Últimas

Terça-Feira, 13 de Novembro de 2007, 16h:06 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

INFRAESTRUTURA

MPF pede bloqueio de obras do PAC em Cuiabá

     O Ministério Público Federal ajuizou uma ação civil pública, propondo paralisação das obras a serem executadas em Cuiabá com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Para o MPF, os recursos já liberados devem ser bloqueados pela União. Se a Justiça acatar a decisão, as obras de saneamento ficam inertes até que a administração Wilson Santos realize nova licitação. Até lá, o governo federal não poderá liberar novos recursos.

   O procurador da República, Thiago Lemos, tomou a decisão após receber duas representações da Construtora Celi, as quais descrevem uma série de irregularidades nos editais das concorrências públicas. Entre as irregularidades está o impedimento de concorrência pública, exigências ilegais, como, por exemplo, demonstração de capacidade financeira, prazo muito pequeno para apresentação de garantias, exigência excessiva para que as licitantes tenham o certificado oficial do Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade no Habitat (PBQPH), exigências de qualificação profissional e vínculo empregatício, através da carteira assinada.

     Até então, a prefeitura enfrentava ações na esfera local. Com a ação, o prefeito Wilson se vê de mãos atadas e já deve providenciar nova licitação. A União ainda precisa repassar R$ 174 milhões de um total de R$ 246,1 milhões. Ainda faz parte do pacote do projeto R$ 53 milhões de contrapartida da prefeitura. (Simone Alves)

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Rafael | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É UM ABSURDO A PREFEITURA DE CUIABÁ CORRER O RISCO DE PERDER ESTE RECURSO PELO FATO DO PREFEITO TER COLOCADO GENTE DESPREPARADA PARA FAZER ESTA LICITAÇÃO.
    ESSA NOSSA CLASSE POLÍTICA!!!

  • Gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Muito oportuna a ação preventiva das instituições fiscalizadoras. Se a Prefeitura não modificar o edital, corre o risco de perder os recursos do PAC, se isto acontecer não vamos aceitar depois o discurso culpando o MP,MPF,TCU e JUSTIÇA FEDERAL. A insistência em defender o atual edital é muito suspeita, é de conhecimento de todos a origem dos recursos para os financiamentos das campanhas eleitorais.
    Parabéns Dra. Ana cristina pela iniciativa.

Para presidente, BRT é ultrapassado

juca 400 curtinha   Numa sintonia política com o prefeito Emanuel, o novo presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Juca do Guaraná (foto), disse ser contra a decisão do governo estadual de "enterrar" o projeto do VLT, cujas obras estão paralisadas desde 2014, para implantar o modal BRT na Região...

Prefeito vai homenagear 2 ex-aliados

ze do patio 400 curtinha   O ex-vereador, ex-deputado estadual e hoje prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio (foto), que está no terceiro mandato, vai homenagear dois aliados que faleceram recentemente, sendo eles o ex-vereador de três mandatos Juary Miranda, que foi líder do Executivo na Câmara...

Maluf deve consultar STF sobre Teis

guilherme maluf 400 curtinha   Assim que retornar de férias, o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Guilherme Maluf (foto), dará prosseguimento à análise do pedido de aposentadoria de Waldir Teis, que está afastado do Pleno há três anos e cinco meses, assim como outros três conselheiros...

Novo líder de Pátio na Câmara de ROO

reginaldo santos 400 curtinha   Reginaldo dos Santos (foto), que assume vaga na Câmara de Rondonópolis pela quarta vez, é o novo líder do prefeito Zé do Pátio, com a missão de fazer o trabalho de articulação e defesa do Executivo junto aos colegas do Legislativo. Na legislatura passada,...

Agro sugere Daniella de volta no Indea

daniella bueno 400 indea   Representantes do setor produtivo e um grupo de servidores sugeriram ao governador Mauro o nome da médica-veterinária e servidora de carreira Daniella Bueno (foto) para reassumir a presidência do Indea-MT. Aproveitaram a vulnerabilidade no cargo do presidente Marcos Catão Dornelas, denunciado...

Aumento para vereador só em 2022

Alguns vereadores em Cuiabá, tanto novatos quanto aqueles reeleitos, ficaram surpresos quando informados pela Mesa Diretora de que o aumento salarial de R$ 15,1 mil para R$ 18,9 mil, aprovado agora no final de dezembro, só começa a valer a partir de janeiro de 2022. Não entra em vigor de imediato, mesmo se tratando de nova legislatura, por causa da pandemia, que levou o governo federal a estabelecer, em lei, veto a qualquer tipo de reajuste para servidores até...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.