Últimas

Sexta-Feira, 24 de Agosto de 2007, 05h:31 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

COLNIZA

Não tem nada a ver comigo, diz prefeito afastado

     "Primeiro, fizeram um golpe me acusando de ter roubado R$ 10 milhões. Depois falaram que eu invadi a prefeitura e agora mais essa. Estou indignado com tamanha conversa", reage o prefeito afastado Sérgio Bastos dos Santos, o Serjão (PMDB), numa referência ao desaparecimento do presidente da Câmara de Colniza, vereador José Luiz de Paulo (PP). O parlamentar iria presidir uma sessão nesta quinta a noite que colocaria em votação pedido de cassação de Serjão, hoje afastado do cargo. Ocorre que momentos antes, José Luiz desapareceu. A camionete Hilux da Câmara e que está sob sua direção foi encontrada abandonada e com a chave na ignição.

     Em meio às acusações de que o sumiço do parlamentar teria motivação política, o fardo acabou pesando sobre os ombros de Serjão. Perguntado sobre o assunto nesta sexta, Serjão reagiu. Disse que está indignado com o fato. "Quero dizer que é pura coinscidência. Tanto que tem três meses que nem mesmo vou a Colniza", disse o prefeito afastado, que tem permanecido mais em Cuiabá.

   Serjão afirma que está "revoltado com o oportunismo que vão fazer com o fato". Ele foi afastado sob a acusação de ter cometido atos de improbidade administrativa. Colniza hoje está sob comando do petista e então vice de Serjão, Adir Ferreira de Souza.

(Atualização às 15h10) - Nota de Esclarecimento

      O prefeito afastado de Colniza, Sérgio Bastos dos Santos (PMDB), o Serjão, emitiu uma nota sobre o desaparecimento do vereador José Luis de Paulo. Eis a íntegra:

1- “O desaparecimento do vereador José Luis de Paulo revela, mais uma vez, a situação caótica em que se encontra o município de Colniza, fato que venho a quase nove meses noticiando às autoridades estaduais, desde que fui sumariamente afastado do cargo de prefeito, através de um golpe orquestrado pela vereadora Valéria Vanessa Figueiredo, esposa do Vice-Prefeito Adir Ferreira de Souza, atual prefeito em exercício, e o advogado José Geraldo Scarpati, mais conhecido como o “Caçador de Prefeitos”, ocorrido em novembro do ano passado. Recentemente o Egrégio Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso reconheceu, por unanimidade, a nulidade do processo que resultou na cassação do meu mandato, determinando o meu retorno ao cargo de Prefeito Municipal, fato que só não ocorreu em função de uma decisão do Juiz da Comarca de Colniza, que ainda está pendente de julgamento no TJ-MT”.
2- “Alguns políticos de Colniza estão aproveitando o clima de tensão e incerteza da população e soltando boatos que tentam relacionar o meu nome como sendo um dos prováveis suspeitos pelo desaparecimento do Vereador José Luiz de Paula, ocorrido na noite de ontem, dia 23. Mais uma vez, vejo o meu nome relacionado com um triste fato que não tenho qualquer envolvimento. Da mesma forma que o grupo acima mencionado maculou a minha imagem e reputação perante a sociedade e imprensa, divulgando a absurda notícia de eu teria desviado mais R$ 10 milhões dos cofres municipais, sem nunca ter apresentado qualquer prova, mesmo que indiciária, sobre o fato, não duvido que o mesmo grupo novamente esteja tentando me envolver no lamentável episódio do desaparecimento do aludido vereador, sobretudo porque perceberam a iminência do meu retorno ao cargo após o provimento do meu recurso no TJ-MT”.
3 – “Durante esses nove meses em que estou afastado da Prefeitura, sempre lutei e continuo lutando, unicamente pelo caminho da Justiça, para restabelecer a verdade e os meus direitos de cidadão e homem público. Diante disso cabe a seguinte pergunta: quem garante que meus adversários, às vésperas do meu possível retorno ao cargo de Prefeito, tendo recebido recente decisão favorável do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, não estejam criando mais um fato para desestabilizar minha imagem perante a sociedade, imprensa e autoridades? Faria algum sentido que eu, após obtenção de decisão expressiva junto ao TJ-MT, fizesse algo para me complicar? Basta o mínimo de bom senso para se chegar às respostas”.
4- “No mais, como cidadão de bem, reitero que não faz parte de minha índole atentar contra a vida de qualquer ser humano. Como pai de família, como homem público e, principalmente como cidadão, repudio toda e qualquer tentativa de me vincular ao relatado incidente e me coloco, desde já, à disposição da sociedade, da imprensa e das autoridades para quaisquer esclarecimentos”.
Sérgio Bastos dos Santos

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Donizete | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    OLHA A POLICIA FEDERAL TENHE QUE SE ACIONADA PARA COLNIZA PRIMEIRA ELA DESCOBRE AS MARACUTAIA DO PREFEITO. DEPOIS ABADONA A CIDADE. AGORA A MORTE DO VERIADOR NA VESPERA DA CASSAÇAO DE MANDATO?????

  • Roger Silva Fontes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sinceramente acredito na inocência do prefeito. Ele não seria imprudente de cometer esse ato às vésperas da decisão judicial. Já ganhou no TJ a oportunidade de voltar ao cargo. Não precisaria disso.

    Realmente acredito num golpe para encriminá-lo.

  • Roberto Soares dos Anjos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Emerson Cunha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É ISSO AÍ SERJÃO!! QUEM TE CONHECE SABE QUE VOCÊ NÃO FARIA NADA CONTRA NINGUÉM. VC TEM UM CORAÇÃO GRANDE E MERECE SAIR LOGO DESTA CRISE QUE TE ARMARAM. FORÇA AMIGO. ESTAMOS DO SEU LADO!

    Emerson Cunha - Estudante de Colniza

  • Emerson Cunha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É ISSO AÍ SERJÃO!! QUEM TE CONHECE SABE QUE VOCÊ NÃO FARIA NADA CONTRA NINGUÉM. VC TEM UM CORAÇÃO GRANDE E MERECE SAIR LOGO DESTA CRISE QUE TE ARMARAM. FORÇA AMIGO. ESTAMOS DO SEU LADO!

    Emerson Cunha - Estudante de Colniza

  • Dorival Nunes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sou comerciante aqui em COlniza e acompanho a política de perto.. Olha isso aqui tá uma baderana. Na ultima semana o comentário era que o presidente da Camara, que desapareceu, queria tirar o mandato do vice Adir, que tirou o Serjão. A uns dias a mulher do Adir, a vereador Valéria, pediu afastamento de 60 dias e sumiu do mapa. Acho muito estranho tudo o que está ocorrendo. Quem é o bandido desta historia?

    Dorival Nunes - "Dodão"

  • Darci José Mallmann | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Surgem muitas especulações e de todos os tipos, mas a verdade é que o povo de Colniza está sendo a grande vítima de tudo o que está acontecendo. Pergunto, porque o grupo que defende a volta de Serjão bateu palmas, quinta-feira quando foi anunciada a suspensão da Sessão? Onde seria cassado noivamente pelos Vereadores titulares?
    E porque da frase; "O seu presidente já era, seu tobó?" enviada ao Ver. J. Batista, antes de iniciar a Sessão?

  • marcos sanches | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    acho que nem de longe poderia ser o serjao envolvido com este fato ele ja passou o pior e ganhou o direito de retornar ao cargo pelo caminho da justiça com certeza a algun grupo que nao quer o retorno dele e sem duvida esta por tras disso ai

  • life insurance | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • auto insurance | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...

Promotor recebe medalha do Exército

Mauro Zaque curtinha   O promotor de Justiça Mauro Zaque (foto) foi condecorado com a medalha do Exército Brasileiro na manhã desta segunda (19), no dia da instituição. A solenidade é considerada a segunda maior do Exército Brasileiro, foi reservada por conta da pandemia e contou com a...

Sema reabre os parques em Cuiabá

mauren lazzaretti sema 400   Fechados desde 1º de abril, em obediência às regras de decreto municipal, que suspendiam as atividades coletivas, os parques estaduais urbanos de Cuiabá reabrem nesta segunda (19) para utilização pelo público. Será possível acessar as tradicionais trilhas...

Pilha em Jayme pra disputar o Governo

jayme campos 400   Mesmo sabendo que Jayme Campos (foto) não entra em disputa onde percebe dificuldades para vencê-la e militando no mesmo partido de Mauro Mendes, o DEM, algumas lideranças políticas têm instigado o senador a se lançar ao governo estadual. Para tentar convencer Jayme, lançam...

MAIS LIDAS