Últimas

Quarta-Feira, 21 de Fevereiro de 2007, 09h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

MT Fomento restringe operações e demite 11

    O presidente da MT Fomento, Éder de Moraes, demitiu, de uma só vez, 11 funcionários da instituição. Alega que a emenda de autoria do ex-deputado Zeca D'Ávila (PFL), que impede financiamento para pessoa física, diminuiu a rentabilidade da agência e não encontrou outra alternativa para cortar despesas senão a redução do quadro de pessoal. De 60 funcionários, a agencia conta agora com 45 - além dos 11 demitidos, 4 retornaram aos órgãos de origem.

    Segundo Éder, se a Assembléia Legislativa não se mobilizar e mudar a emenda, a MT Fomento vai fechar os três postos de atendimento, um em Rondonópolis, outro no CPA, na Capital, e outro no Cristo Rei, em Várzea Grande. Explica que essas unidades representam custos e precisa diminuir despesas. Nesse caso, a agência passaria a atender somente em sua sede, no centro de Cuiabá. "Todo o trabalho de descentralização está sendo prejudicado".

    A emenda aprovado pela Assembléia é já promulgada pelo próprio legislativo diz que a MT Fomento atenderá exclusivamente aos mini-produtores rurais e micro e pequenas empresas e formas associativas de produção. Para o presidente da agência, essa redação obriga, em tese, o empreendedor a estar vinculado a alguma entidade. "A forma associativa e de produção exclui (do direito ao financiamento), por exemplo, os moto-taxistas porque são prestadores de serviços", comenta Éder de Moraes. Para ele, a lei deu margem a muitas interpretações e entende que o bom-senso recomenda ser o mais conservador possível. "Com a emenda, a pessoa física ficou impossibilitada de buscar recursos da MT Fomento. Isso representa uma queda de rentabilidade da agência".

   Tem direito a financiamento todo e qualquer pequeno investidor do Estado. Sem poder contar com abertura para empréstimo à pessoa física e impedida também de fazer operações com grandes empresas, a rentabilidade da MT Fomento deve despencar em 40%, prevê Éder. "É preciso entender que a operação com o grande empresário é que dá sustentabilidade à agência e subsidia a taxa para o pequeno. É o que chamamos de operação Robin Hood: tira dos grandes para emprestar aos pequenos".

   Desde sua fundação, a MT Fomento realizou mais de 7 mil operações de crédito. Segundo Éder, o capital hoje é de R$ 12 milhões. Agora, ele desenvolve engenharia para realizar operações diferenciadas na prestação de serviços na esperança de garantir a rentabilidade.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Críticas à busca do poder pelo poder

marcia pinheiro 400   Em um ato realizado na praça Alencastro, nesta segunda à noite, a primeira-dama de Cuiabá Marcia Pinheiro disparou críticas aos adversários do prefeito Emanuel, que busca a reeleição. Segundo ela, as alianças formadas por Abílio neste segundo turno são...

Reeleição consagradora e base forte

leonardo bortolini leo 400 curtinha   Em Primavera do Leste, o prefeito Léo Bortolin (foto) mostrou nas urnas ser mesmo um líder político emergente da região. Ele assumiu o Executivo, após vencer a eleição suplementar em novembro de 2017, com 69% dos votos válidos. Agora foi à...

Vereador eleito diz não apoiar Abílio

eduardo magalhaes 400 curtinha   Release produzido pela campanha de Abílio Júnior anuncia que 13 dos 25 vereadores eleitos e/ou reeleitos estão apoiando o candidato do Podemos neste segundo turno em Cuiabá. E incluiu na lista Eduardo Magalhães (foto), do Republicanos. Mas o próprio Magalhães,...

Ibope mostra acirramento Abílio x EP

abilio junior 400 curtinha   O primeiro resultado da pesquisa Ibope deste segundo turno, revelado hoje pela TVCA, apontando Abílio (foto) com 48% e Emanuel com 40% das intenções de voto, empatados tecnicamente dentro da margem de erro de 4 pontos percentuais para mais ou para menos, é uma mostra do quanto está...

Ricardo atuando pela reeleição de EP

ricardo adriane 400 curtinha   O ex-vereador Ricardo Adriane (foto), um dos dirigentes do Republicanos da Capital e do quadro de assessores do presidente da Assembleia, deputado Eduardo Botelho, está fazendo campanha pela reeleição do prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro. Numa reunião ampliada, Ricardo deixou claro que...

Única petista eleita define apoio a EP

edna sampaio 400 curtinha   Única vereadora eleita pelo PT na Capital, a professora Edna Sampaio (foto) resolveu declarar apoio à reeleição do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB). E mandou mensagens aos servidores públicos, que passarão a ter a petista como espécie de porta-voz na Câmara Municipal....