Últimas

Segunda-Feira, 13 de Outubro de 2008, 10h:05 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

RONDONÓPOLIS

Muniz vê falha de Sachetti e considera Pátio fraco

Deputado que teve posição dúbia em Rondonópolis diz que já sabia que peemdebista seria vitorioso e aponta falha de comunicação do prefeito

  O ex-prefeito e deputado Percival Muniz (PPS), que teve posição dúvida durante a campanha eleitoral em Rondonópolis, afirmou nesta segunda, em entrevista ao RDNews, que considera "normal" o resultado do pleito, com a vitória de Zé do Pátio (PMDB). Em princípio, Muniz seria candidato à sucessão municipal. Depois recuou e passou a defender o nome de Pátio. Em outra fase, ele se distanciou do peemedebista, anunciou "neutralidade" e, na reta final, se reaproximou do prefeito Adilton Sachetti (PR), atuando nos bastidores no projeto à reeleição.

   Para o deputado, a derrota de Sachetti ocorreu pela falta de capacidade de comunicação entre o prefeito e a população. "A derrota só não foi maior porque o Zé do Pátio é muito fraco. O Sachetti não conseguiu se comunicar com a população", dispara. Pátio obteve uma votação histórica, já que entrou na disputa contra a turma do governador Blairo Maggi (PR), que fez tudo para tentar reeleger Sachetti, e, ainda assim, obteve 51.775 votos (52,43% dos válidos), enquanto Sachetti ficou com 46.975 (47,57% dos válidos).

   Percival Muniz garante que já sabia que Pátio venceria, mas pondera que não quis ter qualquer responsabilidade com a administração do prefeito eleito.  "Eu já sabia que Sachetti ia perder. Há 2 anos eu dei ao Sachetti nota 7 de administração e 4 pela parte política. Mesmo assim, não apoiei o Pátio para não ter responsabilidade na sua administração", diz ele, deixando transparecer que não tinha outra opção. "O PPS de Rondonópolis não tinha candidato a prefeito; só a vereador. Então, a maior parte do partido resolveu apoiar o Sachetti e eu também apoiei", diz.

   Perguntado se o prefeito eleito precisará mudar a postura para obter coalizão de forças e apoio da maioria dos vereadores, o ex-prefeito preferiu não emitir opinião. "Problema do Pátio. Não quero opinar".  (Flávia Borges)

Postar um novo comentário

Comentários (26)

  • SÉRGIO ALCÂNTARA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Como político o Muniz nem chega aos pés do Zé do Pátio...

    Virou gurú agora?

    Acho que tem políticos que se cercam de puxa sacos e se acham o máximo...é o caso do Totó Parente e do Muniz...

    O Muniz e o Totó têm pouquíssima importância política para MT, principalmente em Cuiabá...

    Tenham mais humildade senhores!!

  • claudia regina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0



    interessanti qui o percival é tao forte eo ZE CARLOS tao fraco que :
    O unico vereador elito pelo PPS APOIA O ZE DO PATIO ... E SO NAO SAI DO PARTIDO PARA NAO PERDER O MANDATO QUE FOI DADO PELO POVO E NAO por SEU PARTIDO ... porque se esperassi por percival ia ser um fracasso ...SI NAO SABEM NEM O PROPRIO SOBRINHO ELE CONSEGIUI ELEGER ( o tiago muniz )KKKKKKKKKKKKKK.. ISSO PQ ELE É MUITO FORTE

  • anna de assis | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Para idiotas do tipo Allan Kardec, Silvana e outros.A Sadia esteve em Rondonópolis por 10 anos, exatamente o tempo que ela tinha de inseção de todos os impostos municipais e estaduais, sabe que ela fez depois desse tempo? foi vendida para ADM.Essa empresa que diz que vinha para cá é balela,hoje mesmo Zeca `´Avila, que é do DEM, desmintiu o secretário fajuto do Blairo.E quando elas vem não gera tanto emprego assim,como a Cristal. Aconselho aos Alan Kardec e Silvana a começarem a estudar para passar em concursos para não precisar puxar saco de botinudos, pois quem vive de favor ,vende a liberdade.

  • edilson da silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Bruno | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Luisa Santiago | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    PELO AMOR DE DEUS PERCIVAL!!!! CALA ESSA BOCA MALDITA!!!!!

    Nem bem o Zé ganhou a eleição e lá vem o PERCEMAU com sua língua venenosa atirar veneno por todosos lados.
    O que é FORTE para você PERCEMAU???? Ser um articulador da maldade como é o seu perfil? Ser um político que fica sempre em cima do muro esperando a hora certa de dar o bote.
    ESPERTO?????? Duvido.
    Você é um apostador falido.
    Errou em 2004 apoiando a turma da botyina que depois deu com a botina no seu.........
    Errou novamente em 2008 querendo na última hora tirar o nome do Zé como candidato e colocar o seu KKKKKKKKK Que pretenção....errou novamente apoiando (por detráz do toco) o Sachetti.
    E você (pelo que eu conheço) já está em campanha para 2012.
    Pois venha !!!!!!! vAI AMARGAR OUTRA DRROTA.
    Vai ser muito bom te enfrentar cara a cara.
    QUEM VIVER VERÁ KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • Silvana | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A coisa já começou a ficar ZÉ......
    Com o resultado da política em Roo - Zé do Pátio e Bezerra -os investidores sérios começam a se retirar.

    Isso é o que o povo quer??????
    Menos investimento e muito menos emprego.

    LEIAM AI,

    Grupo recua de investimentos em ROO

    Secretário de Indústria, Comércio, Minas e Energia, Pedro Nadaf, confirmou que Grupo Cluster de Bioenergia vai se transferir para o Araguaia






    Secretário Pedro Nadaf explica a redução do valor cobrado para registro de microempresa para barrar a informalidade



    JOELMA PONTES
    Especial para o Diário

    O município de Rondonópolis perdeu esta semana um investimento de R$ 3 bilhões. É que o Grupo Cluster de Bioenergia S/A, composto por um consórcio de empresas que vai desde a agroindústria até o petróleo, decidiu se instalar na região do Vale do Araguaia. A decisão acarretou à cidade uma perda de 7.900 novas contratações. Segundo o secretário de Indústria, Comércio, Minas e Energia, Pedro Nadaf (PR), os planos mudaram em função da mudança política na cidade.

    Nesta segunda-feira, o dirigente João Carlos Meirelles estará em Cuiabá para comunicar oficialmente ao Poder Executivo a aplicação do dinheiro em outra localidade. Questionado sobre a troca de região, Nadaf foi enfático ao avaliar que o investidor precisa de um ambiente propício para o ‘negócio’. “É necessário que o município ofereça um ambiente político saudável e confiável para que haja a instalação”, comentou.

    Em princípio, as negociações foram acertadas entre o governador Blairo Maggi e o atual prefeito de Rondonópolis, Adilton Sachetti (PR). A idéia era montar no município de três a quatro centros de produção na região e a cidade seria o pólo principal da atuação do Grupo. A equipe pretendia atuar na produção de etanol, na produção de energia elétrica por meio da utilização do bagaço da cana-de-açúcar e também na pecuária.

    Coincidentemente, a decisão do Grupo foi anunciada logo após as eleições municipais, que evidenciaram a derrota do atual gestor. Ele perdeu as eleições no município para o deputado estadual Zé do Pátio (PMDB). O projeto previa o aproveitamento de áreas degradadas com a pecuária para só então iniciar a produção de cana. Devido à mudança, os estudos de áreas que estão sendo realizados no Vale do Jurigue, no município de Pedra Preta, também da região sul, serão suspensos.

    Os objetivos do Grupo eram ainda plantar soja nos intervalos de produção de cana e a produção de 100 mil cabeças de gado em confinamento. O projeto, que deveria influenciar diretamente na economia da cidade, não prosperou e ainda prejudicou os municípios de Pedra Preta, Guiratinga e Poxoréu, todos localizados na região do sul, que seriam contemplados com contratação da mão-de-obra local.

    INCENTIVO – O governo do Estado aprovou recentemente um projeto elaborado pela Sicme que vai beneficiar a microempresa. Nadaf informou que as taxas de registro de comércio na Junta Comercial foram revistas. O valor, que atualmente é de R$ 75, será reduzido.

    A proposta vai beneficiar os camelôs e também os que fazem parte da economia subterrânea, ou seja, o comércio informal. “Nós vamos dar, por um valor menor, a ‘certidão de nascimento’ empresarial para essas pessoas terem a sua formalidade e não ficarem à margem da política fiscal do Estado. O pequeno empreendedor alega que as taxas são altas, então essa nova medida vai possibilitar a inclusão do pequeno empresário”, disse.



  • Claudia Sampaio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Fala sério Silvana!!! Só você que é cega que não vê que os botinudos é que fizeram esses investidores desistirem de Roo. Os da botina só buscam seus próprios interesses, para eles o povo tem que ver navios, mas estão recebendo o troco e em 2010 vai ser a conclusão do exterminio desse povo que só trouxe tirania e atraso para o povo pobre de MT. Somente os da soja e grandes empresários, ou seja, somente os ricos tiveram vez com esse povo da botina.
    kkkkkkkk 2010 tá chegando, se você Silvana, viver verá o extermínio que o povo matogrossense vai fazer nessa turma da botina!!!!!!!

  • SÉRGIO ALCANTARA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A SILVANA demonstra muito bem que tem eleitor que voto por medo...

    O Errado é o governador e não o Zé do Pátio e o povo que o elegeu...

    O Governador mostrou que é vingativo, perseguidor e partidário, só investe em quem apoia o seu partido...Isto justifica a pífia atuação do Governo do Estado em Cuiabá...

    Na minha opinião o governador deveria levar Indústrias para municípios mais pobres independente da sigla partidária, do número de eleitores e principalmente mesmo que não plantem soja, pois lá até a mão de obra é mais barata, é o caso de: Acorizal, Jangada, Rosário, Alto Paraguai, Nortelêndia, Arenápolis, Santo Afonso, Juscimeira, Nova Brasilândia, Poxoréo, Livramento, Vila Rica, Altos da Boa Vista, pois são municípios paupérrimos e uma indústria iria melhorar as condições de vida da região...

    Só uma observação: o Setor que mais gera emprego e renda em todos os estados é a Construção Civil e o segundo setor é o comércio, por isso que Cuiabá está muito bem obrigado, mesmo sem apoio do Governador...Indústria é o terceiro setor que mais gera emprego...

    Silvana fique tranquila que Cuiabá seguirá o exemplo dos hermanos de ROO, afinal já não esperamos nada mesmo do Governador...O prefeito nosso pega sua muchilinha e vai mendigar recursos em Brasília, na Assembléia...no Estado...

    Quem sabe 2010 traga novas esperanças de um futuro melhor para o Estado...Um Governo que governe para todos, principalmente para municípios mais pobres...

  • Mauricio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    DE FATO, ZÉ ELEGEU POR DIVERSAS VEZES VEREADOR E DEPUTADO POR RONDONÓPOLIS E MT. PERCIVAL SÓ VOLTOU A TONA EM BAIXO DAS GRAÇAS DE BEZERRA E PMDB, AFINAL QUANTOS VOTOS TEVE PARA DEPUTADO EM RONDONÓPOLIS EM RELAÇÃO A ZÉ. NÃO CONSEGUIU ELEGER O SOBRINHO!

    SE SER FRACO, É SER DESPROVIDO DE EXCESSO ADIPOSO NO ABDOMEN, CONCORDAREI COM O ILUSTRE DEPUTADO, NISTO ELE É MUITO SUPERIOR AO ZÉ, AGORA SE FOR OUTRAS COISAS...

    FICA AÍ, ZÉ É UMA DAS MUITAS RESERVAS MORAIS DESTA CIDADE, QUE NÃO ACEITOU OS MIMOS DO GOVERNADOR E SEU PARTIDO.

    PERCIVAL COM ISSO QUE VOLTAR AO OSTRACISMO A QUE ESTEVE SUBMETIDO NOS DIVERSOS PARTIDOS POR ONDE ANDOU FORA DO PMDB. 2010 vem aí! iremos lembrar!

França elegível; CNJ desatualizado

roberto franca 400 curtinha   O advogado Rodrigo Cirineu, que assumiu a assessoria jurídica da campanha a prefeito de Cuiabá de Roberto França (foto), assegura que o ex-prefeito está elegível. Explica que o cadastro de inelegibilidades do Conselho Nacional de Justiça, constantando ainda o nome de...

Candidato da família Oliveira à Câmara

luluca 400 curtinha   O jovem advogado Luluca Ribeiro (foto) é uma das apostas do MDB por renovação na Câmara da Capital. Concorre a vereador e tende a "herdar" o espólio político da família Oliveira, dos tios Dante, ex-governador que morreu em 2006, e Thelma, prefeita de Chapada dos Guimarães....

Deputado tenta censura e sem êxito

xuxu 400 curtinha   Em duas tentativas, o deputado estadual Xuxu Dal Molin (foto), candidato a prefeito de Sorriso pelo PSC, tentou, sem êxito, censurar o portal Rdnews. Na 1ª Vara Cível da Comarca de Sorriso, Xuxu ingressou com pedidos de antecipação de tutela, pleiteando retirada do ar de matérias que...

Rei do Gado entra numa difícil disputa

mauricao 400 curtinha   O leiloeiro Maurição Tonhá (foto), chamado por muitos de "Rei do Gado", está de volta à disputa eleitoral. O pecuarista com bens avaliados em R$ 19 milhões é candidato pelo DEM a prefeito de Água Boa, muncípio já administrado por ele por dois mandatos. Em...

Ajudando a enterrar CPI do Paletó

luciana zamproni 400 curtinha   O Palácio Alencastro está convicto de que, assim como na primeira votação, o relatório da CPI do Paletó que propõe punição ao prefeito Emanuel e vai ser votado nesta terça, será arquivado pela maioria dos vereadores cuiabanos. O desfalque do...

8 candidaturas e Thelma com chances

thelma de oliveira 400 curtinha   Mesmo sem apoio de nenhum outro partido, a não ser do seu PSDB, enfrentando forte desgaste político e rejeição popular e ainda problemas de saúde, se recuperando de tratamento de câncer de mama, a prefeita Thelma de Oliveira (foto) ainda tem chances de...