Últimas

Domingo, 15 de Julho de 2007, 11h:06 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

OPERAÇÃO GUILHOTINA

Mudança de idade livra da cadeia filho de prefeito

   Anacleto Giraldelli Bezerra, uma das 75 pessoas contra as quais a Justiça decretou prisão privisória por envolvimento em suposta formação de quadrilha ou bando, falsidade ideológica e crimes contra a administração ambienta, é filho do prefeito de Juara, Oscar Martins Bezerra. O caso é intrigante. O acusado não foi preso porque a sua mãe, a advogada Sílvia Giraldelli, que mora em São Paulo, sustentou a tese de que trata-se de um menor de idade. Afirma que Anacleto nasceu em 1º de dezembro de 1989, portanto, teria 17 anos. O problema é que, em 2006, Anacleto teve a maioridade antecipada civilmente num processo liderado pelo pai, tudo para que o menor pudesse ter uma empresa em seu nome.

    O RDNews teve acesso ao inquérito policial número 046 da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente, que subsidiu o Ministério Público na transformação em representação pela decretação da prisão. Nele consta que Anacleto é sócio-proprietário da empresa A. G. Bezerra Madeiras EPP, com sede à sua Rui Barbosa, 415, bairro São João, em Juara. Mesmo assim, o madeireiro está em liberdade, por ser considerado "menor".  Em contato com RDNews semana passada, a mãe Sílvia Giraldelli exigiu que o nome do filho fosse excluído da relação que havia sido divulgado - clique aqui e confira.

   Anacleto Bezerra teve a prisão decretada pelo juiz José Zuquim, titular da Vara Especializada do Meio Ambiente da Capital. Conforme a ação, ele responde criminalmente por ter adquirido ilegalmente 840,8098 m3 de madeiras no Plano de Manejo Florestal Sustentávels (PMFS) e 1.482,5273 m3 de madeiras por meio de Projetos de Exploração Florestal (PEF), totalizando 2.323,3371m3.

    A Operação Guilhotina resultou nos 75 mandados de prisão, mas somente 36 foram para a cadeia. Alguns já conseguiram a liberdade. São madeireiros, engenheiros florestais e técnicos da secretaria estadual de Meio Ambiente, acusados de envolvimento em comercialização ilegal de madeira, uma organização criminosa espalhada por 19 municípios de Mato Grosso, a maioria do Nortão. O esquema de fraudes foi descoberto pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco). Aponta o envolvimento de 101 madeireiras em fraudes. Juntas, elas retiraram e comercializaram ilegalmente 83.161,077 m3 de madeira, rendendo aos fraudadores R$ 58,3 milhões.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

2 abstenções e briga pela 4ª Secretaria

silvio favero 400   Dois deputados se abstiveram na eleição da Mesa Diretora da Assembleia desta terça cujo votação foi secreta. Nos bastidores, os comentários são de que as abstenções foram de Sílvio Fávero (foto), que se lançou à disputa e, sequer, teve...

Petista, incoerência e voto contrário

ludio cabral 400   O petista Lúdio Cabral (foto), daqueles parlamentares do morde e assopra, na tentativa de marcar posição, expõe cada vez mais suas incoerências em votação na Assembleia. Na sessão que antecedeu a eleição para a nova Mesa Diretora, provocada pela decisão...

Projeto sobre VI na Saúde está na AL

gilberto figueiredo 400 curtinha   Já está na Assembleia, para votação dos deputados, o projeto do governo que garante retomada do pagamento da verba indenizatória aos profissionais da Saúde que atuam na linha de frente do combate à Covid-19 nas unidades hospitalares, ambulatoriais e...

2 desembargadores vão para TRE-MT

carlos alberto tj 400 curtinha   O Pleno do Tribunal de Justiça define, na quinta (25), em votação secreta e por videoconferência, dois desembargadores que comporão os quadros de comando do TRE-MT pelos próximos dois anos. O ex-presidente do TJ, Carlos Alberto Alves da Rocha (foto), é um dos inscritos...

Primeira-dama pede retorno de auxílio

marcia_pinheiro_curtinha400 Primeira-dama de Cuiabá Márcia Pinheiro (foto), em visita à sede do Rdnews e entrevista ao Rdtv, pede que a bancada federal de MT se mobilize e vote favorável ao retorno do pagamento do auxílio emergencial às famílias em situação de vulnerabilidade. Márcia...

Retorno, um novo tempo e inocência

jose carlos novelli 400 curtinha   Os conselheiros José Carlos Novelli (foto) e Antonio Joaquim participaram nesta terça da primeira sessão do Pleno do TRE, após três anos e seis meses afastados por determinação da Justiça, com base em denúncias sem provas de que cinco conselheiros...