Últimas

Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2007, 09h:23 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

LEGISLATIVO

Muniz 'detona' prefeito de Rondonópolis

Deputado acusa Sachetti de abandonar saúde e criar cabide de empregos    

    O deputado estadual Percival Muniz (PPS) estreou na Assembléia com um discurso duro contra a administração do seu antecessor em Rondonópolis, prefeito Adilton Sachetti, a quem apoiou no pleito de 2004. Sem citar o nome de Sachetti, Muniz acusou, na sessão desta terça (6), a gestão de, aos poucos, transformar a saúde pública num caos e, por outro lado, criar cabide de empregos.

    O ex-prefeito por dois mandatos disse que deixou o cargo com uma ampla equipe de saúde da família. Destacou que era a maior entre os municípios do Estado. Observou que se juntasse as equipes de Cuiabá e de Várzea Grande não superavam as que estavam atuando em Rondonópolis. Enfatizou ainda que deixou a prefeitura com uma fábrica de remédio, 'a única do Centro-Oeste', produzindo 78 tipos de medicamentos para distribuição gratuíta a cerca de 30 mil pessoas por mês. Elencou a construção de um centro de análise, com mais de 20 mil exames feitos de graça, um hospital municipal, além de postos de saúde e parcerias consolidadas com a Santa Casa de Misericórdia e com o Hospital Regional. Após destacar o que sua gestão fez na área da saúde, Percival Muniz, da tribuna, alfinetou: "O que se percebe é que todo esse esforço, que exigiu que gastássemos 26% (do orçamento) com a saúde do município, está, aos pocos, se acabando".

    O deputado disse que a administração Sachetti está diminuindo investimentos na fábrica de remédios, na quantidade de pessoas atendidas no hospital municipal e também em relação às parcerias com a Santa Casa. Por outro lado, critica Muniz, a atual administração começou a criar secretarias. Lembra que quando assumiu o mandato, a prefeitura de Rondonópolis contava com 22 pastas. Reduziu a estrutura do primeiro escalão para 11 e agora, dois anos depois, já são 18. "Então, corta no esencial, que é a saúde pública, para aumentar no cabide de emprego. Há secretaria que só tem a função de acomodar ali um secretário e mais quatro ou cinco adjuntos e coisa e tal", atacou o novo deputado estadual. Segundo Muniz, o governo do Estado 'tem feito muito por Rondonópolis, mas está faltando ao município fazer a sua parte".

     Racha

    Muniz e Sachetti foram aliados na campanha de 2004. A partir do ano passado, começaram a enfrentar divergências. Hoje, ambos estão praticamente rompidos, levando a um novo rearanjos dos forças políticas locais. Enquanto Sachetti se aliou ao ex-adversário, deputado federal Wellington Fagundes, Muniz 'colou' nos peemedebistas Carlos Bezerra e Zé do Pátio, já visando as eleições do próximo ano.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Três derrotas do marqueteiro Antero

antero de barros curtinha 400   O ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros (foto) não levou sorte nas campanhas eleitorais as quais coordenou nestas eleições. Em Lucas do Rio Verde, empurrou à reeleição o prefeito Luiz Binotti que, mesmo com o poder da máquina, perdeu para o...

Lideranças jogaram duro contra EP

carlos favaro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro teve uma reeleição sofrida em Cuiabá. Lutou contra os principais líderes políticos, que se juntaram em torno da candidatura de Abílio, uns publicamente, outros nos bastidores. O governador Mauro Mendes, por exemplo, jogou pesado para tentar derrotá-lo....

Bezerra ignora filiado do seu filiado

carlos bezerra 400   Carlos Bezerra (foto), o "cacicão" do MDB, abandonou antes da hora o palanque de Emanuel Pinheiro, mesmo se tratando do filiado mais importante em representatividade partidária no Estado. Bastou a pesquisa Ibope mostrar que o prefeito da Capital estava atrás de Abílio nas intenções de...

Sob ataques e humilhação e vitorioso

emanuel pinheiro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro (foto) se emocionou ao falar com a imprensa neste domingo, pela primeira vez como prefeito reeleito. Lembrou que foi atacado não só neste período eleitoral, mas desde o início do mandato. Destacou a aprovação popular, com 86% de avaliação...

PT na oposição independente do eleito

edna sampaio 400   Independente de quem ocupar o Palácio Alencastro, a partir de janeiro, a professora Edna Sampaio (foto), única eleita pelo PT à Câmara de Cuiabá, fará oposição ao prefeito. E dá sinais de que será uma parlamentar bastante atuante. Neste segundo turno, como o seu...

Secretário não consegue eleger Fred

fred gahyva 400 curtinha   O vereador licenciado e secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, foi um cabo eleitoral incansável pela candidatura de Fred Gahyva (foto) a vereador pela Capital. Ele liderou reuniões nas unidades de saúde, reforçando pedido de voto para o aliado e amigo de...

MAIS LIDAS