Últimas

Sexta-Feira, 04 de Maio de 2007, 10h:04 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

ARTICULAÇÃO

Muniz recua do pedido de cassação dos infiéis

   O presidente regional do PPS, deputado Percival Muniz, decidiu postergar o pedido de cassação dos chamados infiéis junto à Mesa Diretora da Assembléia e também no Tribunal Regional Eleitoral. Muniz já não demonstra mais tanto entusiasmo sobre o assunto. Nos bastidores, o comentário é que o dirigente resolveu recuar diante do pedido feito pelos ex-militantes da legenda, entre eles o presidente da Assembléia, deputado Sérgio Ricardo, que tenta retornar ao partido.

   Muniz aguarda agora a visita a Cuiabá na próxima quarta (9) do secretário-geral do PPS nacional, ex-deputado Rubens Bueno. Freire também estará na capital mato-grossense no dia 20. O presidente nacional tem sido radical quanto ao pedido de cassação dos mandatos dos parlamentares infiéis.

   Com base na interpretação do Tribunal Superior Eleitoral, de que o mandato pertence ao partido e não ao parlamentar eleito, Freire defende que todos que deixaram o PPS percam o mandato para os suplentes. Na Câmara Federal, ele já ingressou com pedido nesse sentido, complicando a situação, entre os ex-filiados, do deputado Homero Pereira.

  Em Mato Grosso, seis estaduais correm risco de ficar sem mandato: Sérgio, Sebastião Rezende, Mauro Savi, João Malheiros, Roberto França e Wagner Ramos. Todos saíram do PPS para acompanhar o governador Blairo Maggi no novo PR. Como tábua de salvação jurídica, os seis passaram a defender a tese de que estariam sem partido, já que, oficialmente, o PR não foi criado em âmbito estadual.

   Percival Muniz tentará demover Freire da idéia de pedir a casação dos seis. Essa manobra tem provocado divergências internas no agora esfacelado PPS. O fato de Rubens Bueno ser amigo pessoal de Maggi e do deputado Savi também pode contribuir para um acordo de cavalheiros. Maggi e Savi chegaram a fazer campanha no Paraná para Bueno, que no ano passado concorreu a governador e ficou em terceiro lugar.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Seilia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Com certeza esses Dep. ñ tem direito de retornar ao partido, se este partido ñ foi bom pra eles pq aceitar de volta, Agora q eles continua como esta sem partido sem nada temos q fazer justiça sim. Tem + acho q Muniz esfriar tudo, se isso aconrecer ele tbem deve deixar o partido. Ñ sou filiado a nem um partido.

  • Regis Ribeiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tá cheirando falcatrua tal manifestação do Presidente Regional do PPS. Ora, INFIEL TEM QUE SER BANIDO DA PARTIDO E PERDER O CARGO.

  • pedro noronha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esses politicos oportunista devem ser varridos do mapa.

DEM-Cuiabá projeta até 4 vereadores

beto 400 curtinha   O presinte da Provisória do DEM da Capital e secretário estadual de Governo, Alberto Machado, o Beto 2 a 1 (foto), está animado com as chapas do partido construídas para o embate eleitoral. Já conta com 38 pré-candidatos a vereador e avalia que todos são competitivos. Uma das...

Chapa de Pivetta faltando um nome

adilton sachetti curtinha 400   O empresário Otaviano Pivetta continua avaliando um nome para composição de sua chapa ao Senado na suplementar de 26 de abril para a vaga da cassada Selma Arruda. A primeira-suplência deve ficar mesmo com o ex-prefeito rondonopolitano e ex-deputado federal Adilton Sachetti (foto), do PRB....

Senado, disputa interna e PT rachado

verinha_curtinha   O PT, que recebe hoje as inscrições de pré-candidatos ao Senado, deve ter apenas um nome na disputa interna, o do deputado e presidente estadual da sigla Valdir Barranco. A ex-vereadora Enelinda, com dificuldade, corre contra o tempo para se viabilizar. Enquanto isso, membros de outras correntes menos...

Falta na votação da emenda impositiva

jose medeiros 400 curtinha   O deputado José Medeiros (foto), vice-líder do Governo Bolsonaro na Câmara e pré-candidato a senador na suplementar de 26 de abril, explica que não procede a informação de que teria votado favorável à PEC 34/19, que assegura o orçamento impositivo de...

Feliz da vida na base e com emendas

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto) já chegou com moral no Governo Mauro Mendes. Depois de um ano fazendo oposição ao Palácio Paiaguás, o deputado tucano se tornou governista de carteirinha. E começa a colher os dividendos. Uma de suas emendas de R$ 300 mil para ajudar na...

Voto a favor e agora contra Congresso

O pitbull do governo Bolsonaro, deputado federal José Medeiros (foto), está pegando carona num protesto, marcado para 15 de março, onde não deveria porque os seus atos não correspondem ao discurso, ao menos segundo sustentam seus adversários políticos. Contam que Medeiros foi um dos parlamentares que aprovaram o orçamento impositivo de R$ 30 bilhões, vetado pelo presidente. Eis que agora, ele próprio, defende a...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.