Últimas

Quarta-Feira, 14 de Março de 2007, 08h:37 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

COMUNICAÇÃO

Na TV, Euclides 'carimba' Sindimed como movimento político-eleitoral

      A presidente do Sindicato dos Médicos do Estado, Maria Cristina, e o superintendente do Hospital e Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá, Euclides dos Santos, travaram uma discussão ferrenha, ao vivo, no programa Terceiro Mundo, da TV Record Canal 10, nesta terça (13) à noite. De um lado, a representante da categoria reclamou das condições de trabalho, de perseguição a membros do sindicato e do que classifcou de 'falta de gerenciamento' na Saúde. De outro, o representante do prefeito 'carimbou' a direção do sindicato de agir motivado por interesse político-eleitoral.

     Euclides afirmou que o Sindimed não se mobiliza tanto em relação à saúde pública dos outros municípios como em Cuiabá, tudo, segundo ele, para tentar prejudicar a atual administração. Questionou a presidente do sindicato do porquê não cobrar e agir com o mesmo radicalismo junto aos governos estadual e federal, já que ela representa o movimento em âmbito de Mato Grosso. "Será por quê, doutora, a senhora e o sindicato não fazem a mesma cobrança veemente junto ao governo do Estado e ao governo federal?, questionou Euclides.

   Segundo o superintendente, casos pontuais, como o sumiço de uma mesa no posto de saúde do CPA IV e denúncia de boicote a um médico ligado ao Sindimed, só aparecem no momento conveniente. Euclides disse ainda que a maioria dos médicos não concorda com o movimento, que prega protesto e paralisação das atividades. "O prefeito se mantém o tempo todo aberto ao diálogo com os profissionais. Já sinalizou que pode tirar o Plano de Cargos, Carreira e Salários da Saúde para negociar em separado. Nunca um prefeito esteve tão aberto assim, agindo de forma tão democrática", enfatizou Euclides dos Santos, durante a entrevista, ao vivo.

     Para ele, a discussão sobre a saúde pública não pode se limitar a Cuiabá. Questionou a presidente do sindicato quando ela observou que só construir hospital não resolve o problema. Cuiabá é a única capital do país que não conta com um hospital estadual. Euclides observou ainda que noticiário nacional tem mostrado que faltam medicamentos em algumas capitais, como em Recife (PE), de responsabilidade do governo do Estado e da União e que em Cuiabá o ônus fica somente com a prefeitura.

    Sobre o quadro de pediatras, com lotação de 58 profissionais, o superintendente destacou ser suficiente para atender a demanda, enquanto Maria Cristina preferiu esquivar-se do assunto.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Secretário, furtos e a incompetência

rodrigo metello 400 curtinha   O secretário de Transporte e Trânsito de Rondonópolis, Rodrigo Metello (foto), filiado ao MDB e pré-candidato a vereador, corre risco de ser acionado na Justiça por centenas de pessoas que tiveram motocicletas apreendidas e que depois acabaram furtadas do Pátio Rondon. O local...

Vereador na base e críticas a Leonardo

leonardo 400 curtinha   Chico 2000, vereador pela Capital, assegura que não procede a informação de que o seu Partido Liberal irá romper com o prefeito Emanuel, não o apoiando à reeleição. Segundo ele, foi Leonardo Oliveira (foto), que participou na quarta de uma reunião do...

Embates sobre a cadeira da discórdia

selma arruda curtinha 400   A cadeira da senadora Selma Arruda (foto), que está cassada há um ano mas, mesmo assim, continua no cargo, vem dividindo opinião de vários líderes políticos, uns torcendo logo para a Mesa do Senado decretar a vacância para Carlos Fávaro assumir a vaga, outros...

PL avisa Chico que não apoiará EP

chico 2000 curtinha   O vereador Chico 2000 (foto), único do PL na Câmara de Cuiabá e governista de carteirinha, se mostrou  desconfortável politicamente quando foi informado nesta quinta que a legenda liberal não vai apoiar a reeleição do prefeito Emanuel, do MDB. O partido é comandado no...

Bolsonarista esperançoso no Patriota

roberto franca curtinha   Roberto França (foto) decidiu fazer uma aposta arriscada com vistas às urnas de outubro. Aos 71 anos, metade deles ocupando cargos eletivos, como de vereador, deputado estadual e federal e prefeito de Cuiabá, ele trocou um partido nanico por outro, do PV para o Patriota. A esperança do...

Ex-vereador abandona rei dos porcos

fernando morais 400 curtinha   Mesmo impedido de ser candidato, já que está inelegível por oito anos, o ex-vereador pela Capital Abílio Júnior segue se articulando politicamente, deixou o PSC e se filiou ao Podemos. Acabou dando de ombros para o empresário Fernando Morais (foto), o "rei dos porcos",...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.