Últimas

Terça-Feira, 18 de Setembro de 2007, 20h:08 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

CAMPO MINADO

Noblat afirma que Maggi deu 2 votos para Renan

     O jornalista Ricardo Noblat classificou de um cambalacho as discussões que antecederam a tentativa de votação da indicação de Luiz Antonio Pagot ao Dnit. Em seu blog, ele disse que o governador Blairo Maggi prometeu e entregou a Renan dois votos que ajudaram a absolvê-lo na semana passada - o de Jaime Campos e o de Jonas Pinheiro (DEM), tudo para colocar em votação a indicação de Pagot ao cargo de diretor-geral do Dnit. Segundo o jornalista, o orçamento do Dnit para este ano é de mais de R$ 10 bilhões e Pagot já comprometeu parte dele com senadores e governadores que o apóiam.

   Clique aqui e leia as alfinetadas de Noblat.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Pedro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ...cada vez mais fico surprendido pela capacidade de nossos senadores de defender Pagot. Antes Jonas em falar nada do que Jaime fazer papel de ignorante do próprio regimento interno do Senado!
    Por favor !!! Antes um Jonas calado do que um Campos falando....

  • João Batista Vaz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    esses dois senadores traidores do povo. Votou a favor de Renan por causa dessa indicação do representante da Amaggi. Isso é uma verdadeira canalhice, e ainda vem com a cara de pau falar em público que votou contra Renan. A moeda de troca (em detrimento a confinaça depositada por nós), foi essa.
    Se eles acham que sou idiota, enganaram-se. Idiota são eles achando que ainda terão meu voto nas próximas eleições. Vocês, nunca mais.

  • Cesar Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    A MÀSCARA


    Blairo nesse segundo mandato está saindo-se melhor que a encomenda. Ele tenta esconder os vícios clientelista por trás de um falso discurso técnico. E com isso quem paga é o povo.

    Por exemplo: está saindo muito caro para o Estado a indicação de Pagot para o DINIT. Os dois votos para o Renan só pode ter sido em troca de se votar o nome do seu escudeiro maior. É só ver a coincidência. O votação do nome de Pagot foi o primeiro assunto colocado na pauta após a escadolasa absolvição de Renan.

    Blairo não é mais diferente. É igual ou pior daqueles que ele tanto criticou no passado. E administração dele, nesse segundo mandato, prenuncia-se como um desastre.

Euclides "torra" R$ 8 mi na campanha

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado milionário Euclides Ribeiro (foto), que tem na carteira de clientes grandes produtores rurais, registra R$ 8,2 milhões de receitas e despesas de campanha ao Senado. Concorrendo pelo Avante, Euclides só chegou a 58.455 votos. Ficou em nono lugar, à frente apenas de Reinaldo...

Fávaro é quem mais gastou ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   O senador reeleito Carlos Fávaro (foto) foi o que mais gastou na campanha. Oficialmente, arrecadou R$ 11,7 milhões. As maiores contribuições financeiras vieram de empresários do agronegócio. Orcival Guimarães, dono de rede de empresas de implementos agrícolas, doou...

Beto deve repensar projeto a federal

beto farias 400 curtinha   A derrota nas urnas do seu afilhado político, vice-prefeito Wellington Marcos (DEM), que tentou o Executivo de Barra do Garças e ficou em segundo lugar, obtendo somente metade dos votos em relação aos atribuídos ao eleito Adilson Gonçalves, pode levar o prefeito Beto Farias (foto)...

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...

DEM, bate-cabeça e plano B frustrado

fabinho garcia 400 curtinha   O ex-deputado federal e empresário Fábio Garcia (foto) acabou deixando o DEM órfão de candidatura a prefeito da Capital. Numa conversa com o governador Mauro, seu padrinho político, Fabinho o assegurou que iria sim disputar o Palácio Alencastro, mesmo pedindo trégua por...