Últimas

Sexta-Feira, 16 de Março de 2007, 09h:33 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

RONDONÓPOLIS

Muniz avalia pesquisa e admite disputar prefeitura

Ex-prefeito diz que cabe 3ª candidatura, além das de Pátio e Sachetti 

   O ex-prefeito de Rondonópolis e deputado estadual Percival Muniz (PPS) disse que avalia com 'certa reserva' o resultado da pesquisa Mark, que o aponta em desvantagem sobre Zé do Pátio e Adilton Sachetti, numa eventual disputa à sucessão municipal. Na amostragem feita entre terça e quarta (dias 13 e 14), Muniz figura com percentuais entre 12% e 28% das intenções de voto, dependendo dos nomes colocados na simulação. Na espontânea é lembrado por 6,4%, o que representa o terceiro lugar, atrás de Sachetti (16,2%) e de Pátio (25,3%).

   De acordo com o ex-prefeito, as discussões sobre o processo eleitoral estão começando agora. Considera cedo qualquer prognóstico eleitoral para 2008, mas, de uma coisa concorda: a cristalização da candidatura do peemedebista Zé do Pátio. Presidente regional do PPS, Muniz admite todas as possibilidades, desde sua disposição de entrar na disputa, passando por uma candidatura do partido mais para marcar posição e eleger vereadores, até uma aliança com o PMDB. Ele só acha difícil compor com Sachetti, a quem ajudou a vencer em 2004. Alega que o prefeito buscou alianças com velhos adversários, como o deputado federal Wellington Fagundes, e também por algumas medidas administrativas. "Tudo é possível, mas o difícil é apoiar Sachetti. O projeto do PPS vai ser distaciado (da atual administração)".

    O deputado afirma que não está pleiteando candidatura de prefeito, mas deixou claro que, se for preciso, entrará no páreo. Na sua avaliação, Pátio mantém, na pesquisa Mark, os mesmos índices da última eleição, assim como Sachetti. Em seguida, cutucou o instituto, que atua no mercado há 10 anos e pertence ao empresário de Cuiabá, Marco Polo de Freitas, o Popo. "Tenho dúvidas sobre esse instituto. Ele já errou muito em Rondonópolis e tem que ver quais os critérios adotados, então vejo isso com reserva. Mas, uma coisa é certa: há consenso de que a candidatura do Pátio é forte", afirmou o deputado socialista.

    Muniz afirma também que Pátio ainda leva vantagem pelo fato de ter disputado as eleições de 2004 e, de lá para cá, manter o mesmo projeto, o que o deixa na lembrança da população como candidato natural na próxima eleição. Sobre o seu desempenho eleitoral, diz que 'está bom para o início de jogo'.

    Terceira via

    Na avaliação do ex-vereador, deputado federal constituinte, prefeito por dois mandatos e deputado estadual, a pesquisa Mark revela que, apesar do voto cristalizado ao nome de Pátio e também a manutenção dos mesmos índices de Sachetti se comparado à campanha de 2004, ainda há espaço para uma terceira candidatura, inclusive com possibilidade real de vitória. Percival Muniz não se considera o fiel da balança, mas adianta que a tendência é o PPS lançar candidatura própria. Entende que o favoritismo de Pátio, na sua avaliação, pode levar o PMDB a dificultar uma composição política. "O PPS talvez seja forçado a disputar, nem que seja para marcar posição, fomentar o debate e eleger uma bancada na Câmara Municipal. Não justifica ficar sem disputar depois do partido tem conquistado um grande espaço". 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Sexto suplente na Câmara por um mês

aluizio leite 400 curtinha   Aluízio Leite (foto), filiado histórico do PV, tomou posse como vereador pela Capital na último dia 2. Mas vai ficar na cadeira por somente 31 dias, até o retorno do titular, delegado Marcos Veloso, que se afastou para cuidar de assuntos pessoais e hoje se encontra hospitalizado com...

No TCE pra tentar receber da prefeitura

flavia mesquita 400 curtinha   Flávia Mesquita (foto), da Luppa Administração de Serviços, pediu socorro ao TCE para tentar receber por serviços prestados à secretaria de Saúde de Cuiabá, alegando que o município está inadimplente há oito meses. E apontou quebra da ordem...

Pai e filho pré-candidatos em Poconé

henrique santos 400 curtinha pocone   Em Poconé, pai e filho estão animados para o teste das urnas deste ano. Um a prefeito e, outro, para vereador. Euclides Santos, que já foi vereador (89/92) e prefeito por duas vezes (93/96 e 2001/2004), além de secretário de Infraestrutura e Serviços Urbanos em...

Expectativa de tocar a Cultura de MT

paulo traven 400 curtinha   Um dos três adjuntos da pasta de Cultura, Esporte e Lazer do Estado, José Paulo da Mota Traven (foto) vem se articulando para assumir de forma efetiva o comando da secretaria. Ele conta com apoio de alguns membros do staff, como do secretário de Governo, Alberto (Beto) Machado. O governador...

Poconé tem hoje vários "prefeitáveis"

euclides santos 400 curtinha   O ex-vereador e ex-prefeito de dois mandatos de Poconé, Euclides Santos (foto), que era do MDB e agora está no PSDB, vem se movimentando nos bastidores para concorrer novamente à sucessão municipal. Seria um dos nomes de oposição ao prefeito Tatá Amaral, que vai tentar...

Apostas do PTB para vereador em VG

silvio fidelis 400 curtinha   Detentor da segunda maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com cinco assentos, atrás somente do DEM da prefeita Lucimar, que conta com sete vereadores, o PTB aposta na hipótese de ao menos manter as cinco vagas. E todos os seus vereadores vão à reeleição, sendo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.