Últimas

Domingo, 24 de Dezembro de 2006, 00h:31 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

Muniz sinaliza para ruptura com governador

    O presidente regional do PPS, Percival Muniz, só está aguardando Blairo Maggi sair oficialmente da legenda socialista para intensificar um projeto alternativo de poder distanciado do governador. Muniz não esconde o seu descontentamento com algumas posições políticas de Maggi e também por se sentir desprestigiado quanto à abertura de espaço na administração estadual para o segundo mandato. Muniz tem comentado a amigos que, como um dos responsáveis pela eleição, em 2002, e pela reeleição de Maggi, neste ano, além do fato de ter sido o mais votado dos 5 deputados estaduais eleitos pelo PPS (41.719 votos), julga merecedor da indicação de ao menos uma secretaria. O seu pleito, porém, foi negado pelo governador, que decidiu substituir Ana Carla, esposa de Muniz, do comando da pasta da Educação.

    Polêmico, Percival Muniz se vê no olho do furacão. Aguarda julgamento de recurso no TSE, na esperança de reconquistar o registro de sua candidatura, cassado por conta da reprovação das contas, pelo TCE, de um convênio de 98, de quando era prefeito de Rondonópolis. Como o caso está sub judice, ele foi diplomado e assume cadeira de deputado em 1º de fevereiro disposto a aprofundar o debate sobre vários assuntos polêmicos. Defende, por exemplo, redução do duodécimo da Assembléia, hoje de R$ 12 milhões mensais. Sinaliza que, em alguns momentos, deve assumir posições duras em relação ao governo, do qual, por enquanto, se considera aliado.

    Percival Muniz partirá para o tudo ou nada. Se conseguir manter o mandato, consolidar-se como nova liderança na Assembléia e ampliar seu grupo político, seu projeto será disputar o Palácio Paiaguás, em 2010.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Cervejaria cuiabana devolve R$ 270 mi

rogerio gallo 400 curtinha   Após negociação, por intermédio do Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (CIRA), uma cervejaria de Cuiabá vai devolver aos cofres públicos cerca de R$ 270 milhões nos próximos dias. O montante se refere a diferenças no ICMS...

Lei em Cuiabá veta cortar luz e telefone

misael galvao 400 curtinha   Seguindo exemplo de outros municípios, a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), rejeitou veto do prefeito Emanuel e promulgou uma lei, que proíbe empresas de gás e concessionárias de serviço público de energia elétrica, no caso a Energisa,...

Visita a todos setores e agradecimento

domingos neto tce 400 curtinha   Numa demonstração de humildade e respeito aos servidores, o presidente do TCE Domingos Neto visitou nesta 4ª todo os setores do Tribunal para agradecer pessoalmente o esforço, dedicação e a contribuição de cada colaborador para que sua gestão do...

Equipe, foco e elogios ao governador

mauro carvalho 400 curtinha   Mauro Carvalho (foto), o número 2 do Palácio Paiaguás, faz questão de destacar que o governador Mauro Mendes está fechando o 1º ano de mandato sem promover uma única mudança no quadro dos 16 secretários, incluindo os que comandam a CGE e PGE. Entende isso...

Até Galvan quer o Senado pelo agro

antonio galvan 400 curtinha   A eleição suplementar ao Senado para início de 2020 começa a despertar interesse de diferentes setores. Só dos chamados representantes do agronegócio são pelo menos quatro possíveis candidatos. Até Antonio Galvan (foto), presidente da Aprosoja Mato...

Sem elo com a servidora denunciante

abilio 400 curtinha   Sob investigação da Comissão de Ética da Câmara de Cuiabá por causa de reincidentes casos de quebra de decoro, Abílio Brunini (foto), em nota, contesta o colega Juca do Guaraná, que divulgou imagens e afirmou que o vereador do PSC esteve no Hospital São Benedito e...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.