Últimas

Sábado, 26 de Janeiro de 2008, 09h:50 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

MEIO AMBIENTE

MT dá as costas e mantém o desmate, diz Folha

 Os agropecuaristas de Mato Grosso não estão "dando bola" para a lista divulgada pelo governo federal, que apontou os 36 municípios brasileiros campeões em desmatamento, entre eles 19 mato-grossenses - leia mais aqui. Conforme a edição da Folha de S. Paulo deste sábado (26), um dia após a publicação desta listagem os municípios de Alta Floresta e Paranaíta, no Nortão, continuam devastando áreas de matas nativas sem nenhum tipo de limitação.

  Segundo a reportagem, o método da devastação começa com madeireiros derrubando com motosserra árvores selecionadas, que depois vão se transformar em madeiras nobres. Em seguida, vêm os tratores, que derrubam as árvores remanescentes e que, depois, serão queimadas, para limpar a área que será usada pelo gado.

  Repórteres da Folha sobrevoaram por uma hora, em uma avião monomotor, trechos de floresta dos dois municípios. "Próximo a Paranaíta, um trator e um caminhão, com cerca de quatro pessoas, derrubavam as árvores. O sobrevôo foi feito nas mais recentes derrubadas na região, ocorridas entre os meses de novembro e dezembro". (Pollyana Araújo)

   Clique aqui e leia a reprodução da reportagem ou aqui (para assinante Folha).

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Guto Pecchi Nardes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Toda a sociedade mato grossense que pau está comendo no interior, que o desmatamento não cessou, e pior instituições públicas e ongs foram omissas esse tempo todo, inclusive publicando boletins inverídicos. O ICV sempre esteve a serviço do governo, e seja quem for que estiver no poder. O presidente do ICV, senhor sérgio guimarães por várias vezes foi até o palácio paiaguás "ajudar" o governador a vender ilusões e propaganda enganosa para a mídia. Até convênio essa ong têm com o atual governo, e ficaram omissos durante todo o ano passado diante das queimadas e desmatamento que ocorreram, e vejo que agora estão tentando salvar a pele indo até a imprensa nacional denunciar o desmatamento. ora, porque não fizeram isso antes? O ministério público deveria investigar os convênios que a sema têm com certas ongs, algumas internacionais, e qual serviço está fazendo ou defendendo. ser enganado já não é bom, ainda mais, quando o governo utiliza dinheiro público para fazer isso. chega!!! e viva o greenpeace, parece ser a única que realmente trabalha sério e de encontro aos interesses do meio ambiente.

  • Roberto Dedini Parquer | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Meus senhores, concordo com os comentários acima, só completando que pior que um governo incompetente para lidar com a questão ambiental, são as raposas que insistem em obter dinheiro público para fazer de conta que estão "fiscalizando" o meio ambiente. è o caso de certas ongs, que inclusive possue respaldo no próprio parlamento estadual, como é o caso do ICV, do sérgio guimarães. A sociedade toda sabe que o deputado alexandre cesar é (ou foi) membro desta entidade, e inclusive faz ainda discurso enaltecendo esta ong, como realmente aconteceu lá na última bienal da agricultura. Portanto, há aí uma cumplicidade sinistra existente para detonar o meio ambiente passando uma maquiagem pseudo-ambientalista, envolvendo, deputado petista, ong tupiniquim gananciosa e falastrona, governos federal (sem estrutura para fiscalização) e estadual (com interesses empresariais de expansão da agricultura), e também envolvimento de ongs internacionais ávidas para obtenção de mais capital.

  • sandro mello de rezende | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Realmente algo de muito estranho pode estar acontecendo no reino da dinamarcar quando dois lados historicamente antagônicos decidem se juntar. concessões?beneficios?silêncio pago? não sei, mas, certos ongs que se aliaram ao setor que sempre viu uma floresta como mato, biodiversidade como frescura, ambientalista como ecochato, meio ambiente como atraso econômico, então, a razão lógica é que os ideais foram sobrepostos aos interesses econômicos, e já não se pode mais confiar em certas ongs, como o ICV, como referência ambientalista no debate da questão ambiental neste Estado.

  • augusto cesar pelegrini | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Li essa matéria da folha de sp, só que gostaria de dizer que esse ICV sempre esteve a serviço do senhor empresário governador blairo maggi. Eles produzem até um tal de boletim com as áreas desmatadas em conjunto com outra ong do pará que está sendo ulitizada como referencia pela sema para combater os dados do inpe. agora desejam livrar a cara delas dizendo que estão fiscalizando, porque não fizeram isso antes? intere$$es. Lembram-se da bienal da agricultura´? pois é, o icv e algumas ongs internacionais estavam juntinhas do governador para mentir para o povo. muito cuidado romilson com espaço para certas instituições que sempre estiveram a serviço do poder, seja qual for o governo.

  • ALBUCASSIS RAMIRES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    COMEÇA SURGIR NOS PAISES COMPRADORES UM MOVIMENTO PARA DEIXAREM DE COMPRAR PRODUTOS AGRICOLAS EM PAISES QUE NÃO RESPEITAM O MEIO AMBIENTE.

    IMAGINEM O COLAPSO DA NOSSA ECONOMIA SE ESSES PAISES REALMENTE IMPLEMENTAREM O BOICOTE, E DEIXAREM DE ADQUIRIR A NOSSA SOJA E CARNE.

    ESTÁ NA HORA DE REFLETIRMOS E BOTAR UM FREIO NESSA GANANCIA DE GANHAR E GANHAR A QUALQUER PREÇO E CONSEQUENCIAS.

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...

Promotor recebe medalha do Exército

Mauro Zaque curtinha   O promotor de Justiça Mauro Zaque (foto) foi condecorado com a medalha do Exército Brasileiro na manhã desta segunda (19), no dia da instituição. A solenidade é considerada a segunda maior do Exército Brasileiro, foi reservada por conta da pandemia e contou com a...

Sema reabre os parques em Cuiabá

mauren lazzaretti sema 400   Fechados desde 1º de abril, em obediência às regras de decreto municipal, que suspendiam as atividades coletivas, os parques estaduais urbanos de Cuiabá reabrem nesta segunda (19) para utilização pelo público. Será possível acessar as tradicionais trilhas...