Últimas

Segunda-Feira, 22 de Dezembro de 2008, 23h:35 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

CÁCERES

Ninguém vai tomar meu mandato, desafia Henry


Ricardo Henry (PP) se diz convicto de que continuará prefeito
Foto: Rodinei Crescêncio

 "Ninguém vai tomar o meu mandato. Deus me ajudou a chegar até aqui, assim como aconteceu em 2004", disse nesta segunda (22) o prefeito de Cáceres Ricardo Henry (PP) que, às vésperas da diplomação, teve o registro cassado em dois processos e ainda está inelegível pelos próximos três anos. Diante disso, o seu único adversário das urnas, ex-prefeito Túlio Fontes (DEM), já foi diplomado pela Justiça Eleitoral e assumirá o comando do município em 1º de janeiro.

  Henry concedeu entrevista à TV Descalvados (afiliada da Record), de sua propriedade. Foi a primeira manifestação pública do progressista após o julgamento do TRE que tirou-lhe a chance de exercer o segundo mandato. Ele disse que vai recorrer tanto no TRE, onde perdeu no embate jurídico, quanto no Tribunal Superior Eleitoral.

   Ricardo Henry afirma que nestes quatro anos de gestão conseguiu modernizar a máquina, adquiriu novos equipamentos, restabeleceu o equilíbrio fiscal e destacou que teve parcerias com os governos estadual e federal e que o seu irmão, deputado federal Pedro Henry, foi preponderante na busca de recursos para Cáceres. O prefeito reeleito com 522 votos de frente sobre Túlio disse que sua cassação é resultado de uma guerra política, assim como aconteceu em Sinop e Rondonópolis. "Acredito na verdade dos fatos e na Justiça e, por isso, estou recorrendo da decisão e espero resposta positiva porque fui reeleito pelo povo".

   O prefeito disse que não vai paralisar obras e aposta que "a Justiça vai prevalecer". Anunciou, com a convicção de que ganhará legitimidade para assumir o novo mandato, que vai concluir as 200 casas dos conjuntos habitacionais do Junco e do Guanabara, do Centro de Convivência de Idosos, viabilizará áreas de lazer do Sangradouro e prevê inaugurar o primeiro centro de eventos de Cáceres, além de instalar o  Ceprotec, com investimentos de R$ 2 milhões. Destacou ainda que estão previstos R$ 10 milhões para pavimentação de 25 bairros. "Tenho certeza de que o governo vai investir muito mais em Cáceres neste nosso segundo mandato", diz Ricardo Henry.

Postar um novo comentário

Comentários (25)

  • Gilson Arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Prezado Romilson, Prezado Prefeito Cassado,
    É com PESAR AGRADÁVEL que anunciamos a morte política, por sinal prematura porque foi abusado e ignorante, do atual prefeito de Cáceres Ricardo Luis Henry Neto, pelo menos pelos próximos três anos (está inelegível).
    Como disse acima, o abuso foi grande demais. Alíás, a família Henry é abusado num tanto, que, abusa do juiz, abusa do povo, abusa dos vereadores, abusa dos puxa-sacos, abusa do Celinho...Leomar...Macedo...Modesto...Uzias...
    Alencar...Vixi, pára/pára, senão vai abusar até dos internautas.
    Esse abuso de Ricardo, quando diz que ninguém vai tomar seu mandato... É um recado para os juízes do TRE-MT e do TSE. Ele tá pensando que os membros do TRE e TSE tem o mesmo perfil e personalidade que o juiz eleitoral que comandou às eleições limpas (limpas foi só para o Geraldo, né?) em Cáceres.
    Vá acordar Ricardo. Você tá sonhando demais... O que aconteceu com você até agora (dois processos CASSADOS) é pouco pelos processos de compra de votos que ainda se encontra em primeira instância.

  • Arlindo Gomes Trindade | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ricardo Henry, voce tem tudo para continuar na política como ajudante do seu irmão nas próximas eleições, caso PH seja candidato, certo? Prefeitura voce tem que esquecer porque este novo mandato voce não terá jamais. Ela pertence ao Túlio e Kishi até 2012.

  • Valentino Silva e Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O chumbo é pesado. O bombardeio que túlio aprontou na justiça eleitoral teve somente um alvo: Ricardo Henry.
    Esse alvo fez por merecer pela incompetência de seus assessores e coordenadores da campanha. Dá-lhe túlio.

  • Márcia Ferreira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • MARCIA FERREIRA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    RICARDO NINGUEM QUER TOMAR O SEU MANDATO O TRE SÓ CUMPRIU O QUE A LEI DETERMINA FOI O SENHOR MESMO QUE FOI DESONESTO COM SEUS CONCORRENTES AO CONTRATAR SERVIDOR EM PERIODO PROIBIDO POR LEI OU SEUS ASSESSORES JURIDICOS NÃO SABIAM DISSO?
    DESSA VEZ NÃO DEU PRA GANAR A ELEIÇÃO A BASE DO CUSTE O QUE CUSTAR.
    QUANDO FALAR NA QUE ESTÃO QUERENDO TOMAR O SEU MANDATO NÃO SE ESQUEÇA DE FALAR PORQUE ESTÃO QUERENDO TOMAR.
    EXPLICA BEM EXPLICADINHO A ESTÓREA BRETA, A CONTRATAÇÃO IRREGULARES ETC......


  • Anônimo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • PSV | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Caro Romilson,
    Está mais que claro que o seu blog já tem um lado, nas entre linhas a cada matéria publicada percebe-se que o alvo é o Prefeito eleito Ricardo Henry. Para quem realmente assistiu a entrevista, em nenhum momento foi dito que Ninguém vai tomar meu mandato, e sim que está tendo recuruso e que acredita na justiça. Mas emsua matéria percebe-se a distorção de fatos.
    A verdade é que quem realmente mora em Cáceres e vive da economia daqui, está indignado e perplexo com o atual cenário. Todos apavorados com a nebulosidade que paira sobre a cidade, isso graças a interpretação de uma minoria. Onde está a democracia?? Ricardo Henry foi reeleito pelo povo, pela maioria do povo e tem projetos futuros o que até agora não conseguimos descobrir do candidato derrotado nas urnas. De onde virão os recursos para Cáceres, quem entrará com a contrapartida??? Será que teremos que voltar a época em que lojas faliram, que não havia opção e compras por falta de lojas, ou que as fachadas de casas e do comércio eram sujas e com as cores desbotadas por falta de recursos para serem investidos em melhorias. Olhem o comércio de hj e comparem com quatro anos atrás...
    Cuiabá quer que voltemos a ter que sair daqui para deixr nosso dinheirinho lá por falta de opção de compras e preços em Cáceres.

  • Marcos Santilli | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ricardo Henry está em outro planeta, e mostrou sua alienação da realidade na entrevista à sua própria emissora. Ninguém está tomando o mandato de ninguém, já que, honestamente, Túlio Fontes venceu as eleições. O que o TRE fez foi evitar que roubassem essa vitória de Túlio e de todos os cacerenses. E, ao contrário dos aspones dos Henry dizem acima, a população cacerense está contente e esperançosa como nunca. No dia da cassação de Ricardo e decisão pela diplomação de Túlio, a cidade foi só alegria e festa, parecia que já era o reveillon. AVANTE CÁCERES, AVANTE TÚLIO!!! Você está com A FORÇA DO POVO!

  • Joaquim | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • cesardocristorei | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

3 candidatos competitivos em Sinop

roberto dorner 400   Apesar da "inflação" de candidatos a prefeito de Sinop, com cinco no páreo, a disputa tende a se acirrar mesmo entre o empresário Roberto Dorner (foto), do Republicanos e apoiado pela prefeita Rosana Martinelli (PL), o ex-prefeito e deputado Juarez Costa, que atraiu 10 partidos para o palanque, e o...

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

Vice que morreu na praia em Tangará

renato gouveia 400 curtinha   Assim que percebeu que não seria escolhido pelo prefeito Fabio Junqueira (MDB) como o candidato governista na briga pela Prefeitura de Tangará da Serra, ainda em junho, o vice-prefeito Renato Gouveia (foto), do PV, correu para os braços do tucano Vander Masson. Levou com ele uma chapa de 21...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.