Últimas

Quinta-Feira, 11 de Setembro de 2008, 14h:01 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

VÁRZEA GRANDE

Na TV, Maksuês chama os Campos de coronéis


Deputado Maksuês reage à manobra de "fritura" dos Campos
Foto: Laércio Ojeda

  O deputado e apresentador de TV, Maksuês Leite (PP), que desistiu da candidatura a prefeito de Várzea Grande para apoiar o então adversário ferrenho Júlio Campos (DEM), surpreendeu a todos nesta quinta (11), em seu programa Comando Geral, da Record News (canal 47). Sem citar nomes, ele mandou duro recado aos irmãos Júlio e Jaime Campos, recheado de frases de efeitos e críticas. Foi uma resposta aos argumentos apresentados nos bastidores, principalmente pelo senador Jaime, de quem o candidato do DEM está caindo nas pesquisas de intenção de voto porque trouxe para o palanque o deputado do PP.

  "Tem que respeitar a decisão do povo. Quem decide é a consciência popular e não adianta querer contrariar e vir com selvageria", disparou Maksuês. Ele afirmou ser "bom de briga" e emendou: "Se tiver de ir pro pau, eu vou! Não adianta desafiar a vontade popular. Toda vez que desafiou, não deu certo", diz o parlamentar do PP, que tem a própria esposa Mara Rúbia como vice da chapa de Júlio Campos.

  Num outro momento do Comando Geral, Maksuês disse, em novo recado aos Campos, que "tem que ser humilde". "Tem que ter humildade, reconhecer erro, ouvir. Se o eleitor está zangado, ouça ele. Esse negócio de botar pé no peito, de tirar alguém... acabe com isso. Se fazia isso na época que se amarrava cachorro com linguiça. É lá atrás. Hoje, se amarrar, ele morde a linguiça. Estamos em novos tempos, no mundo digital, da internet."

  Maksuês Leite, que tenta superar o desgaste político após deixar uma candidatura no momento em que liderada as pesquisas para se aliar aos Campos, afirma ainda que "os coronéis na política precisam se conscientizar de que as coisas não vão na marra". "É preciso ter humildade. Pare de soberba e arrogância, que isso não leva a lugar nenhum! Na marra não vai, pois quem decide é o povo e eu sou povo e aceito toda decisão popular".

  Por fim, Maksuês Leite concluiu: "Essa história de que atropela, passa em cima, que se mata..., o povo não quer saber disso. O povo quer saber de resultado. Humildade, seja humilde, não vá na arrogância, na brutalidade, querendo assassinar todo mundo politicamente.. isso acabou. É um outro tempo. (...) Estou pronto para qualquer parada, como vai vir vai daqui pra lá. Então, não vem com graça...". (Romilson Dourado)

Clique no play e veja o recado de Maksuês aos irmãos Júlio e Jaime Campos nesta quinta, em seu programa de TV Comando Geral, na Record News.

(12/9 - às 6h30) - Após críticas, Maksuês promete ir comício

  O deputado Maksuês Leite se mostrou arrependido das críticas aos irmãos Júlio e Jaime Campos e, segundo a assessoria do candidato do DEM, havia prometido comparecer ao comício que seria realizado nesta quinta à noite no Dellanes Clube, no centro de Várzea Grande. De acordo com a equipe de marketing de Júlio, o deputado alegou que fez críticas na TV, em seu programa Comando Geral, porque estava chateado com informações que tinham chegado para ele e alimentadas pelo PMDB do candidato Nico Baracat, de que, se Júlio viesse a perder, a culpa seria dele (Maksuês). Também estava vinculado a aliança Júlio-Maksuês com aquela de 98, quando Júlio se aliou ao então adversário Carlos Bezerra (PMDB) e perdeu a disputa para governador.

  Na conversa com aliados de Júlio, Maksuês Leite teria dito que estava nervoso com essa situação e, na TV, "acabou falando mais com o fígado". Lembrou que as críticas trazem dupla interpretação já que não falou o nome dos Campos e que o recado poderia ser para os adversários. Para amenizar a crise e numa demonstração de que está na campanha, Maksuês prometera ir ao comício organizado pelas mulheres, sob Lucimar Campos e sua própria esposa Mara Rúbia (PP), vice da chapa de Júlio.

(Às 8h50) - Deputado não comparece a comício

  O deputado Maksuês Leite não foi ao comício, conforme previa a assessoria do candidato Júlio Campos. O clima já é de ruptura. Na prática, o parlamentar não demonstra tanto arrependimento com os ataques feitos aos Campos, tanto que evitou contato com o candidato Júlio Campos e também com o senador Jaime, coordenador-geral da campanha. Após as críticas, Maksuês preferiu não comparecer ao ato político desta quinta à noite. Já sua esposa Mara Rúbia esteve presente ao comício.

Postar um novo comentário

Comentários (60)

  • Anônimo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Acredito que o recado foi para todos os coronéis da política mato-grossense, em especial ao coronealismo do irmãos Domingos... Que estão pressionando os vereadores de Várzea Grande e os empresários para apoiá-los.

  • Adilson Carvalho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Antes de sair as pesquisas, já se notava pelas ruas a derrota de Júlio Campos, as pesquisas apenas confirmaram isso.

    Mas pelo que lí, os bastidores da campanha de Júlio está em clima de guerra.

    Tem ameça de morte, passar com carro em cima, etc, etc, a justiça eleitoral e o MP tem que tomar providência antes que aconteça uma tragédia, pelo jeito estão culpando o Maksues pelo fracasso, querendo trocar a candidata a vice, a coisa tá séria mesmo!

  • Rita | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    iiiiiiiiiiiihhhhhhhhhhhhhhhhhh
    Ou os Campos já estao mexendo os pauzinhos para tirar a Mara do caminho .... ou o nobre deputado esta percebendo a burrada que ele fez em se aliar a quem ele mais criticava!!
    Agora f. tudo!!!!

  • MARIA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    AGORA QUE ELE DESCOBRIU ISSO????ENTÃO VOU ATÉ REPENSAR NA SUA CONDUTA PENSANDO QUE O SR ESTAVA AGINDO SEM CONHECIMENTO DE CAUSA, DIGO,INOCENTE

  • brigiti | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    PULA LOGO DE LADO DEPUTADO ANTES Q SEJA TARDE DEMAIS.

    É MURILO, É 22

    MURILO NÃO FALA!
    MURILO FAZ!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    VENHA FAZER COM MURILO


    AINDA DÁ TEMPO.

  • JOANA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ANTES TARDE DO QUE NUNCA. E ISSO AI MAKSUES. MANDA OS CAMPOS AS FAVAS.

  • cesar do critorei | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    o ke e isto deputado esta guspido no prato ke comeu olha o passado e seja 25 ok

  • jor. eraldo mendes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    nunca é tarde para buscar e conquistar o seu espasso, dep o senhor foi vitima de um processo antigo e arcaico de fazer politica. Maksues o senhor é uma vitima. parabens pela coragen conte com o povo que sofre junto com você

  • Carlos Magno | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A imprensa é mal em alguns momentos, tenta remeter o cidadão que lê a notícia, leva pela manchete, e apenas isso, a interpretação que ela (imprensa) deseja que seja entendido.
    Para quem aistiu o programa, sabe que ele deu um recado a todos os envolvidos na campanha, estão todos os candidatos dando tiros para todos os lados, a esmo e sem somar com concequências.
    Também não gosot a muito da maneira de fazer política metendo o pau, mostrando isso ou aquilo que certo canditado fez oud eixou de fazer, ofensas, etc... O Deputado esta certo, alguém precisa baixar a bola do Dr. Júlio e faze-lo enxergar como ele é, antes dele e seus assessores e coordenadores sairem falando que já ganhou, etc... Tenho grande apreço pelo Dr. Júlio, mas vi a muitos dias erros em sua campanha, mesmo não participando dela.
    Mas lembre-se o Deputado que antes, ele metia o pau nos demais prováveis adversários, Murilo era dorminhoco, esqueçeu o povo de VG, Júlio era passado, arcáico, gostava de impor sua palavra a qualquer custo, chamou Jaime de Coronel, etc.. Portanto Deputado, ao fechar a porta, puxe seu rabo antes.
    Dr. Júlio ainde é o npreferido dos eleitores, se o Deputado quiser deixar a campanha e bandiar par o lado oposto, seja ela qual for, faça isso logo, antes que seja tarde e você acabe ficando em cima do muro até o final, o que no meu ver, é bem pior.
    Concordo com você em fazer essa observação, é muito bem feita e propícia, principalmente para o grupo Julio/Jaime e Maggi/Murilo. Mas tome mais consciência quando usar as palavars, principalmente ao usar um meio de comunicação poderoso e formador de opinião.
    Como eu disse, a imprenssa tem hora que é má, e a faca tem dois gumes, pode cortar o lado oposto e também lhe cortar.
    Humildade é a palavra de ordem para a campanha do Dr. Júlio, mas prudência é o que Vs. Exelência deve tomar ao querer devolver algo ou atacar alguém. Lembre-se, a faca tem dois gumes.
    Júlio Campos 25 na frente sempre! Pobre de quem acreditar no contrário disso.

  • Luzia Ferreira de França | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sempre aprendi que o coronelismo, ou melhor, os coronéis obrigavam os seus fucinários a votarem em seus candidatos. Portanto, entendo que o comentário do Deputado maksuês não serve para os Campos e sim para os irmãos Domingos. Os Campos sempre participaram de eleições diretas e foram eleitos pelo povo. Jamais praticaram atos de terrorismos pressionando, ameaçando ou demitindo aqueles que tem coragem de assumir que estão ao lado da democracia e do desenvolvimento da cidade. Isso sim é coronelismo, intimidar e obrigar os funcionários da Prefeitura a votar em quem não querem e deixar varzea grande continuar nesse marasmo que ela vive.

AL realiza lockdown de faz de contas

Funcionários da AL se mostram revoltados com o lockdown de “faz de contas” promovido por deputados. Isso porque, apesar de estar com as portas fechadas, funcionários estariam sendo obrigados a ir trabalhar e entrando por outras portas. Atendem parlamentares que preferem trabalhar presencialmente. Pelo menos 36 funcionários estariam infectados e os servidores temem que mais pessoas sejam contaminadas pelo coronavírus. O pânico ficou ainda maior...

EP na batalha por vacinas e insumos

emanuel pinheiro 400 O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (foto) entrega nesta segunda (8) PL para a aquisição de vacinas para combate à Covid-19, medicamentos, insumos e equipamentos. O documento foi elaborado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e será votado na Câmara. Esse é mais um movimento...

Fúrio volta à carga contra secretário

celio furio 400 curtinha Depois de se enganar ao abrir investigação contra o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo e ter de pedir desculpas, o promotor Célio Fúrio (foto) voltou à carga. Fúrio entrou na Justiça para que Gilberto seja condenado à perda da função...

TJ e posse em cartórios após 7 anos

maria helena _ curtinha O Tribunal de Justiça, sob Maria Helena (foto), marcou para 31 de março a posse coletiva dos aprovados no concurso para os cartórios extrajudiciais de Mato Grosso. O certame vem se arrastando desde 2013 e foi interrompido diversas vezes por causa de recursos judiciais de concorrentes inconformados com os...

Setores vivem tensão e são castigados

Gilberto Figueiredo Artigo O governo acerta ao estender o horários de funcionamento dos supermercados. Afinal, desde que o decreto entrou em vigor, as filas se multiplicaram pela Capital, aumentando o risco de transmissão do novo coronavírus. Há a expectativa de que novas medidas possam ser tomadas diante do evidente colapso da...

Limpeza e obras no entorno da Arena 

Beto 2x1 400 curtinha   Apesar da Arena Pantanal ser um cartão postal do Estado, o entorno do estádio vive situação crítica com lixo nas ruas, episódios de esgoto à céu aberto e matagal. O secretário estadual de Esporte e Cultura, Beto 2 a 1 (foto), em visita ao Rdnews, assegura que os...