Últimas

Terça-Feira, 31 de Julho de 2007, 07h:40 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

SOLENIDADE

Ninguém vai me emparedar, avisa o presidente

   O presidente Lula está preocupado com os protestos contra o governo, mas disse nesta segunda, um dia antes de chegar a Cuiabá, que não se intimidará com vaias. Diante de ministros da coordenação política, no Palácio do Planalto, Lula afirmou que irá ao Rio Grande do Sul e ao Paraná no dia 14, quando retornará do périplo pelo México e por quatro países da América Central. Na tentativa de evitar mais dissabores a ele, com novos apupos, a assessoria de Lula havia cancelado viagens que ele faria ao Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, logo após a tragédia com o avião da TAM Linhas Aéreas, no dia 17.

      "Ninguém vai me emparedar", afirmou Lula, na reunião desta segunda. "Eu não vou deixar de andar o país por causa de vaia." Pesquisas encomendadas pela administração federal após o acidente no Aeroporto Internacional de Congonhas, na zona sul de São Paulo, indicam que a popularidade do presidente caiu, sobretudo em São Paulo, e em camadas das classes média e alta. O levantamento acendeu a luz amarela no Poder Executivo, após dez meses de crise aérea.

    Até agora, o Executivo não organizou nenhuma estratégia para enfrentar os protestos, mas está inquieto e pretende observar todas as manifestações com cautela. Há, na avaliação do Palácio do Planalto, duas situações distintas em meio aos gritos de "Fora Lula": a primeira, de indignação das famílias de vítimas do acidente da TAM; a segunda, organizada pela oposição.

    Um auxiliar direto do presidente disse que o Planalto identifica o bordão "Cansei" como uma "coisa armada" pelos adversários, especialmente do PSDB e do DEM. O movimento foi lançado por empresários e conta com o apoio da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O verbo é sempre associado a substantivos que causam dor de cabeça à Presidência da República como corrupção e apagão aéreo.

    O presidente recebeu vaias na semana passada em viagens ao Nordeste e, no dia 13, na abertura dos 15º Jogos Pan-Americanos, no Rio. No diagnóstico da Presidência, porém, os apupos foram "superdimensionados" pela imprensa.

     Apesar de afirmar que irá ao Paraná e Rio Grande do Sul em agosto, Lula assina nesta terça convênios do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em Cuiabá e Campo Grande. Ele não viajará para Santa Catarina. A alegação oficial é de que "não dará tempo" para o presidente lançar o PAC em todos os Estados. Na sexta (3), ele pretende reunir no Planalto representantes de 12 Estados que ainda não visitou e dar por encerrada essa maratona de viagens para assinatura dos protocolos do PAC.

      Além da crise aérea, outro assunto que tira o sono de Lula é a prorrogação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) e da Desvinculação de Receitas Orçamentárias (DRU), que vencem neste ano. Ainda nesta semana, o presidente participará da reunião do conselho político e pedirá à base aliada que ajude o governo a aprovar a renovação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) e da Desvinculação de Receitas da União (DRU). A oposição ameaça derrubar os dois dispositivos. (Com Agência Estado)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Antonio Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É isso ai presidente. essas viuvas de Fernando Herinque, do PSDB e PFL (DEMos)não conformam em perder o poder... esta na hora da policia federal investigar as falcatruas da gestão FHC e DANTE... Deixem que organizem as vaias... o povo hulmilde deste pais sabe quem é quem.

    PARABENS PRESIDENTE LULA.

Emanuel é quem mais realizou obras

emanuel pinheiro 400 curtinha   Um levantamento da empresa Percent Pesquisa & Consultoria, feita em Cuiabá entre os últimos dias 13 e 14, destaca que, na percepção de 49% dos cuiabanos, o prefeito reeleito Emanuel Pinheiro (foto) foi o que mais fez obras e serviços. Em segundo lugar, com 19,8%, é citado...

Emendas ajudam Unemat de ROO

thiago silva 400 curtinha   Em reunião com o reitor da Unemat, Rodrigo Zanin, e com o pró-reitor Alexandre Porto, o deputado estadual Thiago Silva (foto) tratou da emenda de R$ 1 milhão para manter o curso de direito e abertura do de jornalismo em Rondonópolis neste ano. E, juntos, definiram o modelo de...

Presidente da Ucmmat quer reeleição

edcley lopes ucmmat 400   Reeleito para o sexto mandato e com a maior votação em Vila Bela da Santíssima Trindade, o vereador Edcley Lopes Coelho (foto), que obteve 391 votos pelo Solidariedade, luta agora por outro desafio. Quer se reeleger presidente da Ucmmat, entidade que congrega as câmaras municipais com seus 1.404...

Elisângela conduz Secom da Câmara

elisangela tenorio 400 curtinha   A jornalista Elisângela Tenório (foto) está de volta ao comando da Comunicação Social da Câmara de Cuiabá. Ela ocupou o mesmo cargo na gestão Justino Malheiros, mas, na época, não teve à disposição estrutura para desevolver uma...

Logística em MT pra distribuir vacinas

mauro mendes 400 curtinha   O governo estadual já providenciou toda logística para levar as vacinas anti-Covid-19 aos municípios. O governador Mauro Mendes (foto) destaca que, em princípio, adquiriu 3,5 milhões de seringas. Os lotes de vacinas chegam a MT até a próxima quarta. Seguindo o Plano...

Emanuel no PTB e reeleição do filho

emanuelzinho 400   O PTB está sendo preparado para receber a filiação do prefeito Emanuel Pinheiro, que iniciou o segundo mandato em Cuiabá. Sem ambiente para seguir no MDB, onde passou a enfrentar resistência de toda a bancada do partido na Câmara Federal e na Assembleia, Emanuel recebeu convite de...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.