Últimas

Segunda-Feira, 23 de Julho de 2007, 18h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

INFRAESTRUTURA

No Dnit, Pagot vai conduzir R$ 310,4 mi do PAC

Luiz Pagot, caso venha presidir o Dnit, terá um orçamento superior ao de muitos ministérios   Líder do PR cobra ministro Mares Guia e pede empenho do presidente Lula para aprovar logo o indicado de Maggi para o cargo federal

   Caso vença no Senado a última barreira que está impedindo-o de assumir a direção-geral do Dnit, Luiz Antônio Pagot terá sob controle não apenas um orçamento de R$ 8 bilhões do órgão, mas também outros R$ 310,4 milhões. São recursos superiores a muitos ministérios. Ocorre que dos quase R$ 341,7 milhões empregados em novos projetos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC),  R$ 310,4 milhões (90,8%) foram para o Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit) com vistas a investimentos em obras nas estradas.

    Esses recursos centralizados no Dnit têm motivado a briga política das lideranças e partidos aliados do presidente Lula. Isso vem emperrando ainda mais a nomeação de Luiz Antonio Pagot para o cargo. O levantamento leva em conta apenas pagamentos feitos pela União para projetos  iniciados a partir do lançamento do PAC, em janeiro. Não inclui os chamados  restos a pagar, de projetos começados em anos anteriores.

       O governo federal planeja investir sozinho - sem as estatais - R$ 7,5 bilhões  em ações do PAC até o fim do ano. Os R$ 341,7 milhões pagos representam apenas  4,5% do total a ser investido. Em valores empenhados (contratados, mas não pagos),  os investimentos no programa chegam a R$ 3,2 bilhões - o equivalente a 42,5%  do total. O setor de transportes é o grande beneficiado pelos investimentos. Dos R$ 7,5  bilhões reservados para o programa, 74,5%, ou R$ 5,6 bilhões, serão destinados  ao setor.

     Com exceção de R$ 145,2 milhões que caberão à Secretaria Especial  de Portos, o restante será administrado pelo Ministério dos Transportes, comandado  por Alfredo Nascimento, do PR. Os líderes republicanos resolveram se unir agora para emplacar o indicado pelo governador Blairo Maggi na direção-geral do Dnit. O líder do partido na Câmara, deputado Luciano Castro (RR), voltou  a cobrar do ministro das Relações Institucionais, Walfrido Mares Guia, a nomeação  de Pagot.

     O ministro respondeu que não depende do governo. Mas o líder insistiu,  dizendo que basta uma ordem do presidente Lula para a base  governista no Senado aprovar o indicado. A irritação no PR aumentou porque o Congresso entrou em recesso sem uma solução  para o Dnit. E os trabalhos parlamentares só recomeçam no dia 1º de agosto.  "O Dnit é a máquina propulsora do PAC no que tange ao Ministério dos Transportes",  diz Castro. "O partido aguarda posição mais firme do governo, porque a indefinição  prejudica o próprio órgão."

     Por enquanto, o Dnit continua sob o comando do engenheiro Mauro Barbosa, funcionário de carreira da instituição. Nos Estados - Com orçamento para 2007 de R$ 8 bilhões, o Dnit ainda dispõe  de superintendências estaduais bastante cobiçadas pelos partidos - e que também  ficaram para o PR.

      Nos Estados

      O ministro Mares Guia já prometeu a Castro que resolverá  logo as pendências estaduais que persistem. O levantamento dos pagamentos do PAC, feito pela liderança do DEM no Senado,  mostra que R$ 52,5 milhões - o maior desembolso até agora - foram para obras  rodoviárias na divisa de Goiás e Mato Grosso do Sul. Para o Ministério do Planejamento, o fato de terem sido liberados mais recursos  para transportes indica apenas que o setor terá prioridade no primeiro ano de  execução do PAC. (Com Agência Estado)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • JOSE LUIZ | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Agora vamos ver se a empresa LOUTUF a que ajudou na campnha do autal governador-mt, a empresa q construiu o Ginasio A. Tocantins, a que no governo passado nao faturava licitacao e q agora vence quase todas. Essa empresa vai ter tanta competencia para faturar milhoes no Governo de Feceral. Abre o olho M. Publico.

Sexto suplente na Câmara por um mês

aluizio leite 400 curtinha   Aluízio Leite (foto), filiado histórico do PV, tomou posse como vereador pela Capital na último dia 2. Mas vai ficar na cadeira por somente 31 dias, até o retorno do titular, delegado Marcos Veloso, que se afastou para cuidar de assuntos pessoais e hoje se encontra hospitalizado com...

No TCE pra tentar receber da prefeitura

flavia mesquita 400 curtinha   Flávia Mesquita (foto), da Luppa Administração de Serviços, pediu socorro ao TCE para tentar receber por serviços prestados à secretaria de Saúde de Cuiabá, alegando que o município está inadimplente há oito meses. E apontou quebra da ordem...

Pai e filho pré-candidatos em Poconé

henrique santos 400 curtinha pocone   Em Poconé, pai e filho estão animados para o teste das urnas deste ano. Um a prefeito e, outro, para vereador. Euclides Santos, que já foi vereador (89/92) e prefeito por duas vezes (93/96 e 2001/2004), além de secretário de Infraestrutura e Serviços Urbanos em...

Expectativa de tocar a Cultura de MT

paulo traven 400 curtinha   Um dos três adjuntos da pasta de Cultura, Esporte e Lazer do Estado, José Paulo da Mota Traven (foto) vem se articulando para assumir de forma efetiva o comando da secretaria. Ele conta com apoio de alguns membros do staff, como do secretário de Governo, Alberto (Beto) Machado. O governador...

Poconé tem hoje vários "prefeitáveis"

euclides santos 400 curtinha   O ex-vereador e ex-prefeito de dois mandatos de Poconé, Euclides Santos (foto), que era do MDB e agora está no PSDB, vem se movimentando nos bastidores para concorrer novamente à sucessão municipal. Seria um dos nomes de oposição ao prefeito Tatá Amaral, que vai tentar...

Apostas do PTB para vereador em VG

silvio fidelis 400 curtinha   Detentor da segunda maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com cinco assentos, atrás somente do DEM da prefeita Lucimar, que conta com sete vereadores, o PTB aposta na hipótese de ao menos manter as cinco vagas. E todos os seus vereadores vão à reeleição, sendo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.