Últimas

Quinta-Feira, 19 de Março de 2009, 10h:32 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

CÂMARA DE CUIABÁ

Novo depoimento pode complicar situação de Ralf

   O presidente da Comissão de Ética da Câmara Municipal de Cuiabá, vereador Everton Pop (PP), disse nesta quinta (19) que a situação do parlamentar Ralf Leite (PRTB) poderá ficar mais complicada se a mãe do adolescente, flagrado em ato sexual com o peerredebista, confirmar que recebeu a oferta de R$ 20 mil para mudar o depoimento perente membros da comissão. O interrogatório está marcado para esta quinta (19), às 16h - leia mais aqui. Antes, às 14h, os vereadores vão ouvir novamente os policiais militares Uanderley Benedito Costa e Fábio Gomes de Oliveira que flagraram Ralf com o adolescente, no Posto Zero, em Várzea Grande. "Acho estranho o Ralf não ter comparecido para prestar depoimento na sindicância instaurada pela Polícia Militar porque ele sempre diz que quer ser ouvido para poder esclarecer os fatos - leia mais aqui", avaliou.

   Segundo o presidente da Comissão de Ética, o novo depoimento da representante do adolescente e dos policiais militares será a "portas fechadas". Posteriomente, haverá uma coletiva à imprensa. Pop informou que o relatório da comissão será entregue, no prazo de 15 dias, aos demais parlamentares para votação em plenário do pedido de cassação de Ralf. O presidente da comissão disse que ficou feliz com a decisão do juiz  da 3º Vara Especializada de Fazenda Pública de Cuiabá, Alberto Ferreira de Souza, em desfavor de Ralf - leia mais aqui. O magistrado negou, em cárater de liminar, o pedido do advogado de defesa Alfredo Gonzada de suspensão do processo instalado pela Comissão de Ética. "A população está percebendo que trabalhamos com seriedade e realmente queremos apurar o que houve", apontou.

(10h45) - Ralf nega suborno e acredita em absolvição

   O vereador Ralf Leite (PRTB) negou nesta quinta (19) suposta tentativa de suporno à mãe do adolescente flagrado por policiais militares em ato sexual com o parlamentar. "Jamais ofereceria R$ 20 mil para ser absolvido. Isso não passa de maldade de gente desonesta. Sou solteiro e não devo nada a ninguém", afirmou, em entrevista na Câmara Municipal de Cuiabá. Perguntado sobre a possibilidade de ser cassado por quebra de decoro parlamentar, Ralf respondeu que não acredita na condenação. "Não vou ser condenado por nada, até porque não cometi crime algum", defendeu. Ele disse que prestará esclarecimento à Comissão de Ética da Casa caso seja necessário. "Se os membros da comissão solicitarem esclarecimento, vou me pronunciar, até porque não tenho nada a esconder", apontou.

   Questionado sobre as três faltas consecutivas nos depoimentos agendados pela sindicância da Polícia Militar, Ralf alegou corporativismo. "Não adiantava nada eu ir lá porque seria condenado de qualquer jeito", reclamou. Ele acredita na absolvição e disse que está cansado de ser massacrado pela imprensa. "Acredito na justiça e tenho certeza que serei absolvido", pontuou. (Patrícia Sanches e Andréa Haddad)

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • Rodolpho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Acho que o povo tá dando muita atenção a essa pouca vergonha que vem acontecendo na nossa cidade e nessa pudriqueira chamada camara, acho que como cuiabá é a capital e aqui tem a Assembleia porque não acabar com esse canal de corrupção e um bando de incompetentes dirigindo o destino de nossa cidade, isso é uma vergonha é só escanda-lo que aparece nessa casa de leis esses caras estão ofuscandos os vereadores do passado, acho que nem caberia a justiça se manifestar e sim esses vereadores pedirem a Cassação para tentar moralizar essa casa. Será que o Ralf vai encaminhar algum projeto e quem vai acreditar será que o prefeito dará uma secretaria ao seu pai, o povo que é o culpado disso tudo já pensou os elitores que elegeram esse vereadores trocarão 4 anos por 40 reais e hoje devem tá com a cara de bunda falando eu deveria só receber e votar em outro, mais o povo vai dar o troco já em 2010 e espero que acabem com a tal da reeleição chega de bis, o povo que é trabalho.

  • Job Telles | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Respeita Cuiabá, Delcimar, V.Exª. nem se qué resolveu o problema do Ralf Rato Leite,
    agora quer saber de inrregularidade do PAC, prá quê, já uma raspinha tambem, o PAC já esta um caus e agora vem você Delcimar, vamos resouver o problema da área verde do bairro Morada do Ouro, que V.Exª, grilou e escriturou... vou pedir uma certidão no cartório do 6º oficio e vou mandar para a redação do RD NEWS, vou mostrar para Mato Grosso, como que o senhor conseguiu a documentar o terreno da LUPA, ESTAMOS DE OLHO PRESIDENTE DA CMC, V.Exª já sentiu como é ser caçado, vai brincando... tchá por Deus.

  • Junior de VG | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E meu amigo, vc e sua equipe ai esta achando que R$ 20,000,00 vai pagar sua inosencia ???? Jamais essa familia humilde ai nao precisa desse valor ai nao muito pouco... Brio na cara e humildades valem mtos mas do que esse valor ai...Esqueça a sua politica de hj, plante melhor para colher nas proximas eleiçoes coisas boas....tudo que se mexe junto ao seu nome esta saindo mentira, calunias etc...Procure uma igreja rpz...so Deus pode te inocentar ....junte se a ele

  • Magalhães | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • julio augusto de oliveira soares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quando que os envolvidos nesse imbblogio vai respeitar a sociedade etratar este assunto com mais seriedade,em especial os defensores do vereador Ralf leite e suas artimanhas protelatorias.A câmara não pode passar o ano todo ´so com o caso desse indecoroso vereador.

  • Jorge Luiz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu como cuiabano, acho que esse vereador Ralf deve renunciar depois de tudo que está acontecendo.
    Acredito que essa história é só pra ganhar tempo nessa Câmara...meu Deus do céu...recebendo seu sálario em dias e depois ficar como se nada tivesse acontecido e, a coisa rolando, com esse desrespeito com a população que tem de assistir toda essa ladainha até terminar o seu mandato, ...vai rolando, rolando nessa Justiça (cega, ....) brasileira. Caro Ralf, voce é jovem tem o mundo aos seus pés, vai poder fazer o que quiser como cidadão comum e com muitos ...por ai. Por favor, nao enrole, nesse lenga lenga, fazendo o povo cuiabano de bôbo.

  • ADS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    sou policial militar tambem, eu nãi eria mais depor nesta Pizzaria chamada camara municipal, iria atras de uma liminar pois isso não vai para frente, tenho certeza que o PM so vai depor no dia da sua folga quando no descanso de sua familia ninquem ve isto, cade o direito do policial.

  • marcelo botelho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    romilson o que vc tem contra o vereador ralf?
    ele pode ter errado,mais no caso dele nao seria preciso todo essa midia em cima,olha povo cuiabano fiquem de olho pois com o caso ralf esses chefoes da politica so estão que roubam mais e mais,e o ralf que nao roubou nada ta pagando o pato!!!fiquem de olhoooooooo

  • zé do povo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Meu povo! Eu pergunto e quero que a RDNEWS faça uma matéria quanto ao andamento de sindicância do Corpo de Bombeiro, ou será que esta instituição não se pronunciou sobre o assunto, pois até que se prove o contrário o Ralf é Bombeiro Militar.
    Por favor Rdnews faz este levantamento que o povo está aguardando.

Novo ensaio do privilegiado Neurilan

neurilan fraga 400   Neurilan Fraga (foto) transformou mesmo a AMM não apenas num cabide de emprego, mas numa entidade para, em alguns casos, atender a seus interesses pessoais. Ali, investido no cargo de presidente, inclusive já pelo quarto mandato, mesmo não sendo mais prefeito, ele se articula politicamente o tempo todo....

Dobradinha no Podemos pela reeleição

claudinei 400 curtinha   Eleito deputado na onda Bolsonaro, o delegado de Polícia Claudinei de Souza Lopes (foto) resolveu deixar o PSL e vai se abrigar no Podemos. Sonha com a reeleição. Sua estratégia é trabalhar o que se chama de dobradinha eleitoral com o deputado federal José Medeiros, especialmente em...

Valtenir atrai lideranças para o MDB

valtenir pereira 400   Mesmo sem mandato eletivo, o ex-vereador pela Capital e ex-deputado federal Valtenir Pereira (foto) continua se articulando nos bastidores, agora pelo fortalecimento do seu partido, o MDB. Ele está convencendo algumas lideranças a se filiar na legenda emedebista. Dois líderes são prefeitos...

Chefe do Escritório de ROO em Cuiabá

mario marques 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, que iniciou neste mês o 3º mandato, mantém como parte da estrutura da administração um cargo de chefe do Escritório de Representação do município na Capital. E Pátio nomeou para esta...

Prefeito cria comitê pra debater modal

emanuel pinheiro 400 curtinha   Mesmo o governador Mauro Mendes já tendo anunciado que vai implantar o BRT na Região Metropolitana, em detrimento do VLT, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto) criou um comitê de análise técnica para, segundo ele, definir o modal de transporte para a região. Emanuel...

Desembargadores recebem 6 auxílios

maria helena povoas 400   O Tribunal de Justiça de MT, presidido pela desembargadora Maria Helena Póvoas (foto), vai pagar uma série de direitos e vantagens que "engordam" substancialmente o subsídio de seus magistrados e que foram programados pelo ex-presidente Carlos Alberto para liberá-los no orçamento...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.