Últimas

Terça-Feira, 27 de Fevereiro de 2007, 06h:29 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

VÁRZEA GRANDE

Murilo define 3 prioridades para sair do desgaste

Investimentos na malha viária, saneamento e comunicação são esperança de reeleição para prefeito

    O prefeito de Várzea Grande, Murilo Domingos (PPS), admitiu, em reunião com assessores mais próximos, que hoje não teria chance de reeleição. Perderia feio nas urnas, por exemplo, para o deputado estadual Wallace Guimarães (PFL), de quem ganhou em 2004 por uma diferença de apenas 588 votos. Para reconquistar o prestígio popular e dar fôlego ao projeto de recandidatura, Murilo definiu três prioridades: recuperação da malha viária, investimentos em saneamento e melhora da relação institucional com a mídia.

    A intenção do prefeito é investir cerca de R$ 15 milhões para recuperar parte da malha viária num município castigado pela falta de infra-estrutura, principalmente na periferia. As maiores ações serão de recapeamento e de lama asfáltica. Na área de sanamento, Murilo Domingos deu autonomia para o presidente do Departamento de Água e Esgoto, Dito Loro, estabelecer metas e executá-las, com vistas a melhorias dos serviços. O Dae-VG já anunciou, dentro de um planejamento estratégico, que pretende elevar a receita dos atuais R$ 9,4 milhões para R$ 17 milhões até dezembro de 2011. Com ao menos cinco projetos prontos, Dito Loro baterá a porta do governo federal em busca de financiamento.

    Até então resistente à idéia de fazer investimentos em informes publicitários, o prefeito percebeu, enfim, que sem divulgar as ações do seu governo a popularidade continuará em declínio. Desa forma, estuda melhorar o orçamento da Comunicação e se aproximar mais da imprensa.

     A gestão Murilo tem sido alvo de críticas. Mesmo que tenha conseguido um governo de coalizão, com apoio do PT, PSDB, parte do PMDB e do PFL, a administração é vista como capenga.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Ex-vereador abandona rei dos porcos

fernando morais 400 curtinha   Mesmo impedido de ser candidato, já que está inelegível por oito anos, o ex-vereador pela Capital Abílio Júnior segue se articulando politicamente, deixou o PSC e se filiou ao Podemos. Acabou dando de ombros para o empresário Fernando Morais (foto), o "rei dos porcos",...

Temor e negociação com 3 partidos

wilson kero-kero 400 curtinha   Depois de ajudar na articulação para se filiar ao Podemos o colega vereador Dilemário Alencar, que estava "fritado" e sem espaço no Pros e procurou abrigo em outra legenda, Wilson Kero-Kero (foto) está agora com receio de migrar para o partido da senadora cassada Selma Arruda e do...

Agora no DEM e foco à saúde pública

gilberto figueiredo 400 curtinha   Gilberto Figueiredo (foto), vereador licenciado da Capital e secretário de Estado de Saúde, aproveitou a janela - data limite de filiação até sábado (4) para quem quiser ser candidato em outubro -, e ingressou no DEM. Agora, o partido do governador Mauro, até...

Ação de promotor e volta de restrições

Adalberto Ferreira   O promotor de Justiça Adalberto Ferreira garante que prefeito de Juscimeira Moisés dos Santos não havia editado nenhum decreto endurecendo as regras de restrições à pandemia do coronavírus antes do MPE propor ação na Justiça. Ao falar sobre nota publicada...

Oséas agora está nas mãos de Abílio

oseas machado 400 curtinha   Oséas Machado (foto) conseguiu derrubar Abílio Júnior, a quem denunciou por quebra de decoro parlamentar, e assumiu a cadeira deste na Câmara da Capital. Agora, o cassado se articula para dar o troco. O problema é que ambos estão no PSC. Oséas quer buscar a...

Decreto "anula" o MPE em Juscimeira

moises 400 juscimeira curtinha   Em Juscimeira, o promotor de Justiça Adalberto Ferreira recorreu à Justiça de forma desnecessária. Pleiteou e conseguiu uma liminar para suspender um decreto do prefeito Moisés dos Santos que, segundo a ação, havia reduzido as medidas de isolamento social, permitindo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.