Últimas

Quinta-Feira, 28 de Fevereiro de 2008, 13h:05 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

VALE A PENA RECORDAR

Na campanha de 2006, Eliene se dizia blairista

  Nas "asas" de José Riva (PP), deputado estadual mais votado proporcionalmente no país (82.799 votos), Eliene Lima se elegeu federal em 2006 com 65.855. Ele é daqueles que fazem o chamado trabalho formiguinha e sem criar atritos. De bobo, porém, não tem nada. Em sua trajetória na vida pública, como vereador e deputado estadual por três mandatos, Eliene Lima sempre foi governista.

   Ele foi aliado do governo Dante de Oliveira (1995/2002). Bastou o opositor Blairo Maggi conquistar o Palácio Paiaguás que Eliene também mudou de partido e de grupo. Deixou o PSB e está no PP. Em 2002, ainda pela legenda socialista, ele se elegeu estadual pelo PSB na coligação que apoiava o grupo de Dante. No ano seguinte, passou a fazer parte da base do governo Maggi.

   Na campanha de 2006, Eliene pediu voto com o discurso de que, na Câmara Federal iria aliar política de geração de emprego e renda com projetos educacionais. Já se vão 13 meses que ele está em Brasília. O resultado concreto de sua atuação não se viu ainda como deputado federal. Talvez, seja o efeito formiguinha.

  Clique no play e ouça o que dizia Eliene na TV, em 2006.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Rogaciano oliveira sampaio filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    senhor redator,quero usar este espaço,para manifestar em nome do povo de arenapolis,a nossa gratidão,ao dep.eliene lima,que na ultima eleição teve em arenapolis só 287 votos,mas nesses treze meses como deputado federal,adotou nossa cidade,e em poucos meses como deputado,já arrumou para nóis recursos na ordem de 340.000.00 para reforma dos vestiarios do nosso estadio,e para pavimentar algumas ruas de nossa querida arenapolis.fica aquir registrado a nossa gratidão e nosso apreço a esta liderança politica que o mato grosso ainda vai ter orgulho de ter-lo em brasilia.

  • JOSE MARQUES BRAGA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A DEMOCRACIA BRASILEIRA ESTA DESIQUILIBRADA PELA AÇÃO PATRIMONIALISTA DO PODER LEGISLATIVO QUE DEIXARAM SUA FUNÇÃO PARA DEFENDER EMENDAS E NADA MAIS. ACHO QUE PODERIAM FAZER AS DUAS COISAS. ISTO É MUITO PERIGOSO PARA A DEMOCRACIA POIS DEIXA DE TER A TESE, ANTITESE E A SINTESE. SÃO PRATICAS QUE FAZEM A INOVAÇÃO NO PODER OU EM QUALQUER PROCESSO DINAMICO EXISTENTE.

  • Luciana Cury/ Da Assessoria | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Muito me admira esta notícia... Como poucos sabem, aprovar um projeto na Câmara Federal não é do dia para noite.. dias e mais dias se passam para um projeto ser aprovado...
    Como em todas os segmentos neste País, a burocracia tbm existe na Câmara.. Como exemplo tomo o projeto de lei que prevê aumento da licença maternidade (importantíssimo ao Brasil) que se arrasta há três ano em Brasília e até hoje se quer há previsão para ser votado em Brasília...
    Poucos tem conhecimento, ou melhor, fazem questão de não saber, o deputado tem diversos projetos da autoria dele aprovados na Câmara, como por exemplo, o fim de operação casada em crédito rural....
    Além do mais, o deputado, apesar de ser de primeiro mandado, foi o que mais apresentou projeto e citou MT na tribuna, e ainda faltou apenas em uma sessão da Câmara...
    O que vale ser ressaltado (e que poucos o fazem questão) é que há muitos parlamentares federais de MT, que foram eleitos e após 13 meses de eleitos ainda não mostraram para quer vieram...
    Mas muitos não notam isso.. ou melhor, muitos não querem notar a inércia de muitos deputados federais, seja de primeiro ou segundo mandato.

  • Milton Ribeiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabens a Assessoria do Deputado!, e parabens tambem ao blog do Romilson, isso é ser jornalista!, a defesa e o esclarecimento é um direito, e a Assessora do Eliene o fez muito bem. Sei que demagogia não é prática do Dep. Eliene, mas sua Assessoria, não só a Dele (Eliene), como de todos, deveria divulgar com mais enfase as ações parlamentares práticas na Camara e no Senado.

Taisir coordena campanha de Eliene

taisir karim 400 curtinha   O ex-reitor da Unemat e uma das lideranças do PSD na região Oeste, Taisir Karim (foto), que chegou a se lançar de última hora como pré-candidato a prefeito de Cáceres, mas logo em seguida recuou, será o coordenador-geral da campanha de Eliene Liberato (PSB), atual...

Inaugurados 67 km de asfalto da 020

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes (foto) inaugurou nesta 5ª a pavimentação de 67,5 km da MT-020, entre Paranatinga e Canarana. Essa estrada faz parte do pacote de obras que foi retomado e já concluído nesta gestão. Foram investidos R$ 45 milhões do governo estadual. O...

Saggin critica "ditadura" e apoia Raye

paulo raye 400 curtinha   O empresário e advogado Sandro Saggin, que desistiu da candidatura a prefeito de Barra do Garças e agora apoia Paulo Raye (foto), do Pros, explica que em nenhum momento os diretórios estadual e nacional do Podemos, de cujo partido é filiado, encaminharam qualquer orientação aos...

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.