Últimas

Quinta-Feira, 11 de Janeiro de 2007, 06h:40 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

LEGISLATIVO

Mulheres perdem espaço em cargos eletivos

      Cai a representação feminina em cargos eletivos em Mato Grosso e também no Poder Executivo. A dificuldade já vem desde a campanha eleitoral, quando os partidos não conseguiram preencher a cota mínima de 30% reservada a um dos sexos. De três cadeiras na Câmara Federal, a ala feminina perde duas, com o fim dos mandatos das deputadas Teté Bezerra (PMDB) e Celcita Pinheiro (PFL). Teté abriu espaço para o marido Carlos Bezerra, eleito federal, enquanto Celcita foi reprovada nas urnas. Reeleita, Thelma de Oliveira (PSDB) passa a ser, a partir da posse de 1º de fevereiro, a única mulher da bancada mato-grossense na Câmara. No Senado, uma das três vagas faz parte da cota feminina, com a petista Serys Marly (PT), primeira senadora eleita da história de MT.

     Na Assembléia, a ala feminina continuará com uma representante. Sai Vera Araújo (PT), que não se reelegeu, e entra Chica Nunes (PSDB). De duas cadeiras na Câmara de Cuiabá, as mulheres serão representadas agora apenas por Lueci Ramos (PFL), já que a vereadora Chica se elegeu deputada. Em Várzea Grande, só há uma mulher entre 13 vereadores: Aziza Baracat (PSB).  Das 12 vagas de vereadores em Rondonópolis, duas contam com representação feminina, com Mariuva Valentim Chaves (PMDB) e Wilma Moreira (PSB).

Executivo

       Na composição do 1º escalão do governo estadual e das prefeituras, as mulheres também têm participação insignificante. Entre as 22 cadeiras de secretários de Estado só há duas. Antes eram três. No primeiro mandato, o governador Blairo Maggi manteve no staff Terezinha Maggi (Trabalho, Emprego, Cidadania e Assistência Social) e Flávia Nogueira - substituída depois por Ilma Grisoste na Ciência e Tecnologia, além de Yêda Marly (Desenvolvimento do Turismo).  Agora para o segundo mandato, o governo tem participação de apenas duas mulheres: Terezinha e Flávia Nogueira, nomeada para a recém-criada secretaria extraordinária de Apoio a Políticas Educacionais. Na Prefeitura de Cuiabá não há uma mulher entre as 15 secretarias - Adriana Bussiki, do IPDU, não é considerada secretária. Em Várzea Grande, a jornalista Édna Araújo (Comunicação) é a representante feminina no 1º escalão.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Corrida de Teis no noticiário nacional

waldir teis 400 curtinha   As imagens que mostram o conselheiro afastado do TCE Waldir Teis (foto) descendo em alta velocidade as escadas de um prédio para jogar no lixo vários cheques rasgados que somavam R$ 450 mil ganharam o noticiário nacional, com destaque neste domingo em veículos, como Folha de S. Paulo, G1 e IG....

Esforço de ex-senadora para eleger 2

rafael ranalli curtinha 400   Eleita no pleito de 2018 e cassada em definitivo em abril deste ano, a ex-senadora Selma Arruda, presidente do Podemos de Cuiabá, pode deixar o partido após o processo eleitoral deste ano. Segundo informações, a juíza aposentada se afastaria da política partidária para...

6 parlamentares já foram infectados

wilson santos 400 curtinha   Desde o início da pandemia, em março, seis dos 24 deputados estaduais já testaram positivo para Covid-19. O último foi Wilson Santos (foto). Ele disse que recebeu medicação e está em isolamento. Observa que a doença está no início e segue trabalhando...

Pedido para TSE definir data da eleição

sebastiao carlos 400 curtinha   Na última quarta (2), um dia após a Câmara aprovar a PEC que adia as eleições municipais para 15 de novembro, André de Albuquerque Teixeira, advogado de Sebastião Carlos, que concorreu ao Senado e um dos que denunciaram Selma Arruda por crimes eleitorais, já...

Uma das apostas do PP para vereador

alex rodrigues 400 curtinha   O PP já tem no rol de possíveis eleitos a vereador em Cuiabá o jovem Alex Rodrigues (foto), de 31 anos. Filho do empresário Valúcio Rodrigues e sobrinho do secretário de Obras Públicas da Capital, Wanderlúcio Rodrigues, Alex criou uma comunidade com mais de mil...

Prefeito, efeito pandemia e a reeleição

ze do patio 400 curtinha   Mesmo com o poderio da máquina, considerada preponderante para cooptar partidos e aliados por causa da oferta de cargos e do assistencialismo, o prefeito Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, terceira em população e segunda no ranking da economia estadual, terá muitos...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.