Primavera do Leste. Bem articulado e habilidoso politicamente e com uma relação extensa de obras e...

PSDB e balão de ensaio para prefeito

paulo borges 400 curtinha   Bastante enfraquecido e fragilizado, após perda do comando do Executivo estadual e de quadro de filiados, o PSDB anuncia que terá candidato a prefeito de Cuiabá. E até lista três "prefeitáveis", sendo eles os empresários Luiz Carlos Nigro e Dorileo Leal, além do...

Grupo de Fabinho ávido pelo poder

fabio tardin 400 vereador   Uma ala do DEM de Várzea Grande, que se sente excluída do Paço Couto Magalhães, está torcendo pela cassação da prefeita Lucimar e do vice Hazama. O placar do julgamento no TSE está em 2 a 1 pela manutenção do mandato. Esse bloco anti-Lucimar é...

Vereadores oficializam 2 férias por ano

emerson 400 alta floresta curtinha   Os vereadores de Alta Floresta, no Nortão, aproveitaram este período de pandemia, com as atividades presenciais suspensas, para garantir dois períodos de "férias" por ano. Em decisão desta segunda, a Câmara Municipal, presidida por Emerson Sais Machado (foto), alterou o...

Comissão da Câmara sob efeito-Covid

renivaldo 400 curtinha   Em meio às discussões sobre transparência e compras emergenciais de medicamento, insumos e equipamentos às unidades de saúde, na luta contra a pandemia da Covid-19, a Câmara de Cuiabá criou uma Comissão Especial, composta por três vereadores. Tem a...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Até dezembro, o IFMT terá eleição para Reitoria. Quem você acha que será eleito dos candidatos abaixos?

Deiver Alessandro

Julio Santos

Nenhum deles

Não tenho ideia

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.