Últimas

Terça-Feira, 24 de Abril de 2007, 00h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

COMUNICAÇÃO

Na TV, França ataca Brito e comando-geral da PM

  Revoltado com o assalto sofrido pelo seu repórter Aroldo Rocha, que teve uma camioneta e aparelhagem de TV roubados, o deputado estadual Roberto França aproveitou o seu programa Resumo do Dia, da TV Rondon (afiliada da Rede TV!),nesta segunda à noite para atacar o secretário de Justiça e Segurança Pública, Carlos Brito, e também o comandante-geral da PM, coronel Adaildon Evaristo de Moraes Costa. Visivelmente irritado, França afirmou que a segurança "está uma esculhambação".
  Questionou as autoridades que têm recorrido a números para assegurar que "o setor está avançando" e, gesticulando como se tivesse em discurso num palanque em época de campanha eleitoral, França também chamou atenção do governador Blairo Maggi, de quem é aliado. Primeiro, numa referência a Brito, com quem militou no PSDB até 2002, França disparou: "Se não tem competência, entrega o cargo para quem tem. O que não pode é ficar sentado a bunda nessa cadeira sem fazer coisa nenhuma e justificar o salário que ganha e, principalmente, dar uma resposta à população".
   Depois, França virou sua metralhadora verbal para o governador. "A população paga impostos, governador Blairo Maggi, é para ter segurança pública, não essa anarquia e essa vergonha que estamos tendo aqui em Cuiabá e em todo o Estado de Mato Grosso. Eu continuo acreditando no senhor. Agora, se for para fazer só apadrinhamento, usando um importante e relevante cargo como esse (de secretário de Justiça e Segurança Pública), aí vamos ter essa segurança pública, que, lamentavelmente, temos o desprazer e a insatisfação de falar aqui no nosso programa".
   França, que trocou o PPS para seguir o governador Maggi no PR, assumiu a cadeira de deputado no mês passado, com o licenciamento provisório do titular Gilmar Fabris. Antes, ele já tinha exercido mandato na Assembléia, foi deputado federal e prefeito de Cuiabá por dois mandatos.
   Ele disse no seu programa de TV que vem dando apoio à gestão Brito e que não gostaria de fazer críticas, mas, como não vê avanços, não há outra alternativa senão pontuar as falhas. "Apoio nós demos. Divergências políticas deixamos de lado. Eu disse aqui que não ia torcer para o quanto pior melhor, para ficar esculhambando a polícia. Tenho o maior respeito pela polícia, agora, não é por isso que temos que aceitar essa anarquia e bandidagem que anda esparramado por aí. Vou continuar aguardando. Se continuar esse estado de coisa, vou falar tantas quantas vezes forem necessárias", atacou França, no seu Resumo do Dia.
   Em seguida, o deputado-apresentador destacou que não deve favor nem para o secretário Brito e nem para o comandante-geral Adaildon e, por isso, tem liberdade para falar o que pensa."A hora que não for para falar, aí eu prefiro parar de fazer (o programa)". Segundo França, o povo não pode continuar sendo penalizado. "Tem que acabar com essa farsa, com essa enganação, que hoje chama-se segurança pública do Estado de Mato Grosso".

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Governista 2 e o desafio da reeleição

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto), que conseguiu retornar à Assembleia "sangrando" nas urnas de 2018, impactado pelo desgaste pela defesa intransigente do Governo Pedro Taques, se prepara para atravessar outro purgatório no próximo ano, em busca de mais um mandato. O deputado tucano carrega desgaste...

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misael é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

MAIS LIDAS