Últimas

Terça-Feira, 24 de Abril de 2007, 00h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

COMUNICAÇÃO

Na TV, França ataca Brito e comando-geral da PM

  Revoltado com o assalto sofrido pelo seu repórter Aroldo Rocha, que teve uma camioneta e aparelhagem de TV roubados, o deputado estadual Roberto França aproveitou o seu programa Resumo do Dia, da TV Rondon (afiliada da Rede TV!),nesta segunda à noite para atacar o secretário de Justiça e Segurança Pública, Carlos Brito, e também o comandante-geral da PM, coronel Adaildon Evaristo de Moraes Costa. Visivelmente irritado, França afirmou que a segurança "está uma esculhambação".
  Questionou as autoridades que têm recorrido a números para assegurar que "o setor está avançando" e, gesticulando como se tivesse em discurso num palanque em época de campanha eleitoral, França também chamou atenção do governador Blairo Maggi, de quem é aliado. Primeiro, numa referência a Brito, com quem militou no PSDB até 2002, França disparou: "Se não tem competência, entrega o cargo para quem tem. O que não pode é ficar sentado a bunda nessa cadeira sem fazer coisa nenhuma e justificar o salário que ganha e, principalmente, dar uma resposta à população".
   Depois, França virou sua metralhadora verbal para o governador. "A população paga impostos, governador Blairo Maggi, é para ter segurança pública, não essa anarquia e essa vergonha que estamos tendo aqui em Cuiabá e em todo o Estado de Mato Grosso. Eu continuo acreditando no senhor. Agora, se for para fazer só apadrinhamento, usando um importante e relevante cargo como esse (de secretário de Justiça e Segurança Pública), aí vamos ter essa segurança pública, que, lamentavelmente, temos o desprazer e a insatisfação de falar aqui no nosso programa".
   França, que trocou o PPS para seguir o governador Maggi no PR, assumiu a cadeira de deputado no mês passado, com o licenciamento provisório do titular Gilmar Fabris. Antes, ele já tinha exercido mandato na Assembléia, foi deputado federal e prefeito de Cuiabá por dois mandatos.
   Ele disse no seu programa de TV que vem dando apoio à gestão Brito e que não gostaria de fazer críticas, mas, como não vê avanços, não há outra alternativa senão pontuar as falhas. "Apoio nós demos. Divergências políticas deixamos de lado. Eu disse aqui que não ia torcer para o quanto pior melhor, para ficar esculhambando a polícia. Tenho o maior respeito pela polícia, agora, não é por isso que temos que aceitar essa anarquia e bandidagem que anda esparramado por aí. Vou continuar aguardando. Se continuar esse estado de coisa, vou falar tantas quantas vezes forem necessárias", atacou França, no seu Resumo do Dia.
   Em seguida, o deputado-apresentador destacou que não deve favor nem para o secretário Brito e nem para o comandante-geral Adaildon e, por isso, tem liberdade para falar o que pensa."A hora que não for para falar, aí eu prefiro parar de fazer (o programa)". Segundo França, o povo não pode continuar sendo penalizado. "Tem que acabar com essa farsa, com essa enganação, que hoje chama-se segurança pública do Estado de Mato Grosso".

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

EP cresce 5; Abílio perde 3, diz Ibope

emanuel pinheiro 400 curtinha   Pelos números do Ibope, revelados nesta sexta à noite pela TV Centro América (Globo), Abílio Júnior (Podemos) oscilou negativamente 3 pontos percentuais em menos de uma semana, de 48% para 45% das intenções de voto. Já o emedebista Emanuel Pinheiro (foto)...

Sob arrogância, ataque e desrespeito

abilio junior 400 curtinha   O candidato Abílio Junior (foto), que disputa o segundo turno em Cuiabá com o prefeito Emanuel, chegou bastante nervoso e irritado para o debate nesta sexta, na TV Vila Real (Record). Demonstrando arrogância, ignorou o superintendente do Grupo Gazeta de Comunicação, Dorileo Leal, na...

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso, na TV Vila Real (do grupo Gazeta) e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, os candidatos à Prefeitura de Cuiabá Abílio Júnior (Pode) e Emanuel Pinheiro (MDB) protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...