Últimas

Terça-Feira, 06 de Novembro de 2007, 07h:53 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

Artigo

Nem tanto ao mar...

     Gostaria de retomar um assunto meio velho, mas sempre atual. Há duas semanas quando o governador Blairo Maggi retornou de sua viagem à Europa para vender a imagem dos produtos de Mato Grosso, assisti à sua entrevista coletiva e preferi não escrever a respeito na ocasião. Primeiro, porque não foi propriamente uma entrevista. Foi mais um monólogo diante de jornalistas despreparados ou desinteressados em saber efetivamente o que resultou da viagem e do seu conteúdo. Não se pode negar que foi uma viagem importante.
     A verdade é que o governador de Mato Grosso descobriu na Europa um ranço antigo contra o atraso do Brasil e um autoritarismo preconceituoso contra tudo que venha dos trópicos quentes. Pouco se sabe do Brasil moderno e, na realidade, não existe o mínimo interesse em saber. Acontece que, por detrás do preconceito, existe muita, mas muita ignorância mesmo a respeito das coisas que acontecem fora do eixo Paris-Londres-Berlim.
    Na França circula um livreto intitulado “A soja é contra a vida”, produzido por uma Ong francesa. É como se os franceses e os europeus não usassem quaisquer derivados da soja. Eles têm a informação de que para produzir soja no Brasil, a floresta é detonada diariamente e cada grão representa uma árvore morta. Isso é desinformação porque a área de soja plantada na Amazônia é na faixa de 1% dos 25 milhões de toneladas produzidas neste ano. Esquece-se a Ong e faz os franceses pensarem errado que a soja está presente na vida de todo mundo, muito mais do que se pensa. Está no creme dental, nos cosméticos, na margarina, nos sabões e sabonetes, nos fármacos, na alimentação generalizada, na produção das carnes, nas tintas e nas comidas infantis.
    Então, como tratar como inimigo um produto dessa abrangência que, se não for produzido no Brasil, faltará na mesa de todos os franceses. As ongs européias faturam muito junto a setores interessados com essas propagandas tendenciosas. Mas o grande mal é que tem faltado a contra-informação do Brasil.
    O governador trouxe a boa notícia de que as embaixadas brasileiras estão trabalhando a favor do país e não mais do corporativismo acadêmico do mundo diplomático. Mas o Brasil mesmo ainda é um mistério, e com alguns elementos estigmatizados como a Amazônia e o Pantanal.
    A propósito dessa estigmatização do primeiro mundo contra certas coisas brasileiras, gostaria de lembrar uma experiência pessoal, vivida nos Estados Unidos em 1997. Numa palestra no Rotary Clube de uma cidade de 30 mil habitantes no estado de Carolina do Norte, feita por cinco pessoas de Mato Grosso, em programa de intercâmbio rotariano, sentimos na carne o estigma. A impressão que tivemos depois do debate centrado em meio ambientem que se seguiu à palestra, foi a de que os norte-americanos acreditam que existe uma última árvore em pé na Amazônia, disputada por dois grupos radicais. Um grupo armado de moto-serras querendo cortá-la, e outro grupo de defensores também radicais. A verdade não é isso, mas provar é coisa de conversa para mais de metro, que falaremos em outra oportunidade.

 

Onofre Ribeiro é articulista deste jornal e da revista RDM (onofreribeiro@terra.com.br)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Arsec concede reajuste; prefeito veta

alexandro adriano arsec 400   No último dia 22, a diretoria-executiva colegiada da Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (Arsec), presidida por Alexandro Adriano Lisandro (foto), aprovou índice de reajuste de 2,21% nas tarifas de água e esgoto. E...

Novo ensaio do privilegiado Neurilan

neurilan fraga 400   Neurilan Fraga (foto) transformou mesmo a AMM não apenas num cabide de emprego, mas numa entidade para, em alguns casos, atender a seus interesses pessoais. Ali, investido no cargo de presidente, inclusive já pelo quarto mandato, mesmo não sendo mais prefeito, ele se articula politicamente o tempo todo....

Dobradinha no Podemos pela reeleição

claudinei 400 curtinha   Eleito deputado na onda Bolsonaro, o delegado de Polícia Claudinei de Souza Lopes (foto) resolveu deixar o PSL e vai se abrigar no Podemos. Sonha com a reeleição. Sua estratégia é trabalhar o que se chama de dobradinha eleitoral com o deputado federal José Medeiros, especialmente em...

Valtenir atrai lideranças para o MDB

valtenir pereira 400   Mesmo sem mandato eletivo, o ex-vereador pela Capital e ex-deputado federal Valtenir Pereira (foto) continua se articulando nos bastidores, agora pelo fortalecimento do seu partido, o MDB. Ele está convencendo algumas lideranças a se filiar na legenda emedebista. Dois líderes são prefeitos...

Chefe do Escritório de ROO em Cuiabá

mario marques 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, que iniciou neste mês o 3º mandato, mantém como parte da estrutura da administração um cargo de chefe do Escritório de Representação do município na Capital. E Pátio nomeou para esta...

Prefeito cria comitê pra debater modal

emanuel pinheiro 400 curtinha   Mesmo o governador Mauro Mendes já tendo anunciado que vai implantar o BRT na Região Metropolitana, em detrimento do VLT, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto) criou um comitê de análise técnica para, segundo ele, definir o modal de transporte para a região. Emanuel...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.