Últimas

Sexta-Feira, 25 de Janeiro de 2008, 09h:55 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

VARIEDADES

Novelli suspende expediente por causa da posse

  O presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro José Carlos Novelli, se antecipou e já assinou uma portaria, suspendendo o expediente nos próximos dias 30 e 31. Tomou a decisão devido aos preparativos para a posse do seu sucessor, Antônio Joaquim, que será empossado na presidência do órgão no dia 31. Na mesma data, será inaugurado o complexo das unidades de controle externo - Edifício Marechal Rondon, orçado em R$ 19 milhões - leia mais aqui.  

   De acordo com o TCE, os prazos para o repasse de informações e demonstrativos contábeis, por meio informatizado, ficarão suspensos durante esses dois dias. O retorno está previsto para 1º de fevereiro. Antônio Joaquim, que foi eleito num consenso, vai conduzir o Tribunal no biênio 2008/2009, com um orçamento anual de R$ 108 milhões. A nova gestão começa com dois novos conselheiros: Humberto Bosaipo e Waldir Teis. (Pollyana Araújo) 

        Quem são os conselheiros do TCE-MT:

  • Antônio Joaquim
  • José Carlos Novelli
  • Ary Leite de Campos
  • Waldir Teis
  • Humberto Bosaipo
  • Valter Albano
  • Alencar Soares

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • DONIZETE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    a era campos so resta um hem hem ha. ha.ha. ha. a

  • rafael | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Ademar Adams | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Porque o RDN não noticiou a representação da ONG MORAL sobre a publicidade ilegal que o Sr. Novelli mandou fazer sobre a sua gestão?
    E olha, a representação teve efeito imediato, pois, já reteriram a imagem do conselheiro Novelli que tornava ilegal a publicidade da instituição.

  • ALBUCASSIS RAMIRES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    POBRE TRIBUNAL DE CONTAS,QUE JÁ ABRIGOU TANTOS HOMENS ILUSTRES, E HOJE ABRIGA EM SEU MEIO UM HUMBERTO BOSAIPO,ANTONIO JOAQUIM , VALTER ALBANO E NOVELI.

    ATÉ ONDE PRETENDE CHEGAR OS NOSSOS POLITICOS,COM APROVAÇÃO DE PESSOAS SEM CREDENCIAIS PARA EXERCER TÃO IMPORTANTE CARGO,QUE EXIGE PROBIDADE ADMINISTRATIVA,REPUTAÇÃO ILIBADA E PROFUNDO CONHECIMENTO JURIDICO E CONTABIL.

    OU SERÁ QUE A CLASSE POLITICA DE MATO GROSSO , TIROU ESSES REQUISITOS DO DICIONARIO OU ISSO NÃO É IMPORTANTE NA VISÃO DELES.

  • Prof.Mauro Cesar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu cresci sabendo que Conselheiro do Tribunal de Contas era um dos cargos mais importantes da administração pública.Cargo de responsa, pessoas que encerram sua vida pública. Agora comeou um movimento ao contrario, o sujeito vai para o Tribunal de Contas, fica por lá um tempo, depois pede aposentadoria com salarios vitalicios e volta pra politica. Ta certo isso? Todos os Deputados indicados para o Tribunal recebem do FAP, ate ai tudo bem, contribuiram para isso, mas aposenta no Tribunal e recebe uma aposentadoria vitalicia, se foi Dep. Federal ou Senador arrebanha mais alguns milhares de reais. Será que com a implantação das novas varas ai no tribunal de justiça já nao está na hora de acabar com essa farra do dinheiro público, atraves de uma emenda popular, para por fim a essas indicações politicas e por fim a essa situação de voltar ao cenario depois que encerrou a carreira politica? O Tribunal deve ser composto por Técnicos com reconhecidos conhecimentos técnicos, de preferencia por servidores de carreira do serviço público. E ai Romilson, quem sabe o RD não encampa uma campanha de coleta de assinaturas para uma emenda popular para tornar o Cargo de Conselheiro do TC um cargo eletivo com mandato de quatro anos, sem reeleição. A coleta de assinatura para a emenda constitucional poderia ser via internet, organizada pelo TRE, usar a tecnologia a favor do povo.

Extremista vai ter que se explicar na PF

Marcelo Stachin 400   O barulhento militante de extrema-direita Marcelo Stachin (foto) tem perdido o palco desde que teve um pífio desempenho nas urnas e acabou com apenas 0,8% dos votos para prefeito de Sinop. Em sua busca incessante por aparecer, o bolsonarista, que é investigado pelo STF por espalhar fake news, decidiu ironizar e...

Prefeitos, MPE e afastamento do cargo

jose antonio borges 400 Prefeitos de MT que descumprirem as diretrizes do decreto estadual que impôs o toque de recolher em todo o território podem até mesmo ser afastados do cargo. O alerta é do procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges Pereira (foto), e reforçada pelo procurador Domingos...

Prefeito se rebela e é enquadrado

vander masson 400 curtinha O prefeito de Tangará da Serra Vander Masson (foto), do PSDB, bem que quis ser rebelde, mas acabou enquadrado pelo MPE. Vander fez um decreto mais ameno que o do governo do Estado, impondo toque de recolher a partir das 23h, mas teve de recuar após ser notificado pelo MPE. Nas redes sociais, para evitar desgaste com...

AL realiza lockdown de faz de contas

Funcionários da AL se mostram revoltados com o lockdown de “faz de contas” promovido por deputados. Isso porque, apesar de estar com as portas fechadas, funcionários estariam sendo obrigados a ir trabalhar e entrando por outras portas. Atendem parlamentares que preferem trabalhar presencialmente. Pelo menos 36 funcionários estariam infectados e os servidores temem que mais pessoas sejam contaminadas pelo coronavírus. O pânico ficou ainda maior...

EP na batalha por vacinas e insumos

emanuel pinheiro 400 O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (foto) entrega nesta segunda (8) PL para a aquisição de vacinas para combate à Covid-19, medicamentos, insumos e equipamentos. O documento foi elaborado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e será votado na Câmara. Esse é mais um movimento...

Fúrio volta à carga contra secretário

celio furio 400 curtinha Depois de se enganar ao abrir investigação contra o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo e ter de pedir desculpas, o promotor Célio Fúrio (foto) voltou à carga. Fúrio entrou na Justiça para que Gilberto seja condenado à perda da função...